ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

UNIFESO promove Semana de Enfermagem

Data: 22/05/2018

A Solenidade de Abertura teve a tradicional apresentação da história da Enfermagem, com a interpretação da passagem da lâmpada, símbolo da profissão - GeCom/UNIFESO

 
Comemorando a 79ª Semana Brasileira de Enfermagem, o Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) realizou diversas atividades como ações junto à comunidade, palestras, mesas-redondas, apresentações e sorteios, incorporando também a 21ª Semana de Enfermagem do Hospital das Clínicas de Teresópolis Costantino Ottaviano (HCTCO) e a 6ª Semana Brasileira de Enfermagem Integrada do Curso de Graduação em Enfermagem e do HCTCO.  Abrangendo o tema "A Centralidade da Enfermagem nas Dimensões do Cuidar", a programação começou no dia 12 e foi até o dia 18 de maio.
“Este tema nos remete ao profissional que erradia cuidado no âmbito da saúde. Somos cuidadores, que alcançam muitas dimensões que se somam ao cuidado técnico, tais como o cuidado ético, estético e ambiental, que convergem à gestão do cuidado humanístico. Essa é nossa missão”, observou a professora Selma Vaz Vidal, coordenadora do curso de Enfermagem do UNIFESO. Ela destacou ainda que “o UNIFESO vem conduzindo uma educação transformadora, que capacita os estudantes a atuarem nos diversos espaços, tais como gestão pública e privada, escolas, atenção básica, hospitais, UPA, enfim, cenários em que a Enfermagem está presente como uma lâmpada, que ilumina as demandas de  indivíduos, famílias e comunidades. Um desafio que qualifica o enfermeiro em formação e o professor, inseridos no mundo do trabalho”. 
 
Abertura oficial
No dia 14, foi realizada a Cerimônia Oficial de Abertura, contando com a presença das professoras Verônica Santos Albuquerque, Reitora do UNIFESO; Mariana Beatriz Arcuri, Diretora do Centro de Ciências da Saúde do UNIFESO; Selma Vaz Vidal; e Rosane Rodrigues Costa, Diretora Geral do HCTCO; e da Enfermeira Adriana Coutinho da Silva Fonte, Diretora de Enfermagem do HCTCO.
“Cuidar de outra pessoa nunca vai ser igual e considero esta atividade a mais complexa que o ser humano pode exercer. Pode estar diante de uma mesma patologia, situações parecidas, mas nunca será a mesma coisa. Por isso, essa capacidade de se identificar com outro, de reconhecer suas demandas, em tantas fases da vida, é um universo muito grande que o enfermeiro tem para desbravar na carreira”, disse a Reitora Verônica Albuquerque. “A profissão do enfermeiro é estratégica, tanto no que é desenvolvido no curso de formação quanto na educação dos demais profissionais da área da Saúde”, afirmou a diretora Mariana Arcuri.
“Hoje, quando falamos de cuidado, pensamos de uma maneira geral, que vai além do cuidado de gente. É cuidar do planeta, com a natureza, com as relações pessoais e de trabalho, porque isso é o que faz a diferença para sermos melhores no que fazemos. Ainda tem a questões da técnica, do conhecimento, da habilidade e da atitude de cada um diante do sofrimento e da fragilidade de um paciente, entretanto, estou certa de que contamos com grandes profissionais no nosso hospital”, colocou a professora Rosane. “Dirigir o corpo de Enfermagem do HCTCO como a equipe que tenho não é difícil, pois lido com profissionais extremamente comprometidos e dedicados”, complementou a diretora Adriana. 
A Solenidade de Abertura teve a tradicional apresentação da história da Enfermagem, com a interpretação da passagem da lâmpada, símbolo da profissão, pela acadêmica Ana Clara Ornelas Fontes. Após a cerimônia oficial, os presentes acompanharam a conferência "A dimensão do cuidado em relação à sexualidade do idoso”, ministrada pela enfermeira Renata Jabour Saraiva, professora universitária e avaliadora do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).
Para Alexandre Policarpo Fontela, estudante do curso de Enfermagem e técnico em enfermagem no HCTCO, “estes encontros com pessoas que têm um grande caminho trilhado na profissão se tornam muito importantes para nós que estamos começando a carreira, porque nos incentiva a prosseguir e lutar pela profissão que escolhemos. É diante do depoimento de palestrantes com experiência internacional, como enfermeira Renata Jabour, que vemos um futuro e esperança para a enfermagem no Brasil. Hoje sinto a enfermagem na veia, e a cada dia me apaixono mais por esta profissão”.


 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornalista Gil Gomes morre aos 78 anos em São Paulo

TSE remove inserção de Haddad com informação falsa sobre Bolsonaro

MORREU O RADIALISTA VICENTE ALENCAR

Receita Federal paga o quinto lote de restituições do IR

Prefeitura libera espaço para sala do empreendedor

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ