ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Rua afunda e "engole" caminhão em Santa Cecília

Data: 19/09/2019

O veículo de carga seguia para entrega na direção do bairro de São Pedro e ficou preso em grande buraco causado pelo rompimento do sistema de manilhas - Marcello Medeiros

Um caminhão baú VW 10-160, de uma empresa do município de Seropédica, Rio de Janeiro, ficou danificado após a frente afundar na Rua Tietê, próximo ao encontro com a Paulo Lóssio, no bairro de Santa Cecília, na manhã desta quarta-feira (18). O veículo de carga seguia para entrega na direção do bairro de São Pedro e ficou preso em grande buraco causado pelo rompimento do sistema de manilhas depois que um cano d´água teria estourado. Além do grande susto aos ocupantes do Volks – e prejuízo para a empresa em relação a parte mecânica e atraso no serviço previsto para Teresópolis – o que chamou a atenção na situação é que havia um remendo asfáltico novo exatamente no local onde foi registrada a situação e, segundo moradores, esse foi o terceiro caso do tipo somente nos últimos dias.
Foi necessária a utilização de uma espécie de guincho para puxar o caminha para cima e, depois para fora da direção da cratera. Foram mais de duas horas até conseguir um veículo especializado para resolver a situação, comprometendo a entrega do envolvido, como citado acima, e o trânsito no local. Uma equipe da Guarda Civil Municipal foi acionada para controlar o fluxo até que a situação fosse resolvida, tendo como objetivo evitar colisões com o caminhão e acidentes com estudantes de estabelecimento de ensino próximo, o Centro Educacional Helena de Paula Tavares (CEHPT).

Problema se arrasta
O afundamento do sistema de manilhas na Rua Tietê não é nenhuma novidade. Entra prefeito e sai prefeito e a situação se repete anualmente por conta da antiga e precária rede, que não suporta o grande volume de água no período de chuvas. Dessa vez, não foi preciso nem encher a caixa de passagem sucumbir. A via em questão tem grande importância porque liga os bairros de Santa Cecília e Alto ao populoso São Pedro, evitando que grande volume de veículos precise atravessar a região da Várzea ou cruzar comunidades com vias mais estreitas para chegar a um ponto ou outro.
Porém, apesar de tamanha complexidade e grande fluxo de veículos de todo o tipo, nenhuma grande intervenção foi realizada no local nos últimos anos – seja no sistema de captação de água da chuva e também esgoto ou mesmo o calçamento, cada vez mais precário. Em meados do ano passado a situação ficou tão crítica que moradores instalaram diversas placas criticando o abandono por parte da prefeitura e informando o grande gasto com oficinas mecânicas por conta das crateras ao longo das principais vias de Santa Cecília.

 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prefeitura de Teresópolis libera reabertura dos parques

Anticorpos contra covid-19 duram pelo menos sete meses, mostra estudo

Aos 80 anos, Pelé é homenageado pela Fifa

Eleições: PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

Estado repassa mais R$ 371 milhões para as prefeituras fluminenses

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy