ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Queimadas destroem grandes áreas na Teresópolis-Friburgo

Data: 28/07/2020

Fogo pode causar a extinção de nascentes, empobrecimento de solo e consequentemente aumento do risco de deslizamentos de terra e atingir diretamente residências e outros bens materiais - Divulgação DBM

Nesta segunda-feira, 27, equipes do Corpo de Bombeiros de Teresópolis, lotadas no 16º GBM no Destacamento de Bonsucesso tiveram que se desdobrar para atender duas grandes ocorrências de queimadas em áreas de floresta e pastos vizinhos à rodovia RJ-130, a Teresópolis-Friburgo. Os focos de incêndio criminosos tiveram início na parte da manhã e, até o fechamento desta edição, ainda não haviam sido controlados devido à complexidade de acesso dos locais afetados. A previsão é que nesta terça-feira seja utilizada uma aeronave da corporação no combate, helicóptero que só não foi acionado imediatamente porque já estava em ação em outro grande desastre ambiental causado pela pesada mão do homem na localidade de Vale das Videiras, Araras, Petrópolis. Os focos de Teresópolis destroem fauna e flora no Imbiú e Boa Fé, no Terceiro Distrito, regiões que vivem basicamente da agricultura e têm muito a ganhar com o turismo ecológico, ou seja, devido ao crime praticado no início da semana estão sendo duramente afetadas muito além do que se vê diretamente com as chamas e fumaça intensas. No caso do Imbiú, agentes do DBM 2/16 conseguiram identificar dois homens apontados como responsáveis pelo incêndio após colocarem fogo em lixo. Equipes da Polícia Militar e UPAM Três Picos foram acionadas para dar apoio à ocorrência e encaminhar os detidos para a 110ª Delegacia de Polícia para autuação pelo crime ambiental.
Nesse período de estiagem, tempo e vegetação extremamente secos, qualquer fagulha pode virar um incêndio sem controles e responsável por um prejuízo enorme não só para fauna e flora, mas para a qualidade de vida do homem: O fogo pode causar a extinção de nascentes, empobrecimento de solo e consequentemente aumento do risco de deslizamentos de terra e atingir diretamente residências e outros bens materiais.
Apesar dos danos causados nesta segunda-feira, a situação nas localidades do Terceiro Distrito está melhor do que em anos anterior graças ao trabalho dos bombeiros militares do Destacamento de Bonsucesso. Após a operação “Dia D contra as queimadas ilegais”, realizada recentemente, o grupamento ativou a “Operação Visibilidade”, que consiste em deslocar uma viatura para pontos estratégicos da área operacional do DBM 2/16, com maior índice de focos de fogo em vegetação e baseá-la no horário de maior incidência no ponto em que se consiga visualizar com facilidade grande área da região escolhida. “Desta forma, os militares conseguem avistar o início da queimada ilegal e chegar ao ponto do foco em tempo hábil de constatar o flagrante. Durante dois dias da operação foram constatados seis flagrantes de crime ambiental, tendo como tempo resposta menos de cinco minutos após o início da queimada”, explica o Tenente Salgueiro.
Importante lembrar que é proibido queimar lixo ou fazer limpeza de pastos com fogo, situações que podem gerar problemas como os registrados nesta segunda-feira, além de até três anos de cadeia para que for flagrado praticando tais atos. Denúncias sobre esse tipo de crime ambiental podem ser passadas diretamente para o telefone 193.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

HCTCO inaugura serviços de hemodinâmica e de cirurgia cardíaca

Simone Jatobá avalia jogo-treino da Seleção Feminina Sub-17

CRAS Meudon entrega doações da campanha de inverno

Iniciado levantamento sobre infestação do mosquito Aedes aegypti

Teresópolis confirma Imunização para pessoas com 32 e 33 anos

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy