ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Tricano manda a população enterrar e queimar o próprio lixo

Data: 15/03/2018

Marcello Medeiros

“Teresópolis afunda em montanhas de lixo”. Reportagem publicada pelo jornal O DIÁRIO nesta quarta-feira atentou para a deplorável situação da coleta domiciliar no município, mostrando o grave problema em diversos bairros e informando ainda que a empresa terceirizada pela prefeitura para a prestação do serviço já recebeu, somente em 2018, quase R$ 1,5 milhão. Nesta quinta-feira pela manhã o gestor municipal, quem deveria fiscalizar ou orientar que seus subordinados o fizessem, foi para sua emissora de rádio e canal de televisão “responder ao jornal”. Porém, no lugar de anunciar que cobraria um posicionamento e regularização da coleta pela Inova Ambiental, ele incentivou a prática de crimes ambientais como “solução” para a enorme quantidade de lixo doméstico e outros resíduos de todo o tipo espalhados pelo município. A impressionante – e até inacreditável declaração – foi a seguinte: “Durante toda minha vida que morei no interior sempre fazia um buraco no fundo do quintal, pegava meu lixo e ia colocando ali. Depois ia queimando, o lixo ia deteriorando, aí fechava o buraco e depois abria outro. Hoje essa prática acabou. Todo mundo pega o lixo e bota na rua, não quer cavar, não quer fazer um sacrifício de quando o caminhão não passa na rua, por questões de chuva, de intempéries da natureza. Quem pode, quem tem tempo, pode fazer um buraco no fundo da sua casa e enterrar seu lixo. Por favor gente, acho que é assim que se procede”, enfatizou Mário de Oliveira Tricano, incentivando a poluição do solo e do ar, crimes que, inclusive, deveriam ser fiscalizados por um dos seus secretários, José Carlos Simonini, responsável pelo Meio Ambiente.
De acordo com a Lei 9.605/98, a Lei de Crimes Ambientais, a queima doméstica de resíduo domiciliar, de natureza vegetal ou qualquer outro tipo de resíduo em quintais é considerado crime. A punição prevista para quem for flagrado queimando restos de comida, plásticos, borrachas, podas de árvores, entre outros, é de multa que varia de R$ 500 a R$ 50 milhões, além de um a quatro anos de prisão. O artigo 54 informa o seguinte: “Causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, e causar poluição atmosférica que provoque a retirada, ainda que momentânea, dos habitantes das áreas afetadas, ou que cause danos diretos a saúde da população: Pena de reclusão, de um a quatro anos”.

Se fingindo de bobo
Apesar de o prefeito fingir desconhecer tal situação, a poluição do solo pelo lixo é um grave problema e deve ser evitado a qualquer custo. Além da transmissão de doenças, pode causar deslizamento de encostas, enchentes, danos na paisagem, assoreamento de mananciais e a contaminação do ar e da água, elevando o risco de contágio dos seres humanos. Além de incentivar a prática de crimes ambientais, Mário Tricano, que está há mais de dois anos no cargo, não resolve grave problema relacionado ao descarte de resíduos em Teresópolis, o lixão do Fischer. O outrora aterro sanitário é uma verdadeira bomba e, na semana passada, foi interditado pelo Instituto Estadual do Ambiente. Porém, agindo dentro de sua especialidade, o gestor municipal conseguiu uma liminar contra a decisão do INEA de fechar as portas da grande área localizada no quilômetro 75 da Rio-Bahia alegando “já estar tomando providências”.

“Esse prefeito é um lixo!”
O vídeo com a gravação de Mário Tricano dando absurda declaração em seu canal de televisão foi compartilhado nas redes sociais milhares de vezes nessa quarta-feira. Somente na página do jornal O DIÁRIO no Facebook, em poucas horas e até o fechamento desta edição já havia alcançado 30 mil pessoas, gerando cerca de 500 comentários e aproximadamente a mesma quantidade de compartilhamentos. Em sua totalidade, posicionamentos contrários ao inacreditável ato do gestor ficha suja, que só conseguiu ocupar a cadeira principal do Palácio Teresa Cristina mais uma vez graças a liminar no STF. Vejamos alguns deles:
- Ana Paula Ligneul Marx: “Realmente... Queimar para gerar poluição do ar, enterrar para poder contaminar o solo e os lençóis freáticos! É uma anta”.
- Michelle Siqueira Guimarães: “Ah para que já tá feio! Tricano deve ter surtado de vez, manda internar, meu Deus, será que ele não sabe que é crime ambiental queimar lixo ou qualquer dejeto? Tricano aproveita que você tem que sair por conta da justiça e sai sem ninguém perceber, pois já tá ridículo essas suas atitudes assim. Se arrependimento matasse eu era a primeira da fila a estar morta, pois você foi só decepção... Some de uma vez que é melhor, louco, maluco... Com certeza você não bate bem da cabeça, teu caso é internação!”.
- Fernando Carvalho: “Tinha que todos os Teresopolitanos colocar o lixo na casa dele, pagamos todos os impostos e vem o prefeito da cidade falar o monte de bosta, desculpe pelo vocabulário, só que ouvir isso é revoltante! Olha o cúmulo que chegamos”.
- Leonardo Mesquita: “Mais um crime, menos um crime, para ele (O Sr. Prefeito) está tudo normal”.
- Leonardo Gaspar: “Esse safado nessa época que abria esses buracos podia ter aproveitado e se enterrado junto ele e esse outro mentiroso que está ao seu lado, juntar o lixo e jogar lá no seu haras”.
- Felipe Ferraz: “O que procede meu caro prefeito é a prefeitura fazer a parte dela e se virar com lixo, pois pagamos impostos para ter coleta de lixo decente”.
- Ana Claudia Detimermane: “Senhor prefeito, deixe seu endereço aqui para que possamos levar nosso lixo pra enterrar no SEU terreno! Que eu saiba a responsável pela coleta de lixo é a administração pública! Pagamos impostos senhor prefeito, não é favor... É sua obrigação!”. 
- Francis Sondermann: “Vou sim! Levar para suas fazendas enterrar lá.  Com um detalhe, enterrar você e sua turma juntos. O problema vai ser contaminação do solo. Não nascerá nem erva daninha”.
- Lane Parreiras: “Se coloca fogo no lixo aparece Bombeiro, Defesa Civil e ainda da uma multa. Parece piada, só esse prefeito mesmo pra falar tanta doideira, vamos colocar o lixo na porta dele”. 
- Adriana Warol: “Eu tenho uma ótima sugestão, sabem o hotel Jecava? Então, vamos todos lá faremos um buraco naquele terreno gigantesco e enterramos lá!
Imagina para quem mora em apartamento?”.
- Alexandre Martins: “O povo de Teresopolis, cidade onde eu morei, mas não votei, merece o prefeito que tem, pois este não é o primeiro mandato deste sem vergonha, e nem será o último, pois, infelizmente no Brasil as pessoas não sabem votar”.

 

TERESÓPOLIS AFUNDA EM MONTANHAS DE LIXO

http://www.netdiario.com.br/noticias/teresopolis-afunda-em-montanhas-de-lixo

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Caso de nova cepa do coronavírus é identificado em Teresópolis

Prefeitura vistoria 34 estabelecimentos, multa 5 e interdita 1 em dois dias de fiscalização

Fiscalização de medidas restritivas no Rio terá mil agentes

Duque de Caxias justifica vacinação para pessoas acima de 60 anos

Teresópolis adere ao consórcio de municípios para compra de vacinas

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy