ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Um ano de governo Vinícius Claussen

Data: 03/07/2019

Wanderley Peres

Mais votado na eleição suplementar de 3 de junho de 2018, para complementar mandato interrompido com a cassação do prefeito retirado do cargo Mario Tricano, o empresário Vinicius Claussen completa um ano de governo nesta quarta-feira, 3 de julho. Inédita e incomum, a assunção do empresário à cadeira de prefeito ocorreu com pomposa festa, regada a luzes e coquetel no Espaço Cultural Hygino, aberração que já antevia o que estava por vir. Supostamente preocupado com os problemas da cidade prometia, em campanha, reduzir o número de secretários, melhorar a saúde e criar força-tarefa para a Upa. Prometeu abaixar o preço da passagem de ônibus, rever contratos do lixo e da merenda, e promover auditorias nas contas da prefeitura. Prometeu devolver salários, prometeu transparência nos atos públicos, prometeu montar um inigualável time para administrar o município... 

Como o titã filho de Jápeto e Climene, prometeu, prometeu, e nada do que tanto dizia antes de assumir o cargo e depois se deu. A população percebe hoje que o eleito não corresponde às expectativas, tendo traido as mais básicas promessas de campanha. Se a prefeitura tinha 15 secretários com Arlei e 13 com Pedro Gil, hoje tem 19. A saúde está pior do que estava e a Upa virou caso de polícia e justiça. Do preço da passagem não falou mais e os contratos suspeitos do lixo e da merenda continuam. Se dizia em campanha que era um absurdo a prefeitura alugar impressoras em vez de comprá-las, aumentou os valores dos contratos de aluguel, e as contas dos ex-prefeitos não foram investigadas. Aliás, as contas do próprio prefeito estão enroladas já no Tribunal de Contas do Estado, que conta prazo para negar a aprovação do período de 6 meses do ano passado que lhe cabe dar contas. Os salários seu e do vice nunca devolveu, aproveitando-se do mote para firula política junto às entidades assistenciais do município, e quanto à transparência nunca se viu tanta falta dela, tanto que o Ministério Público já investiga o Portal da Transparência da administração municipal, onde deveriam estar todos os atos e informações de interesse do cidadão.

Repórter da história, e fiel ao compromisso de noticiar com isenção os atos da municipalidade, atos oficiais, aliás, cada dia menos transparentes, O DIÁRIO vem acompanhando o desenrolar do governo e os rolos em que o prefeito e seus secretários se metem. Agora, mesmo, na última semana, o prefeito virou alvo de inquérito civil pelo mau uso da Contribuição de Iluminação Pública, ação da Promotoria de Tutela Coletiva que tem origem em notícia crime do Ministério Público a partir de ação civil pública.

Mas, indiferente às reações da população, cada dia mais descrente com a administração que viu eleita, o prefeito faz festa terça-feira que vem, dia 10, às 11h, para comemorar o primeiro aniversário do seu governo. Será no Hotel Alpina, com direito a presença do governador do Estado e mais promessas, que esperamos desta vez sejam cumpridas.

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil

Governo realiza ações preventivas a surgimento de manchas de óleo

Prefeitura do Rio recorre à Justiça para encampar a Linha Amarela

PM flagra tráfico em casa onde foi registrado homicídio

Enem teve 27,19% de ausentes, menor taxa desde 2009

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ