ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Tráfico rende cadeia para mais seis em Teresópolis

Data: 19/02/2019

Mais três jovens residentes no bairro do Rosário foram autuados em flagrante por tráfico de drogas

Marcello Medeiros

Não é preciso desenvolver nenhum estudo científico para mostrar que quem se envolve com o tráfico de entorpecentes tem grandes possibilidades de conseguir dois destinos: Cadeia ou cemitério. Porém, mesmo assim, continua altíssimo o número de pessoas que arrisca sua vida, e até de familiares, para conseguir alguns trocados com a venda de maconha e cocaína, principalmente. Em Teresópolis, são quase que diárias as ocorrências de prisões e, somente no fim de semana, mais seis terminaram na 110ª Delegacia de Polícia graças a operações realizadas pelo 30º BPM.
Na comunidade da Portelinha, uma das divisões do bairro de Fonte Santa, houve corre-corre quando incursionaram guarnições da P2, DPO São Pedro, PATAMO e Supervisão. Dois jovens, sendo um menor de idade, não conseguiram escapar – apesar de familiares de um deles tentaram atrapalhar a operação policial. Foram apreendidas 27 embalagens de cocaína e quatro de maconha. O adolescente foi encaminhado para a Vara da Infância e Juventude e o maior de idade acautelado na 110 DP até transferência para unidade prisional da Polinter, no Rio de Janeiro.
No Jardim Meudon, mais dois flagrados – nesse caso um acusado de tráfico e um usuário. Forma apreendidos 12 papelotes de cocaína com a inscrição de uma facção criminosa do Rio de Janeiro. Também foi apreendida a quantia de R$ 100 que teria sido utilizada na negociação do entorpecente. O usuário foi liberado após prestar depoimento. Participaram dessa ocorrência guarnições dos setores Bravo, Alfa e Supervisão de Oficial.

Bando no Rosário
Um dos bairros com maior número de prisões por tráfico, o Rosário “perdeu” mais três moradores para o sistema prisional do Rio de Janeiro. Eles foram presos por equipes da PATAMO, DPO São Pedro e Serviço Reservado portando 34 papelotes de cocaína e R$ 384, dinheiro que teria sido obtido com a venda do entorpecente. Importante sempre lembrar que o uso e venda de entorpecentes podem gerar diversos outros crimes, desde furtos a assassinatos. Informações que possam auxiliar no trabalho policial podem ser passadas para os telefones 190, 2742-7755 e 99817-7508. Não é necessário se identificar.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Seleção Brasileira em Teresópolis no próximo dia 27

Maio Amarelo: Governo alerta para a segurança no trânsito fluminense

Teresópolis tem 660 motoristas de aplicativo

Nova sede da OAB homenageia ex-presidente Sidley Fernandes Pereira

A importância da Consultoria de Imagem para homens e mulheres

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy