ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Transporte: IPEM vistoria 342 táxis em Teresópolis

Data: 15/08/2019

Superintendente Regional do IPEM Petrópolis, Roberto Macedo, e Onofre Corrêa, Diretor Presidente do Sindicato dos Profissionais Autônomos de Táxi de Teresópolis.

Terminou esta semana mais um calendário do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (IPEM) para a aferição dos taxímetros utilizados pelos veículos de aluguel em Teresópolis. Foram realizados 342 atendimentos no posto da CIRETRAN, no Bairro de Fátima, e agora está aberto prazo para que os motoristas de táxi que por algum motivo não conseguiram realizar a análise obrigatória dos equipamentos procurem o órgão para evitar as sanções previstas. “É de extrema importância que o taxímetro esteja funcionando corretamente, marcando certinho a distância percorrida e o valor que será pago pelo cliente. É o que sempre falo. Não somos contra nenhum tipo de transporte, desde que esteja tudo certinho, dentro da Lei. No caso dos taxistas, é preciso estar com o taxímetro aferido e a documentação junto à prefeitura também em dia. É por respeito à população que temos que verificar balanças, taxímetros, qualquer equipamento do tipo, é respeito ao consumidor”, relata Onofre Corrêa, Diretor Presidente do Sindicato dos Profissionais Autônomos de Táxi de Teresópolis.
Quem estava com o veículo na oficina ou por algum outro motivo não conseguiu comparecer ao posto montado para atendimento na CIRETRAN dentro do calendário previsto ainda pode buscar a regularização com o IPEM, que tem sede regional em Petrópolis. É preciso imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) no site do IPEM, agendar atendimento e levar Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo junto ao DETRAN; Certificado de Segurança Veicular para veículos movidos a GNV, na validade; Certificado de vistoria da SMTR; Comprovante de Residência (Se houver alteração); Certificado da última verificação do taxímetro pelo IPEM. 
Nesses casos o permissionário é autuado com direito de defesa no prazo de dez dias da notificação, além da possibilidade de sofrer multas a partir de R$ 500,00. Os veículos já aferidos em 2019 com selos 2020 e lacre amarelo não precisaram passar por esta aferição. Para obter auxílio do Sindicato dos Profissionais Autônomos de Táxi basta entrar em contato com os telefones 99317-6353 (Mayara) e 99959-4252 (Luciano) e informações diretamente no IPEM pelo telefone (24) 2249-6881 ou e-mail regional.petropolis@ipem.rj.gov.br.

Veículos adaptados
Em entrevista ao jornal O Diário e Diário TV nesta quarta-feira, Onofre Corrêa falou ainda sobre os casos de veículos adaptados para o transporte de cadeirantes em Teresópolis. Segundo ele, alguns motoristas têm interesse em modificar o modelo utilizado, porém não há autorização para tal. “O que a Lei manda usar é o de prancha, que transporta a cadeira com o cliente para dentro do veículo. Porém, esse é um modelo mais caro e, quando a pessoa pega o ponto e compra o primeiro, tenta mudar para um mais barato depois. Alguns falam em usar cadeira giratória, mas não é permitido. Como um taxista vai carregar o paciente da cadeira de rodas para essa que gira para dentro do carro? É um complicante e ainda não está permitido em Teresópolis. Então, quem estiver cadastrado para trabalhar com esse serviço tem que cumprir a exigência do carro com prancha e elevador”, pontua.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Rio de Janeiro regulariza aplicação da segunda dose da CoronaVac

Cientistas criam testes de covid-19 com resultados em tempo recorde

Saúde diz que já distribuiu 90 milhões de doses de vacina contra covid

Sine Teresópolis ainda tem 134 vagas de emprego

PRF prende homem que transportava pássaros silvestres

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy