ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Teresópolis contratou mais do que demitiu no primeiro semestre

Data: 30/07/2018

Entre janeiro e junho deste ano, o município mais contratou do que demitiu. Foram admitidas 6.085 pessoas e dispensadas 5.815, gerando um saldo de 270 vagas com carteira assinada - Marcello Medeiros

Marcello Medeiros

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) no país, números trabalhados e divulgados pelo Ministério do Trabalho, mostram que o primeiro semestre foi positivo para Teresópolis. Entre janeiro e junho deste ano, o município mais contratou do que demitiu. Foram admitidas 6.085 pessoas e dispensadas 5.815, gerando um saldo de 270 vagas com carteira assinada em um universo de 6.830 estabelecimentos comerciais acompanhados pelo setor do governo federal. Três setores apresentaram crescimento e outros dois reduziram o número de oportunidades nos primeiros seis meses do ano.
De acordo com o Caged, a situação é preocupante na Indústria e Construção Civil. No primeiro, foram 445 admissões e 532 dispensas (menos 87 vagas). No segundo, menos 29 vagas (154 admissões contra 183 desligamentos). Os setores que têm registrado aumento no número de vagas formais são o Comércio, com saldo de 34 oportunidades (2.248 admissões e 2.214 desligamentos), Agropecuária (10 vagas a mais, 323 contratações e 313 demissões) e em disparada o de Serviços. Nesse caso, o primeiro semestre de 2018 terminou com saldo de 354 contratações com carteira assinada (2.195 admissões e 2.561 desligamentos). Conhecido também como setor terciário, ele engloba as atividades de serviços e comércio de produtos, como serviços bancários, turismo, restaurantes, hospitais, postos de gasolina, serviços de consultoria e corretagem de imóveis, entre outros.
Nos municípios vizinhos, os primeiros seis meses do ano também foram positivos em Nova Friburgo e São José do Vale do Rio Preto. No primeiro, mais 562 vagas com carteira assinada (8.625 contratações x 8.063 demissões). No segundo, saldo de 154 (625 x 471). Já em Petrópolis, foram mais dispensas do que contratações entre os meses de janeiro e junho: 10.342 vagas criadas x 10.519 cortes, menos 177 ocorrências formais de emprego.

Casa do Trabalhador
Trazer mais qualificação para o trabalhador de Teresópolis, esse é objetivo da Casa do Trabalhador, que chega ao município por meio de uma parceria entre a prefeitura e o governo do estado. A novidade é composta por uma equipe multidisciplinar e tem foco na capacitação das pessoas, para que consigam aproveitar melhor as oportunidades de emprego. A iniciativa foi anunciada em reunião com a presença do Prefeito Vinicius Claussen, do secretário estadual de Trabalho, Milton Rattes, e do secretário municipal de Trabalho, Marcos Jaron, na Prefeitura. A Casa do Trabalhador é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Trabalho e Renda - SETRAB, e em Teresópolis terá a parceria da gestão municipal e da Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica), vinculada ao estado.
Na ocasião, também foi anunciada a renovação do convênio para funcionamento do Sine (Sistema Nacional de Emprego) na cidade.O secretário municipal de Trabalho, Marcos Jaron, destacou que, dentro de 15 a 20 dias, o Sine Teresópolis deve iniciar o projeto “Sine Itinerante”. A ideia é levar o atendimento feito pelo programa para Segundo e Terceiro Distritos. Entre os serviços prestados pelo Sine estão captação de vagas e encaminhamento para entrevistas em empresas, emissão da Carteira de Trabalho e entrada no Seguro-Desemprego.

Carteiras de trabalho nos Correios
O Ministério do Trabalho e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos vão firmar, nos próximos dias, acordo de cooperação técnica para emissão da carteira de trabalho e previdência social nas unidades da empresa. Pelo acordo, o projeto piloto será implantado nos próximos 30 dias no estado de São Paulo. Segundo o secretário executivo substituto do Ministério do Trabalho, Admilson Moreira, a iniciativa tem o objetivo de descentralizar a emissão da carteira de trabalho manual e informatizada e de levar o serviço para mais perto da população. “O propósito da parceria é oferecer um serviço mais ágil e acessível ao trabalhador”, disse Moreira.  O serviço de emissão de carteiras está disponível nas unidades ligadas ao Ministério do Trabalho e em unidades descentralizadas espalhadas pelo país, por meio de parcerias com estados e municípios. A rede conta com cerca de 2,1 mil postos de atendimento.


 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Turismo: Aumenta o número de prestadores de serviço cadastrados

Segurança revitaliza pintura da sinalização de trânsito em cinco bairros

Vacinação para professores está mantida

Sine divulga 119 oportunidades de emprego em Teresópolis

Liberado o edital para o Vestibular Cederj em Teresópolis

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy