ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Risco de graves acidentes em estrada no interior

Data: 27/08/2019

Barranco cedeu em direção ao curso d´água, há rachaduras na borda e nenhum tipo de placa indicando que os motoristas devem evitar passar na margem direita ? no sentido Sebastiana

Uma das rotas mais utilizadas por produtores rurais da região de Sebastiana, a BR-492, que liga duas importantes rodovias que cortam nosso município, a RJ-130 e a BR-116, oferece grande risco aos motoristas nas proximidades da famosa Cachoeira de Campanha. Alguns trechos da estrada cederam em direção ao Rio dos Frades, não havendo sequer sinalização indicando os graves problemas, que acontecem antes e depois do acesso ao atrativo turístico. A situação já se arrasta há algum tempo, mas está evidente nesse momento por conta da estiagem e redução do volume da vegetação nas margens da estreita pista – que antes escondia os riscos. 
Há pequenos desmoronamentos um pouco antes da entrada da cachoeira, muito procurada no período de Verão, no lado direito sentido Sebastiana. Porém, o ponto que mais preocupa moradores da região fica no trecho de curva logo depois do acesso ao ponto procurado para banho. Uma parte maior do barranco cedeu em direção ao curso d´água, há rachaduras na borda e nenhum tipo de placa indicando que os motoristas devem evitar passar na margem direita. Em caso de passagem de um caminhão – veículo muito comum naquela área – e mesmo um carro de passeio, quem estiver na margem ao lado do rio corre grande risco. Se tombar, o veículo irá capotar em um barranco com grande inclinação e terminar dentro d´água, além de consequentemente acontecer choque com as pedras.

Alguns trechos da estrada cederam em direção ao Rio dos Frades, não havendo sequer sinalização indicando os graves problemas nas proximidades da Cachoeira de Campanha

Além de muitas lavouras, estão ainda naquela região produtores de compotas, um haras e até um dos acessos de hotel de propriedade de um ex-prefeito de Teresópolis, local que recebe grande número de turistas em todos os finais de semana. Com a chegada do período de chuvas, em breve, a tendência é que os trechos em questão cedam ainda mais por conta da força da água do Rio dos Frades. Outro ponto que precisa ser observado é o grande volume de visitantes em Campanha na estação mais quente do ano, pessoas que irão correr grande risco de acidentes caso não seja realizada nenhuma intervenção.
Nesta segunda-feira (26), entramos em contato com o DER – Departamento Estadual de Estradas de Rodagem, que tem jurisdição em algumas rodovias da região mesmo com a indicação de “BR”. Porém, nesse caso, segundo informado pela Assessoria de Comunicação do órgão, a 492 é de responsabilidade do DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre. Fizemos contato com a Assessoria Comunicação do DNIT em Brasília e também com representante do polo da região. Porém, não obtivemos nenhum tipo de resposta até o fechamento desta edição.
A BR-492 tem início nas proximidades do quilômetro 22 da Teresópolis-Friburgo e segue por aproximadamente 20 quilômetros até a BR-116, a Rio-Teresópolis x Além Paraíba, na área de Ponte Nova. Apenas um trecho, no lado da RJ-130, foi asfaltado e sinalizado. Todo o restante tem calçamento em barro e pedras, intransitáveis no período chuvoso.

DER-RJ une forças com municípios
O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) assinou na última semana três novos convênios de cooperação técnica com municípios fluminenses. As parcerias foram firmadas com as prefeituras de São João de Meriti e Mesquita, ambas da Baixada Fluminense, além de Porto Real, cidade da Região do Médio Paraíba. Os acordos serão estendidos, futuramente, para o maior número possível de localidades. Nesta segunda-feira (26), foi a vez de Teresópolis assinar, representando, este ano, o oitavo governo municipal contemplado com o benefício da nova gestão do DER-RJ, presidida pelo engenheiro Uruan Cintra de Andrade.
Os convênios preveem a delegação, para os governos municipais, de serviços que contribuam para a melhoria da malha viária localizada nos limites das cidades parceiras. Em contrapartida, o órgão estadual ficará responsável, num primeiro momento, por aprovar os projetos, apresentados pelos prefeitos, e por fiscalizá-los, além de prestar assessoria técnica a todos. “Fazer parcerias é uma meta nossa, aqui, no DER. Ninguém governa sozinho. Só com a união de forças de todos, conseguiremos reerguer o estado do Rio e devolver dignidade à nossa população. Essa é a intenção clara do governador Wilson Witzel e do vice-governador Cláudio Castro. Já estamos virando o jogo também nas nossas estradas estaduais”, afirmou Uruan. 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bombeiros encerram buscas em prédio que desabou na Baixada Fluminense

Academia de Letras volta com atividade presencial no Dia da Cultura

Exigência de máscara e comprovante de vacinação para entrada no Fórum

FIRJAN: A gestão em Petrópolis e Teresópolis

Presidente Bolsonaro afirma que governo não interferirá em preços

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy