ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Prefeitura investe R$ 1 milhão e 300 mil para informatizar a Saúde

Data: 20/02/2019

Teresópolis terá controle de estoque de insumos e medicamentos de forma única em todas as unidades

Devido a crise da saúde no município de Teresópolis, um contratação chamou atenção. Enquanto a Prefeitura licitou pouco mais de R$ 900 mil de previsão de remédios para UPA, governo contratou empresa para "informatizar a saúde" com o valor estimado de quase R$ 1 milhão e 300 mil. O Diário de Teresópolis entrou em contato com o governo municipal que respondeu da seguinte forma:

Resposta da Prefeitura sobre contratação de sistema para saúde

Sobre o Registro de Preços, pelo período de 12 meses, para prestação de serviços de instalação, parametrização, adequação, implantação, treinamento, suporte, manutenção e fornecimento de atualizações dos sistemas de gestão de saúde, com o valor estimado de R$ 1.298.000,04, cujo pregão presencial foi realizado no dia 15/02, a Prefeitura de Teresópolis esclarece que:

- O principal objetivo desse Registro de Preços é a informatização e modernização do sistema de gestão de saúde no município.

- A informatização vai facilitar a marcação de consultas; diminuir o tempo de espera por exames complexos; agilizar o atendimento na UPA; melhorar o fornecimento de medicamentos; otimizar as internações; ajudar a evitar desperdícios.

Veja os principais tópicos do que será possível fazer com a informatização do sistema de gestão de saúde:

• Criação do Sistema de informação da UPA – Vai possibilitar a diminuição de filas e tempo de espera dos pacientes com uma classificação/triagem mais ágil; melhoria dos protocolos das prescrições (com economia de medicamentos e insumos) e das solicitações de exames (com economia em exames e transporte desnecessários);

• Criação do prontuário eletrônico - o médico terá acesso a todo o histórico do paciente, independentemente da unidade onde ele for atendido na rede municipal de saúde. Essa iniciativa aprimorará a linha de cuidado com o paciente, gerando economia em exames e medicamentos.

• Regulação de leitos hospitalares - o município terá total controle dos pacientes internados nos hospitais prestadores de serviço, gerando maior transparência nos pagamentos do POA (Plano Operativo Anual) e otimizando a utilização dos leitos, contribuindo assim para esvaziar a UPA 24 Horas.

• Padronização de solicitação de exames - o médico só pode pedir uma ressonância magnética se o paciente já tiver feito uma tomografia computadorizada e/ou exame de Raios-X, por exemplo. Isso evita a solicitação de exames em quantidade exagerada e desnecessária, gerando economia aos cofres públicos.

• Regulação de exames - o município terá total controle dos exames agendados e realizados pelos prestadores, otimizando a quantidade contratada e executada, incluindo exames pactuados com outros municípios. Além de gerar economia, melhora o atendimento à população.

• Regulação de consultas - o município terá total controle sobre a agenda dos prestadores de serviço, otimizando a quantidade de consultas contratadas, agendadas e executadas, bem como as consultas de especialidades. Além de gerar economia, melhora o atendimento à população.

• Controle de ordens judiciais - com o controle efetivo das demandas de ordens judiciais, a Gestão Municipal poderá reduzir a quantidade de dinheiro sequestrado dos cofres públicos.

• Controle de estoque de insumos e medicamentos de forma única em todas as unidades, diminuindo gastos desnecessários e otimizando a distribuição.

A Prefeitura de Teresópolis esclarece, ainda, que a saúde do cidadão é prioridade. Garantir qualidade nas ações preventivas e no tratamento das doenças de modo ágil e eficaz é o principal objetivo dessa gestão.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prefeitura de Teresópolis libera reabertura dos parques

Anticorpos contra covid-19 duram pelo menos sete meses, mostra estudo

Aos 80 anos, Pelé é homenageado pela Fifa

Eleições: PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

Estado repassa mais R$ 371 milhões para as prefeituras fluminenses

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy