ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Próxima Jornada Diocesana da Juventude será em Teresópolis

Data: 31/07/2018

Dom Gregório Paixão afirmou que a Diocese está de portas abertas para juventude, anunciando Teresópolis como sede da próxima JDJ - Divulgação PasCom

A terceira edição da Jornada Diocesana da Juventude (JDJ) acontecerá em 2021 e será no Decanato Santa Teresa (Teresópolis). Foi com este anúncio que Dom Gregório Paixão (OSB), Bispo da Diocese de Petrópolis, encerrou a JDJ/2018, que aconteceu entre os dias 26 e 29 de julho, no Decanato São José de Anchieta, em Magé, reunindo na missa de encerramento, mais de oito mil pessoas. “A Jornada foi um grande encontro, quando cada jovem teve a oportunidade de experimentar o encontro pessoal com Jesus Cristo. Foi tudo perfeito e a participação dos jovens durante os quatro dias foi muito boa e vivemos momentos de grande espiritualidade, mostrando para o mundo o testemunho destes jovens que fizeram a opção por Jesus Cristo”, afirmou o bispo.
Dom Gregório Paixão disse que todos os momentos foram importantes e com toda certeza tocaram os jovens e voluntários que estavam trabalhando. Mas, o bispo destacou a Via Sacra com a procissão luminosa, que segundo ele foi de grande emoção, podendo perceber no rosto de cada jovem a emoção. “Foi surpreendente, ver os jovens e voluntários emocionados, muito chorando. De fato, foi uma beleza única, vivida naquele momento quando percebemos e compreendemos o amor de Cristo e o verdadeiro sentido da comunhão entre irmãos”, afirmou Dom Gregório frisando que cada momento da JDJ foi uma experiência única na vida de todos, como o momento de penitência no Poço Bento, a adoração ao Santíssimo Sacramento, o momento Mariano e o festival da juventude.
De acordo com os coordenadores, foram mais de 700 jovens de todas as paróquias da Diocese, além de estarem presentes representantes de outras regiões do estado do Rio. “Esta segunda Jornada foi uma grande graça. Vimos a reação dos jovens que vieram conviver estes dias com Jesus Cristo e a certeza que estão preparados para realizar um trabalho missionário. São muitos jovens reunidos aqui vivendo a alegria deste encontro com Cristo e me sinto muito feliz por conviver estes dias com os jovens”, afirmou o bispo.
Dom Gregório Paixão afirmou que a Diocese está de portas abertas para juventude e que cumpram em suas vidas o que diz o tema da Jornada: sejam corajosos, firmes na fé e não tenham medo de viver no mundo a alegria de estar junto a Cristo. Para o bispo diocesano a Jornada foi muito mais do que um evento, foi o encontro de pessoas que se amam como família, vivendo a experiência do encontro com Jesus Cristo.
Durante os quatro dias da JDJ/2018, os jovens tiveram a oportunidade de conviver de perto com cantores católicos como Dunga, Eugênio Jorge, Cosme, Colo de Deus, Márcio Pacheco, Celina Borges, Emanuel Stênio e Olivia Ferreira. A Jornada contou ainda com a participação dos cantores católicos da Diocese: Marcela Siesler, Eder Souza, Jorge Mongó e tantos outros. Eles proporcionaram aos jovens momentos de grande beleza espiritual, lazer e música, levando todos a manifestar a alegria de Jesus Cristo.
A jovem Sabrina, coordenadora do grupo de Formação de Adolescente Cristão (FAC) da Paróquia Nossa Senhora de Piedade, disse que a experiência da JDJ/2018 foi muito importante, principalmente a convivência com pessoas de outras paróquias e quer levar esta experiência da comunhão para o trabalho com os adolescentes do FAC. Isabela Tedesco, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Piabetá, disse que a JDJ tocou o seu coração desde a primeira jornada, que aconteceu em 2015 em Petrópolis. “Quis reviver toda aquela experiência novamente e por isso me escrevi para participar desta jornada. Uma coisa que aprendi nestes dias é a importância de ser caridoso, pois Cristo nos ensina o quanto é importante estar em comunhão com os irmãos, pois Jesus nos ensina que devemos ser generosos, bondosos e viver o amor verdadeiro que é Deus. Quero levar isto para minha família e para todas as pessoas com quem vou conviver”, afirmou Isabela.
A JDJ/2018 contou com muitos voluntários das paróquias do Decanato São José de Anchieta e dos movimentos e pastorais que se organizaram para ajudar durante a jornada. O cursilhista Pedro Paulo é um dos voluntários que atuou na JDJ e para ele foi uma grande alegria contribuir com a Jornada para os jovens. “É muito bom participar deste evento e ver este colorido de jovens é uma grande alegria. Todos os movimentos estão envolvidos para organizar este encontro para juventude da Diocese. Existe um lema que diz, a juventude é o futuro e aqui está a juventude, por isso é muito importante promover a evangelização”.
Padre Leonardo Santos, um dos organizadores da JDJ/2018, disse que a jornada foi uma grande graça de Deus, desde o primeiro dia até a missa de encerramento. Ele destacou o quando foi importante ver os jovens participando de todos os momentos da JDJ e na sua avaliação, a organização foi excelente e todas as dificuldades foram superadas confiando sempre em Deus e na Virgem Maria e contando com a disponibilidade de todos os envolvidos. “Viver esta jornada junto com os jovens foi renovar a alegria que existe dentro de nós e por isso vale a pena todos os esforços para proporcionar momentos como este em nossa Diocese”, afirmou Padre Leonardo.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Vacinas Covid-19: AstraZeneca e Pfizer têm efetividade confirmada na redução de hospitalizações

Covid-19: adultos são fonte de infecção mais comum que crianças

Latinos viajam aos Estados Unidos em busca de imunização

Novos dados confirmam rejuvenescimento da pandemia

Fiocruz produz 40% das vacinas contra a Covid-19 no Brasil

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy