ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Polícia Rodoviária apreende 250 quilos de maconha

Data: 10/07/2018

O carregamento com 250 quilos de maconha foi apreendido pela Polícia Rodoviária Federal na BR-040 - NuCom/PRF-RJ

Um carregamento com 250 quilos de maconha foi apreendido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em uma abordagem na Rodovia Washington Luiz (BR-040), em Petrópolis, na Região Serrana. A droga seria entregue na Baixada Fluminense. O motorista de um carro foi preso, suspeito de tráfico de entorpecentes. O flagrante aconteceu no final da noite de domingo (8).
Equipes da PRF faziam uma blitz na altura do km 89, quando suspeitaram do motorista de um veículo e decidiram abordá-lo. Ao abrirem o carro, viram que havia diversos tabletes espalhados pelo banco traseiro. No total, foram encontrados cerca de 250 quilos de maconha. O motorista, de 44 anos, disse ter pegado o automóvel em Minas Gerais. Ele afirmou ainda que faria a entrega no estacionamento de uma lanchonete em Nova Iguaçu. A ocorrência foi encaminhada para a 105ª DP (Petrópolis). O suspeito foi indiciado por tráfico de entorpecentes, com pena de 5 a 15 anos de reclusão.
PASTA BASE - Também no fim de semana, mais de 200 quilos de pasta base de cocaína e 80 quilos de skunk foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal no tanque de combustível de um caminhão na rodovia Washington Luiz (BR-040), em Duque de Caxias. Os entorpecentes seriam distribuídos comunidades cariocas. Equipes da PRF faziam uma blitz na altura do pedágio de Xerém, quando abordaram um caminhão que seguia no sentido Rio. Durante a fiscalização, perceberam que o motorista estava bastante nervoso. Ele acabou confessando que levava drogas escondidas no tanque do veículo. Para conseguir abrir o compartimento, os policiais levaram bastante tempo e tiveram que utilizar diversas ferramentas. No total, foram encontrados cerca de 210 quilos de pasta base de cocaína, além de 80 quilos de skunk, uma espécie de maconha mais potente. Os tabletes estavam embalados a vácuo e acondicionados dentro do tanque. Após refinada, a pasta base poderia render o triplo da quantidade em derivados da cocaína. As drogas foram avaliadas em pelo menos R$ 3 milhões. 

 

 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Witzel assiste segundo dia de desfiles das escolas de samba

Mega-Sena acumula pela 16ª vez e prêmio vai para R$ 200 milhões

Cid Gomes tem alta e deixa Hospital Klinikum em Fortaleza

Coronavírus: brasileiros deixam quarentena na Base Aérea de Anápolis

Duas fontes com água imprópria para consumo

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ