ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Três graves acidentes, mais duas vítimas fatais no trânsito

Data: 13/08/2021

João Billé, de apenas 18 anos, morreu após colidir com a motocicleta que estava em uma Saveiro, na RJ-130

Luiz Bandeira

Três graves acidentes, que terminaram com duas vítimas fatais, aconteceram em intervalo de menos de 24 horas em duas das principais rodovias do município. A colisão entre uma moto e um carro na RJ-130, trecho de em Bonsucesso, na noite desta última quarta-feira, 11, um atropelamento de uma mulher na BR–116, já na madrugada desta quinta-feira, 12, e um capotamento na manhã desta quinta, entre os bairros de Ermitage e Meudon, foram os acidentes registrados nas últimas horas. Nos dois primeiros casos, mais graves, os socorristas do Corpo de Bombeiros foram acionados, mas não houve sequer tempo pata atendimento médico.
A noite da última quarta-feira terminou com a triste confirmação da morte, no local, de João Vitor da Silva Billé, jovem de apenas 18 anos, que colidiu violentamente sua motocicleta Honda XRE 300 de frente contra um veículo Volkswagen Saveiro de cor branca, quando ambos trafegavam na altura do quilômetro 35 da RJ-130, a Teresópolis-Friburgo, em Bonsucesso, Terceiro Distrito. Bombeiros do 2º DBM foram acionados, porém nada puderam fazer para salvar a vida do jovem motociclista, que era morador de Santa Rosa, não muito longe do local do acidente. O motorista do Saveiro foi socorrido para o Hospital das Clínicas Constantino Otaviano (HCTCO). Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) foram deslocados para fazer a perícia no local e nos veículos e constataram que o impacto foi tão violento que o braço do motociclista foi decepado e ficou no interior do automóvel.
Outra fatalidade aconteceu na madrugada desta quinta-feira, 12, quando Telma Pontes da Cunha, de 35 anos, foi atropelada no momento que transitava a pé pela BR–116, entre as localidades de Água Quente, no Segundo Distrito, e Vila do Pião no município vizinho de Sapucaia. A mulher, que era moradora de Vale Alpino, morreu antes que uma equipe de resgate da CRT pudesse prestar o socorro. A polícia Rodoviária Federal colheu o depoimento do motorista envolvido no atropelamento, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos acesso aos autos.

Tombamento
Na manhã desta quinta-feira, 12, um motorista nada pôde fazer quando perdeu o controle, bateu no barranco e capotou seu veículo na rodovia BR–116, no sentido Além Paraíba x Rio de Janeiro, entre os bairros da Ermitage e Meudon. No momento do acidente uma chuva fina caia e, segundo constatou o repórter José Carlos “Cacau”, havia manchas de óleo na pista, uma combinação perigosa para quem dirige nessas condições climáticas. Prontamente, equipes da Concessionária Rio-Teresópolis (CRT) foram acionadas para o local do acidente, sinalizaram e socorreram a vítima, levada com ferimentos leves para o Hospital das Clínicas Constantino Otaviano (HCTCO). O cinto de segurança era usado pelo motorista e os airbags do carro foram acionados, o que certamente foi suficiente para preservar a saúde do acidentado - que não teve a identidade revelada. 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Vulcão nas Ilhas Canárias poderia provocar tsunami no Brasil

Covid-19: mais 2,2 milhões de doses da Pfizer chegam a Viracopos

Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos

ONS informa que "apagão" não tem relação com crise hídrica

Tribunal de Contas do Estado aponta para rombo financeiro na prefeitura

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy