ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Quem trabalhou no primeiro turno está convocado para domingo

Data: 26/10/2018

Pedro Oliveira e Roberto Branco, Chefes dos cartórios da 195ª e 38ª Zonas Eleitorais, lembram que voluntários e convocados no primeiro turno devem comparecer no mesmo horário de trabalho para o segundo turno - Marcello Medeiros

Marcello Medeiros

Faltam apenas dois dias para decidir os destinos do país e do estado do Rio de Janeiro pelos próximos quatro anos. Porém, mesmo tão perto do segundo turno das Eleições 2018, e já tendo passado por uma votação três semanas atrás, escolhendo ainda deputados e senadores, muita gente ainda tem dúvidas em relação ao pleito que será realizado neste domingo. Um dos questionamentos ainda em aberto para muitos teresopolitanos é em relação aos que geralmente são convocados para trabalhar voluntariamente no processo. Para esclarecer essas e outras dúvidas, nesta quinta-feira estivemos nos cartórios da 38ª e 195ª Zonas Eleitorais, na Rua Alice Maria Regadas. “Conforme já foram notificados no primeiro turno, todos devem comparecer para trabalhar no segundo turno. Não houve alteração e a relação divulgada já no primeiro turno vai se manter, inclusive a parte do quarto mesário que seria o primeiro secretário. Todos devem comparecer à mesa receptora no domingo, no mesmo horário anterior, e lá o presidente vai designar as funções de cada um”, explica Roberto da Rocha Branco, Chefe de Cartório da 38ª Zona Eleitoral.
As eleições deste ano mobilizam cerca de dois milhões de mesários em todo país. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a metade desse pessoal se ofereceu para o trabalho de maneira voluntária. Para atuar como mesário, o escolhido recebe treinamentos específicos e orientações de técnicos da Justiça Eleitoral, que o prepara para atuar no dia das eleições. A cada eleição, a Justiça Eleitoral convoca eleitores maiores de 18 anos e em situação regular para atuar no dia da votação. A convocação exclui candidatos e seus parentes, ainda que por afinidade, até o segundo grau, e seu cônjuge; membros de diretórios de partidos políticos, desde que exerçam função executiva; autoridades, agentes policiais e funcionários no desempenho de funções de confiança do Executivo; e funcionários do serviço eleitoral.
O mesário é o representante da Justiça Eleitoral na seção de votação. Cabe a ele receber e identificar os eleitores – seja pela verificação de documentos e coleta de assinaturas, seja pela verificação biométrica –, compor as mesas de votos e justificativas, fiscalizar e desempenhar tarefas logísticas e de organização da seção para a qual foi designado. O eleitor que atua como mesário tem direito à dispensa do serviço pelo dobro de dias e ao desempate em concursos da Justiça Eleitoral, quando prevista essa possibilidade no edital. Em Teresópolis, aproximadamente 1.700 pessoas irão trabalhar no segundo turno das eleições, sendo 890 pela 195ª e 760 pela 38ª Zona Eleitoral.

Situação do eleitor
Roberto Branco esclareceu ainda a dúvida dos eleitores sobre aqueles que deixaram de votar no primeiro e turno e pretendem cumprir a obrigação prevista para este domingo. “Quem não votou no primeiro pode ir normalmente à seção eleitoral para votar para presidente e governador. Não há impedimento nenhum. Só pedimos que depois das eleições a pessoa venha aos cartórios para regularizar situação eleitoral em relação ao primeiro turno, de forma que não fique pendente, com muita eleitoral que futuramente pode dar algum problema para ela. Assim que for aberto o sistema do Cadastro Nacional de Eleitores vamos pode regularizar essas situações”, pontuou.

Horário normal de votação
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desmentiu notícia que circula nas redes sociais que diz que as urnas eletrônicas estão equivocadamente programadas de acordo com o horário de verão que, neste ano, foi adiado para novembro, em vez de iniciar em outubro. Segundo a postagem, as urnas não computariam os votos de antes das 9h nem os coletados após as 16h. A mensagem pede aos eleitores para atentarem a essa programação equivocada das urnas, de forma a terem seu voto considerado.  Por meio de sua conta no Twitter e em sua página oficial na internet, o (TSE desmentiu o boato. “Atenção, eleitor! O horário de verão só começa em novembro. É FALSA a afirmação de que as urnas eletrônicas estão programadas para funcionar em horário diferente neste domingo (28) de eleição”, esclarece a Justiça Eleitoral. “Por conta dessa possível situação, justamente, que o TSE pediu que fosse mantido o horário normal até após as eleições, evitando problemas com fuso horário. Então, será mantido o horário normal, das 8h às 17h, da forma tradicional”, atenta Roberto. As urnas que serão utilizadas no domingo já estão no Ginásio Poliesportivo Pedro Rage Jahara, o Pedrão. O TRE em Teresópolis funciona na Rua Alice Maria Regadas e atende das 11h às 19h.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Seleção Brasileira em Teresópolis no próximo dia 27

Maio Amarelo: Governo alerta para a segurança no trânsito fluminense

Teresópolis tem 660 motoristas de aplicativo

Nova sede da OAB homenageia ex-presidente Sidley Fernandes Pereira

A importância da Consultoria de Imagem para homens e mulheres

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy