ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Preço dos combustíveis assusta consumidores

Data: 30/04/2019

Preço do litro da gasolina aumentou cerca de R$ 0,30 centavos e causou protestos de consumidores nas redes sociais - Gilberto Oliveira

Marcus Wagner

O final de semana foi marcado pelo aumento no preço de combustíveis em Teresópolis. Com os reajustes, a gasolina passou a custar entre R$ 5,16 a 5,19 o litro na maioria dos postos da área central da cidade. Já o etanol teve uma variação maior, com o litro custando entre R$ 4,16 até R$ 4,44. Somente os chamados postos “sem bandeira” praticam preço um pouco menor.
A onda de reajustes causou uma reação em alguns consumidores que decidiram se mobilizar através de grupos em redes sociais para organizar ações de protesto.
Entretanto, quem trabalha com a comercialização de combustíveis se defende alegando que a medida foi uma reação a seguidos aumentos cobrados pela distribuidora. De acordo com Cláudio Barbosa, proprietário do posto Várzea, mesmo após o aumento, a margem de lucro em cima da gasolina continua muito pequena, ficando por volta de 10%. Ele mostrou as notas fiscais de aquisição da gasolina e do etanol para comprovar que seria inviável com os preços anteriores.
“A gente sabia que se passasse de R$ 5,00 o litro, o pessoal iria reclamar porque realmente é um absurdo, mas não tem como segurar. A nossa margem não chega nem a 10% na gasolina e ninguém sobrevive a isso, a média normal seria de 15% a 20% e o etanol disparou nos últimos dias, chegou a quase R$ 4,00. Foi apertando e chegou ao ponto que tive que tomar essa medida. Os outros acabaram acompanhando, mas não existe nada de cartel, cada um defende o seu. O fato de colocarmos o preço mais ou menos parecido vem da Petrobrás que cobra o mesmo preço de todo mundo”, explicou o comerciante.
Nas redes sociais, houve até quem acusasse os comerciantes de realizarem uma manipulação conjunta. Os organizadores querem incentivar que o consumo seja direcionado a um posto previamente escolhido com o intuito de forçar os demais a reduzirem os preços. Porém, Claudio afirma que não atualmente não tem como haver uma redução e rechaça qualquer combinação de preço com seus concorrentes. 
Algumas pessoas também fizeram comparações com preços menores praticados em outras cidades e até outros estados, sem levar em conta que os impostos cobrados no estado do Rio de Janeiro são maiores que em São Paulo e Minas Gerais, por exemplo. Cláudio afirma que dentro do estado do Rio de Janeiro a tendência é de alta em todos os municípios em poucos dias.
“Daqui a alguns dias todo o Rio de Janeiro vai passar dos R$ 5,00. Já o etanol eu acredito que deva começar a baixar nos últimos dias porque está na época de safra, apesar de ter subido nos últimos dias porque estava chovendo e não tinha como colher a cana, mas já está voltando ao normal. Eu creio que o álcool deva cair e a gente consiga vender na casa dos três reais e alguma coisa. Se baixar, eu também baixo porque é o que eu queria, pra dar volume de venda. É realmente um absurdo e assustou um pouco a população. Não existe cartel e a nota está aqui pra quem quiser ver o valor que a gente paga e o que vende”, destacou.

Pesquisa Nacional
O preço médio da gasolina no Brasil chegou na última semana a R$ 4,42 por litro, de acordo com um levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Os dados são do Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis (LPMCC). Em Teresópolis, o valor verificado está bem acima deste patamar nacional, porém vale ressaltar que existem diferentes valores de impostos que incidem sobre o combustível em cada estado.
Teresópolis também tem a média de preços acima da média nacional em relação a outros combustíveis: o etanol, considerando todo o país, chegou a R$ 2,97 e o diesel a R$ 3,54.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia

Governo prorroga até setembro prazo para alistamento militar

Segunda cidade mais populosa do RJ, São Gonçalo mantém isolamento

COVID-19: Teresópolis tem 842 casos e Prefeitura confirma mais um óbito

Covid-19: Justiça suspende autorização para cultos religiosos no Rio

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy