ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Previsão de pedágio também na Teresópolis-Itaipava

Data: 22/01/2020

Atualmente sob responsabilidade do DNIT, rodovia que liga Teresópolis ao distrito petropolitano pode receber melhorias e, consequentemente, cancelas de pedágio em breve

Luiz Bandeira

Conforme informamos na edição do último fim de semana, em 2020 teremos muitas novidades na concessão à iniciativa privada de rodovias federais e estaduais em nossa região. Pra começar, este será o último ano de contrato da Concessionária Rio-Teresópolis (CRT), que desde março de 1996 administra 142 quilômetros da Rodovia Santos Dumont (BR-116) e cujo contrato termina em 2021. O que virá com a nova concessão ainda não está definido, mas o que nossa reportagem apurou com funcionários da empresa é que está praticamente certo na nova licitação administrar mais de 700 quilômetros, onde serão incluídos no contrato o Arco Metropolitano e a Rodovia Magé-Manilha (BR-493). O que mais preocupa aos moradores do Segundo Distrito de Teresópolis, é que a nova gestão reative um pedágio ainda dentro dos limites do município. Outra novidade é a inclusão da Teresópolis-Itaipava (BR-495), no novo contrato de concessão da (BR-040) Rio de Janeiro-Juiz de Fora. Os estudos para a elaboração do edital de licitação estão em andamento e a previsão, segundo o Ministério de Infraestrutura é que estejam concluídos em fevereiro.
A estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues, que tem início em Quebra-Frascos e segue até Itaipava, distrito de Petrópolis, se estende por 33,4 quilômetros sinuosos com pouco ou nenhum acostamento, exigindo muita atenção dos motoristas, pois praticamente não há pontos de ultrapassagem. Tanto que há cerca de quatro anos a Firjan, Federação das Indústrias do Estado Rio de Janeiro, apresentou uma agenda de desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro que previa, entre outras ações essenciais, a duplicação da rodovia como forma de melhorar o acesso entre os municípios e entre as regiões Centro-Norte e Serrana. Ainda não foi informado se a concessão BR-040/BR-495 terá que realizar tal obra.
Se todo o processo legal for concluído dentro do prazo estabelecido, em 2021 teremos muitas rodovias pedagiadas em nossa região. Em matéria recentemente publicada no Jornal O Diário, destacamos também a concessão de rodovias estaduais que compõe o eixo Noroeste do Estado com previsão de implantação de pedágios nos municípios de Bom Jesus do Itabapoana, Santo Antônio de Pádua, Cantagalo e Guapimirim. O processo de concessão está em faze de estudos técnicos e audiências públicas com o objetivo de colher contribuições para a realização do edital. Uma das rodovias que serão tarifadas compreende um trecho de grande interesse aos teresopolitanos que costumam procurar um caminho alternativo às praias da Região dos Lagos, a RJ-122 que liga Guapimirim a Cachoeiras de Macacu, onde há previsão de instalação de uma praça de pedágio no quilômetro 11.

 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prefeitura de Teresópolis libera reabertura dos parques

Anticorpos contra covid-19 duram pelo menos sete meses, mostra estudo

Aos 80 anos, Pelé é homenageado pela Fifa

Eleições: PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

Estado repassa mais R$ 371 milhões para as prefeituras fluminenses

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy