ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Teresópolis pode perder o campus da UERJ

Data: 18/01/2019

Além da falta de cumprimento de promessas de governos anteriores, outros argumentos são a crise financeira no estado do Rio, a redução do custo da UERJ pelo governo, a baixa procura de alunos pelo curso de turismo em Teresópolis, evasão e falta de oportunidade de estágio no município - Marcello Medeiros

Nesta quarta-feira (16), em reunião do Conselho de Turismo (COMTUR), a Universidade do Rio de Janeiro (UERJ), por meio de seus representantes, anunciou a possibilidade de se retirar de Teresópolis. A retirada aconteceria como resultado de uma solicitação feita à reitoria da Universidade por professores que se dizem insatisfeitos com algumas medidas prometidas por outros governos e que não foram cumpridas. No cargo desde meados do ano passado, o Prefeito Vinicius Claussen promete tomar sentido. "Durante reunião com o último governo do estado, foi sugerida a transferência para o Colégio Estadual Edmundo Bittencourt, uma possibilidade que não se concretizou. No início de fevereiro, o governador Wilson Witzel virá a Teresópolis e vamos conversar sobre novos locais para o funcionamento da UERJ. Uma coisa é certa: a UERJ não sairá de Teresópolis", afirmou o prefeito em nota divulgada nesta sexta-feira .
A solicitação dos professores é a transferência do curso de turismo para o campus Maracanã, no Rio de Janeiro. Entre os argumentos estão a crise financeira no estado do Rio, a redução do custo da UERJ pelo governo, a baixa procura de alunos pelo curso de turismo em Teresópolis, evasão, falta de oportunidade de estágio no município, entre outros. "Não há motivo para que haja essa transferência. Se isso acontecer de fato, se a UERJ sair de Teresópolis, o estado do Rio perde, a cidade perde, os alunos perdem, é um passo para trás. Teresópolis precisa aumentar a demanda, ter mais cursos para oferecer e precisa de um lugar permanente", destacou o conselheiro do COMTUR, Gabriel de Sena.
Por meio da Secretária de Turismo, Cléo Jordão, presente na reunião do Conselho de Turismo, o prefeito Vinicius Claussen recebeu as solicitações dos professores, que pedem uma resposta da prefeitura para que coloque a UERJ em outro espaço. Atualmente, a própria Universidade paga o aluguel do prédio onde funciona o campus da UERJ, na Avenida Lúcio Meira, 233, Várzea e deseja um local permanente e sem custo para ficar na cidade.

UNIRIO 
Na semana passada a prefeitura informou a possibilidade de trazer para Teresópolis a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Com sede na Urca, no Rio de Janeiro, a Universidade oferece 50 cursos de graduação nas áreas de humanas, exatas e biológicas.  Na semana passada o prefeito, com uma comitiva de Teresópolis, acompanhados pelo reitor e coordenadores da UNIRIO, visitou a estrutura da universidade e discutiu os termos de uma cooperação técnica que visa, entre outros objetivos, à interiorização da Universidade, com a possibilidade de oferta de cursos de graduação em Teresópolis.  
 

CRÉDITO E LEGENDA

 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cestas de alimentos para alunos da rede municipal de ensino

Estado do Rio prorroga por 90 dias o recolhimento do ICMS do Simples Nacional

Witzel pede à população para respeitar o isolamento social durante o fim de semana

Crivella testa negativo para o coronavírus

Câmara aprova PEC do Orçamento de Guerra; texto segue para Senado

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy