ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Visitantes abandonam lixo na Cachoeira dos Frades

Data: 22/01/2021

Moradores dos Frades denunciam que situação tem sido registrada com frequência no principal acesso da cachoeira - Leitor Repórter

Um dos principais atrativos turísticos do Terceiro Distrito de Teresópolis, a famosa Cachoeira dos Frades é procurada por gente de várias partes do país e, frequentemente, devido à sua beleza ímpar, cenário de produções de cinema e televisão. Porém, nem todos os visitantes têm o devido respeito ao meio ambiente e com os próximos a procurar a queda d´água e seus poços para se refrescar. Frequentemente, tem sido registrado despejo irregular de lixo no entorno dos principais pontos de utilização e, além dessa já absurda situação, muitas pessoas, na hora de voltar para casa, têm deixado sacolas com o que não lhes interessa mais penduradas no portão. “Estamos enfrentando sérios problemas com a falta de educação dos visitantes que vem na cachoeira e deixam o lixo todo espalhado na rua. O caminhão de coleta não vem aqui em cima, o lixo fica por dias lá e são os próprios moradores que têm que juntar e tirar. Além de ser uma tremenda falta de educação, ainda tem os riscos de animais que vivem soltos comerem os restos jogados, a estrada e as trilhas ficam cheias de cacos de vidro das garrafas quebradas, podendo causar um acidente. Um absurdo”, denunciou a moradora Juliane ao repórter José Carlos “Cacau”.

A Cachoeira dos Frades tem acesso pela Estrada Teresópolis-Friburgo e é o atrativo mais famoso do Vale dos Frades. Localizada na área do Parque Estadual dos Três Picos, essa região tem opções de caminhada, passeio a cavalo e banho de cachoeira. O acesso fica no quilômetro 20 da RJ-130. Não muito longe dali fica a Cachoeira de Campanha, entrando à esquerda, sentido Friburgo, no quilômetro 21,5 da Terê-Fri. Nesse caso, o rio é mais perigoso pelo fato de ser mais fundo do que nos Frades.
Para quem vai para as cachoeiras, deve-se ter atenção redobrada com as trombas d´água. O primeiro sinal é o aparecimento de galhos e folhas na água, que começa a ficar suja. Outra dica é ficar de olho no alto da serra. Em caso de tempo nublado deve-se sair imediatamente da água, pois mesmo com sol, está provavelmente chovendo no alto, e a água se acumula vindo a correr em seguida com uma força insuportável, arrastando pedras e qualquer pessoa que esteja no caminho. Em qualquer sinal de perigo, o indicado é entrar em contato imediato com o Corpo de Bombeiros através do telefone 193.
 
Outras dicas sobre riscos
É importante destacar alguns dos os cuidados que a pessoa deve ter ao frequentar esses locais: - Os ambientes naturais não têm salva-vidas, então reconhecer os pontos onde você pode se banhar de acordo com a sua habilidade na natação é fundamental; - Com o fundo formado por pedras e muitas vezes água escura, pode haver vários trechos com profundidade muito maior do que outros, evite sustos e desastres; - Muitas pedras são escorregadias; - Não mergulhe sem saber se há pedras no fundo dos poços, um choque de cabeça ou costas pode ser fatal; - Não deixe nenhum tipo de resíduo e leve apenas boas lembranças dos locais; - E, nesse período de pandemia do novo coronavírus, a dica é evitar locais com grande número de pessoas e aproveitar o dia somente com familiares.

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Rio suspende vacinação de profissionais de educação e segurança

Programa de redução de salários preserva mais de 500 mil empregos

Covid-19: Brasil tem mais de 15 milhões de casos acumulados

Estudo mostra que máscaras de algodão têm eficiência de 20% a 60%

Teresópolis imuniza pessoas com Síndrome de Down, grávidas e mulheres que tiveram bebê recentemente, após 45 dias do parto

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy