ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Servidores comemoram abertura de processo contra Tricano

Data: 10/11/2017

Mais um dos vários dias em que os servidores públicos municipais se aglomeraram em frente ao Palácio Teresa Cristina para protestar contra o governo Tricano. Categoria comemorou abertura de CP contra o licenciado prefeito - Foto Marcello Medeiros

Marcello Medeiros

Dia 09 de novembro de 2017. Mais um dos vários dias em que os servidores públicos municipais se aglomeraram em frente ao Palácio Teresa Cristina para protestar contra o governo Tricano. Dessa vez, porém, a manifestação na Avenida Feliciano Sodré “teve um gostinho diferente”. Ao final do movimento, a notícia que a Câmara de Vereadores havia aprovado a abertura de Comissão Processante contra o empresário do ramo hoteleiro e imobiliário, que enquanto desfruta de licença para cuidar dos seus muitos negócios, não paga os salários da categoria há quase três meses. “Não é uma vitória só do servidor público, mas de toda a cidade. Quando o servidor não recebe, o comércio também é prejudicado e caminha para falir. E temos também outros problemas que afetam a todos, sem iluminação pública, sem saúde, sem obras... E cadê o dinheiro? Ninguém sabe onde vai parar. É uma luta de toda a sociedade, que poderia estar apoiando mais nosso movimento se as sessões da Câmara acontecessem à noite. Se fosse à noite teria mais de 15 mil pessoas, pode apostar, porquê há uma insatisfação geral com o governo Mário ‘Tirano’, de tirania, de ditadura, de ameaça e sem pagar o servidor. Assim como somos ameaçados e sofremos assédio, sabemos que a população também sofre, como motoristas de táxi, como o pessoal da Feirinha... Esse é um governo de tirania”, pontuou Andréa Pacheco, Presidente do Sindicato de Servidores Públicos Municipais.
Em entrevista ao jornal O DIÁRIO e DIÁRIO TV, ela falou ainda sobre nota emitida pelo governo municipal esta semana informando que, ao divulgar a falta de recursos para fechar a folha de pagamento de 2017, o SindPMT estaria causando pânico ao servidor. “Quem amedronta o funcionário público é quem não paga. O que o Sindicato alerta é que o funcionário não terá dinheiro no fim do ano nem para comida. Sabemos que natal do servidor não vai ter nem rabanada. Se o governo acha que estamos errados em fazer esses alertas, é só pagar nossos salários”, enfatizou.

Situação da educação
Com três meses sem receber, fora os benefícios em aberto, os servidores públicos municipais estão há mais de um mês em greve. Nesta quinta-feira, Andréa Pacheco explicou ainda como fica a situação da educação, categoria que acaba não aderindo totalmente por conta da obrigatoriedade de reposição de aulas para finalizar o ano letivo. “A greve continua forte! O que a gente tem que explicar é que no caso da educação é um pouco diferente, que eles não podem aderir totalmente por causa de reposição de aulas. Inclusive vamos ter assembleia específica para tomar medidas no dia 22, para saber como vão fazer se não tiverem salários quitados. Legalmente, tenho manter trabalhando 70% da educação e 75% da saúde, mas o restante está todo mundo em greve. Infelizmente não é o que o servidor quer, mas precisa do salário, pagar contas, receber o 13º, tudo em dia. Já estamos nisso há um ano e dois meses e nenhuma solução tivemos, sendo que hoje sequer respondem nossos ofícios... Mas vemos que estão pagando amigos, fornecedores, dívidas do Arlei cassado...  Então ficaremos de greve até quando o servidor quiser”, reforçou. 
Também nesta quinta-feira foi decidido que um grupo de funcionários montará acampamento em frente ao Palácio Teresa Cristina, ficando no local “até que o prefeito seja cassado pelos vereadores”, o que, segundo a CP, deve acontecer até 9 de dezembro. Nova manifestação está marcada para esta sexta-feira, com saída a partir das 10h da Calçada da Fama, na Várzea.


 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Após acidente, Rapper MBrum divulga mensagem nas redes sociais

Turismo Cervejeiro atrai visitantes e fomenta a economia local

Projeto quer quebrar exclusividade das concessionárias de gás canalizado no estado

MP recomenda a demolição de casas construídas irregularmente

Parque Montanhas terá evento para marcar início da Primavera

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy