ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Teresópolis, a cidade das drogarias e farmácias

Data: 27/08/2018

A Avenida Delfim Moreira é a mais disputada no ramo de drogarias. São 15 em funcionamento, além de mais uma farmácia homeopática. Nas proximidades, mais algumas lojas do mesmo tipo. No encontro com a Duque de Caxias, nova drogaria está sendo montada

Marcello Medeiros

Teresópolis já foi a Cidade dos Festivais e ostenta o título de Capital Nacional do Montanhismo por conta das nossas belezas cênicas e a importância das conquistas realizadas por aqui para a história desse esporte. Mas, em um futuro não muito distante, pode passar a ser conhecida também como “cidade das drogarias e farmácias”. Basta uma passada rápida somente na região central para constatar que é cada vez maior o número de estabelecimentos desse tipo, com grandes redes chegando a ter três lojas na mesma rua. Nesta sexta, a reportagem do jornal O DIÁRIO e DIÁRIO TV percorreu apenas três das muitas vias da Várzea para um realizar um levantamento já pensado pelo teresopolitano que tem percebido a ampliação desse tipo de comércio. Somente na Lúcio Meira, Feliciano Sodré e Delfim Moreira, são 29 estabelecimentos de portas abertas vendendo não só medicamentos, mas produtos de limpeza e diversos itens de perfumaria.
A recordista em número de lojas é a Delfim Moreira, onde são 15 drogarias, além de uma farmácia homeopática – que não foi contabilizada no número acima. Com ela, que também tem direito a vaga demarcada para seus clientes, apesar de não comercializar produtos de uso emergencial, são 30 somente nessa estreita via. Em um campo de visão apenas é possível enxergar quatro lojas... Muitos concorrentes, com portas quase lado a lado na disputa pelos clientes.
Em seguida vem a Avenida Lúcio Meira, com mais 15 drogarias. Na Feliciano Sodré, outras seis lojas. Nesta sexta-feira, inclusive, aconteceu a inauguração de uma delas com direito a atrações culturais e distribuição de guloseimas. Falando em novas lojas, mais uma será aberta em breve na Delfim Moreira, próximo ao encontro com a Duque de Caxias e a menos de dez metros de outras quatro. Na mesma avenida, recentemente foi inaugurada uma loja nas proximidades do cruzamento com o Parque Regadas.
Em relação às grandes redes, duas disputam a preferência do consumidor. Conceito e Original têm cinco lojas cada – somente nas três ruas pesquisadas pelo DIÁRIO. FTB tem três e com duas a Central e Ame Popular. Partindo para os bairros, esse número muda. 

Estacionamento
Cada farmácia ou drogaria que abre as portas representa uma ou mais vagas a menos no trânsito. Se o estabelecimento for pequeno, tem direito a demarcar um local para parada emergencial, de 15 minutos, na frente da sua porta. Algumas lojas, porém, têm optado em recuar os balcões e criar na parte da frente locais para os clientes deixarem seus carros, o que implica na redução de duas ou três vagas em avenidas como Lúcio Meira e Feliciano Sodré.
Uma observação em relação a essa situação vai além dos endereços pesquisados nesta sexta-feira. Na Avenida Presidente Rooselvelt, um estabelecimento inaugurado recentemente marcou três vagas para públicos específicos na calçada em frente, instalando ainda grandes e esteticamente feias placas sinalizando a “propriedade”. Com a palavra, as secretarias municipais de Fazenda (Setor de Posturas) e Segurança Pública.

Empregos
Outro fator que deve ser considerado é a ampliação do número de vagas de emprego para balconistas e outros profissionais, como farmacêuticos. Teresópolis possui um curso na área, oferecido pelo Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), de onde saiu grande parte dos responsáveis pelos estabelecimentos no município.

Drogaria e farmácia
Existe uma diferença entre os dois tipos de comércio. A drogaria é um estabelecimento de dispensação e comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais. Entende-se por dispensação o ato do farmacêutico que consiste na substituição de um medicamento por outro que foi prescrito, bem como na orientação sobre a sua respectiva dosagem, interação com outros medicamentos, possíveis reações adversas e cuidados com a conservação e armazenamento do produto.
Já a farmácia é um estabelecimento de manipulação de fórmulas magistrais e oficinais, de comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, compreendendo o de dispensação* e o de atendimento privativo de unidade hospitalar ou de qualquer outra equivalente de assistência médica.


 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil

Governo realiza ações preventivas a surgimento de manchas de óleo

Prefeitura do Rio recorre à Justiça para encampar a Linha Amarela

PM flagra tráfico em casa onde foi registrado homicídio

Enem teve 27,19% de ausentes, menor taxa desde 2009

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ