ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

"É possível construir um hospital municipal, mas com planejamento"

Data: 30/10/2020

Teresopolitano, criado no bairro do Salaquinho, o candidato à vice na chapa do DEM é formado em teologia, pastor, palestrante motivacional e também possui formação e pós-graduação em recursos humanos - Marcello Medeiros

Marcello Medeiros

Nesta quinta-feira, 29, foi realizada a quarta entrevista da série do Jornal O Diário e Diário TV com os candidatos a vice nas chapas que disputam o cargo máximo do governo municipal nas eleições do dia 15 de novembro. O entrevistado foi José Mário, que concorre junto com Alex Castellar pelo DEM. Ele escolheu os temas “Saúde” e “Habitação” para conversar com o jornalista Marcus Wagner, destacando, logo no início, um tema muito debatido pelos teresopolitanos nos últimos anos: A construção de um hospital municipal. “Interessante ver que estão prometendo para o povo uma coisa que sabemos que não tem como realizar. Como construir um hospital em um prédio que não é público e que tem dívidas gigantes? Para recuperar, tem que pagar as dívidas, reformar, não é nada fácil de fazer, mas algumas pessoas acabam acreditando e depois o candidato não tem como cumprir. Nós temos ideias e sabemos como fazer isso acontecer. O Alex é preparado, tem experiência de mais de 20 anos na política, e sabe que como concretizar esse planejamento. Sabemos que não se faz um hospital assim, em um ano. Acreditamos que em média dois anos, mas em outra realidade”, destacou José Mário. Ainda segundo ele, a ideia é homenagear o médico e ex-prefeito Roberto Pinto, o Robertão, falecido em 2012, com o nome do hospital municipal.
Teresopolitano, criado no bairro do Salaquinho, o candidato à vice na chapa do DEM é formado em teologia, pastor, palestrante motivacional e também possui formação e pós-graduação em recursos humanos. Em relação à saúde, destacou ainda a importância da humanização no atendimento para o público e para os profissionais do setor, além da necessidade de valorização dos técnicos em enfermagem, enfermeiros e médicos formados em Teresópolis. “Conheço muita gente que trabalha fora pela falta de oportunidades no município”, frisou, citando ainda que, no atual momento que estamos vivendo, é preciso reforçar o atendimento no setor de saúde mental. “Temos uma ideia já formatada, pronta, de implantar um centro de saúde mental, para cuidar do emocional das pessoas. Estamos diante de uma pandemia, com as pessoas dentro de casa vendo e ouvido notícias ruins, sobre mortes, muitas informações. É preciso cuidar da doença da solidão, dar um abraço, olhar, carinho”.

Investimento em habitação
“Boa parte da população de Teresópolis mora em comunidades, em favelas... Temos um projeto para executar em parceria com o governo federal para atender no mínimo 2.500 famílias de baixa renda, pessoas que estão vivendo em áreas de alto risco. Habitação é tudo. É o lugar onde você mora, que precisa ser seguro, tem acesso fácil, vários fatores para diminuir o risco de violência e outros problemas. Na semana passada estive em uma casa no Vale da Revolta onde vive uma família com seis pessoas, em uma casa que sequer tem banheiro. Como uma família pode morar em um lugar desses, sem o básico sequer? Essa é a realidade de Teresópolis quando você vai nas comunidades”, destacou José Mário. No trecho final da entrevista, o vice do DEM pontuou ainda sobre a importância de um olhar diferenciado para os produtores rurais do município. “É preciso mais projetos para a agricultura. Temos grande produção saindo de Teresópolis para o Rio de Janeiro, motoristas que estão pagando altos valores de pedágio todos os dias, esse pedágio deve sobreviver somente com o dinheiro dos caminhoneiros”, disse. A entrevista, na íntegra, pode ser vista na programação da Diário TV, no canal 4 do sistema RCA, ou em nosso canal no You Tube. 

As entrevistas
As sete candidaturas foram convocadas e receberam as instruções sobre a série de entrevistas em que devem utilizar o espaço cedido pela Diário TV para expor suas proposições para a cidade. As entrevistas serão realizadas na sede do Diário na Rua Carmela Dutra, 765, Agriões. Os candidatos a prefeito participarão de conversa de 45 minutos (três blocos de 15 minutos) e os candidatos a vice-prefeito 30 minutos (dois blocos de 15 minutos). Quanto aos assuntos que podem ser abordados, é dada liberdade aos entrevistados para que decorram sobre uma lista de temas previamente estipulados, obedecendo ao limite de três escolhas para os candidatos a prefeito e dois assuntos para os candidatos a vice-prefeito, uma para cada bloco. Ao final os candidatos terão três minutos para explanações de livre escolha. Todos os vídeos estarão disponíveis no canal do YouTube da Diário TV em até 24h após a participação.

DATAS ENTREVISTAS - CANDIDATOS A VICE
26/10 - Adriana Paganote (vice do candidato Rodrigo Koblitz) 
27/10 - Ari Boulanger Scussel Junior (vice do candidato do Vinícius Claussen)
28/10 - Gilberto Prado * (vice do candidato Geraldo Menezes)
29/10 - José Mário (vice do candidato Alex Castellar)
30/10 - Leide Aparecida Gomes (vice do candidato Luiz Ribeiro)
02/11 - Norma Lima (vice do candidato Leandro Neves)
03/11 - Sergio Luis Monteiro Sampaio (vice do candidato Pedro Gil)

* Substituído do pelo candidato Valdecir do Nascimento após a definição da ordem das entrevistas


DATAS ENTREVISTAS - CANDIDATOS A PREFEITO
04/11 - Rodrigo Koblitz PSOL
05/11 - Vinícius Claussen PSC
06/11 - Geraldo Menezes PDT
09/10 - Alex Castellar DEM
10/11 - Luiz Ribeiro PSDB
11/11 - Leandro Neves AVANTE
12/11 - Pedro Gil PATRIOTA

 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

"Temos que chegar com garra e disposição para atender o anseio da população por mudanças"

Covid-19: plano nacional de vacinação terá quatro fases

PMT promete recarregar cartão alimentação nesta quarta

Governador do Rio anuncia mega testagem e descarta mais restrições

Conta de luz ficará mais cara em dezembro

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy