ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Prefeito anuncia novidade para Saúde e mais três secretários

Data: 21/06/2018

Ex-vereador José Carlos da Estufa volta para Secretaria que esteve durante o governo Jorge Mario - Foto Arquivo

Anderson Duarte

Começa a se definir o quadro administrativo do governo Vinicius Claussen, e até esse momento são doze nomes confirmados e a certeza de ao menos mais um na Educação a ser definido nas próximas horas. Nesta quinta-feira, 21, mais quatro nomes foram anunciados pela assessoria de Claussen, e entre eles um ex-vereador, um cirurgião e dois jovens profissionais teresopolitanos para importantes setores da gestão municipal. Diferente da última lista, onde ao menos cinco secretarias foram absorvidas por apenas duas, agora nenhuma redução de pastas foi anunciada. Administração, Saúde, Agricultura e a Procuradoria Geral terão novos nomes a partir de primeiro de julho próximo.
O jovem advogado Gabriel Palatnic, de tradicional família da cidade, será o responsável por tocar a Procurador Geral do Município, uma espécie de defensor dos interesses da municipalidade em questões que envolvem o Judiciário. Sempre que a prefeitura for citada em alguma ação na Justiça, é o procurador quem vai elaborar sua defesa e vai ao Tribunal defendê-la. Também é o procurador o responsável por prestar assessoria jurídica às atividades da prefeitura, Ou seja, vai avaliar se todos os procedimentos estão de acordo com a legislação. Isso serve não só para os processos administrativos internos, mas também para os projetos de lei em que a prefeitura está trabalhando. Gabriel terá a responsabilidade de assessorar a gestão Claussen em diversas mudanças que se espera instituir, como as PPPs e outras alterações importantes.
Também muito jovem, mas com a experiência de já ter passado pelo poder público na gestão Jorge Mario, Lucas Guimarães assume a pasta da Administração Pública em meio a um caos nunca antes visto neste setor. Seguidas mudanças na gestão do Executivo e o esfacelamento das estruturas de gestão em administrações temerárias que se seguiram, deixaram na pasta um dos maiores desafios dos próximos dois anos e quatro meses. Outro anúncio que chamou a atenção foi a indicação do médico Cirurgião Mauro Henry Botner, que assume a Saúde. Assim como mostrado por nossa reportagem ao longo da semana, Vinicius Claussen avisou que pretende iniciar um ciclo de transparência, com participação da sociedade em todas as decisões administrativas. Segundo ele, a primeira medida será um choque de gestão. Também anunciou que apresentará um pacote de parcerias público-privadas em diversas áreas da administração, com ênfase na iluminação pública e turismo. Já se posicionando com relação aos novos rumos de uma secretaria estratégica e problemática, a da saúde, Claussen também avisou que será criada força-tarefa exclusiva para o sistema de saúde. Segundo ele, o vice-prefeito, Dr. Ari Boulanger, estará junto ao futuro secretário da pasta, Mauro Botner. "Essa força-tarefa irá durar enquanto a principal porta de entrada da saúde, a UPA, estiver em estado de calamidade", explica.
O ex-vereador e também ex-subsecretário da mesma pasta na gestão Jorge Mario, Jose Carlos Estufa, terá a incumbência de comandar a Agricultura. Entre as poucas novidades estão as fusões das pastas da Cultura e do Esporte com o Turismo em um único departamento e do Desenvolvimento Social com a secretaria de Trabalho Emprego e Renda, também em um único órgão. Entre os nomes, mais dois experientes executivos e outra funcionária de carreira no comando. Os anúncios desta quarta foram a servidora de carreira Cléo Jordão para a Cultura, Esporte e Turismo; o empresário Marcos Ferreira Jaron, para o Desenvolvimento Social, Emprego Trabalho e Renda, ambos já ocupantes de cargos de comando em anos anteriores; o contador Frederico Moreira Gomes, para a Fazenda e o empresário Edilberto Sebolar Machado, conhecido como Beto Calixto, para a pasta de Obras e Serviços Públicos. Estas foram as primeiras e únicas fusões anunciadas pelo prefeito Vinicius Claussen.
Com a Segurança Pública nas mãos de Marcos Antonio Da Luz, a Controladoria Geral do município com a servidora Yara Medeiros, e a pasta do Governo, Henrique Carregal, já são cinco ex-secretários de gestões anteriores indicados, e outros dos que já ocuparam cargos de subsecretarias. Também foram parte dos quadros de confiança de políticos passados o empresário Marcos Ferreira Jaron, que comanda agora o Desenvolvimento Social, Emprego Trabalho e Renda e a servidora de carreira Cléo Jordão para a Cultura, Esporte e Turismo. Até esta sexta-feira, 22, o prefeito deve anunciar todos os nomes quando participa de entrevista ao Grupo DIÁRIO. Os nomes divulgados por Vinicius Claussen não eram assim novidades absolutas no meio político teresopolitano, como se esperava de uma candidatura que promoveu ao longo de toda a campanha o discurso do novo, mas pode ser um reflexo das escolhas necessárias para que o gestor atravessa uma caminhada administrativa das mais árduas possíveis pela frente.
Como nos próximos dois anos e meio, Claussen terá que se superar para cumprir seus objetivos e deixar a casa em ordem, algumas escolhas conservadoras devem ter sido tomadas para resguardar a necessidade de vencer a maior crise política administrativa de todos os tempos. Assim como Yara Medeiros, que neste mesmo cargo já passou por gestões como a de Jorge Mario, Arlei Rosa, Márcio Catão, Cléo Jordão e Marcos Jaron, devem contribuir com suas experiências. Mesma situação de Marcos Antonio Da Luz, hoje considerado a melhor escolha do prefeito interino Pedro Gil. Também muito experiente e com resultados impressionantes nos últimos meses, Da Luz tem sido quase uma unanimidade na área. Reabriu o deposito municipal de veículos apreendidos, restabeleceu a politica de tolerância zero aos desrespeitos no trânsito da cidade e ainda promoveu mudanças estruturais significativas na Guarda Civil Municipal, maior estrutura de toda a pasta. Com muita seriedade, Da Luz mexeu em uma área antes ocupada apenas por interinos e praticamente esquecida nas ultimas temerárias gestões. Muito por conta disso, também na segurança poucas mudanças estratégicas foram adotadas pelo prefeito Claussen.
Vinicius Claussen tem falado recorrentemente que a sua primeira medida será um choque de gestão. Também anunciou que apresentará um pacote de parcerias público-privadas em diversas áreas da administração, com ênfase na iluminação pública e turismo. Talvez, dois dos nomes apresentados nesta quarta-feira tenham o intuito de promover essa mudança e choque, os novatos Frederico Moreira Gomes, da Fazenda e Beto Calixto, que assume a pasta de Obras e Serviços Públicos. Segundo o material divulgado pela assessoria do prefeito, Calixto possui muita experiência com eventos públicos já que atuou na organização da Festa do Produtor Rural de nosso município em diversas oportunidades. Como temos mostrado ao longo das últimas semanas, será necessário que uma série de mudanças e ferramentas de gestão ao novo prefeito.

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TJRJ determina que escolas se preparem para retorno, mesmo em greve

Cerca de 50% dos trabalhadores pretendem pagar dívidas com FGTS

UNIDADE GARDEN EM ALTA: Riooito registra aumento de 20% na procura

Rio de Janeiro ultrapassa 14,5 mil mortes por covid-19

Decreto Municipal que encerrou rodízio de CPF trouxe outras novidades

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy