ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Prefeitura promete intervenções no Vale do Paraíso

Data: 11/10/2018

A secretaria de Turismo informa que está elaborando um projeto de revitalização do Mirante Roberto Silveira. O projeto prevê limpeza, pintura e paisagismo - Marcello Medeiros

Marcello Medeiros

Em resposta à reportagem publicada pelo jornal O DIÁRIO nesta quarta-feira (10), a secretaria municipal de Turismo, através da Assessoria de Comunicação da Prefeitura, explicou as ações que pretendem implementar nos atrativos turísticos do bairro do Vale do Paraíso – o Mirante Governador Roberto Silveira e a Fonte Santa Ângela. Segundo a nota, encaminhada para a redação do jornal após o fechamento da edição, o município “está elaborando um projeto de revitalização do Mirante Roberto Silveira. O projeto prevê limpeza, pintura e paisagismo. Em relação à Fonte Santa Ângela, a prefeitura estuda possibilidade de cedê-la em adoção para que seja mantida pela comunidade”.
O mirante fica no final da Avenida Delfim Moreira, encontro com a Estrada Wenscelau José de Medeiros, sendo inaugurado no dia 06 de julho de 1963, no governo Flávio Bortoluzzi. Apesar de ter sido considerado um presente para o município, nos últimos anos não recebeu a devida atenção do poder público. A cada seis meses, ou em intervalo ainda maior de acordo com o prefeito, recebe pintura e capina. Mas bastam apenas alguns dias para que os pichadores voltem a rabiscar suas indecifráveis e criminosas marcas, o que mostra que é preciso muito mais do que passar tinta branca nas paredes para evitar a depredação do patrimônio público.
Permitir a criação de grafites com temas relacionados ao turismo local poderia ser uma solução. A instalação de um ponto base da Polícia Militar ou sistema de câmaras também auxiliariam no combate ao porco e ilícito ato, muitas vezes praticado até por jovens de classe média alta. Maior movimentação ou controle também auxiliariam a diminuir a utilização do terreno localizado abaixo como banheiro ou depósito de lixo.

Pichação é crime
Nunca é demais lembrar que pichação é considerada vandalismo e crime ambiental, nos termos do artigo 65 da Lei 9.605/98, a Lei dos Crimes Ambientais, que estipula pena de detenção de três meses a um ano, além de multa, para quem pichar, grafitar ou qualquer meio conspurcar edificação ou monumento urbano.

 

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jovens vão auxiliar a Guarda Municipal usando bicicletas

Dodge diz ao Supremo que Lula não pode conceder entrevistas na prisão

Campanha para descarte correto de medicamentos

Campanha de renegociação de dívidas continua na PMT

Posto de Saúde de Araras recebe ação do Outubro Rosa

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ