ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Polícia Militar tira mais dois cabritos de circulação

Data: 16/01/2019

Condutor de Honda CG foi anotado no Artigo 311 do Código Penal Brasileiro, por adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo - Divulgação 30º BPM

Marcello Medeiros

Em operações realizadas por equipes do 30º Batalhão de Polícia Militar nos bairros Bom Retiro e Alto, duas motocicletas sem nenhum tipo de identificação, e que consequentemente poderiam ser usadas em atos criminosos ou escapar de acidentes de trânsito sem qualquer tipo de dado anotado, por exemplo, foram apreendidas e encaminhadas para o Depósito Público Municipal, em Três Córregos. Esse tipo de veículo, adulterado e desprovido de sistemas de identificação para tentar dificultar a sinalização sobre sua origem, popularmente é conhecido como “cabrito”.
A primeira ocorrência aconteceu na Tenente Luiz Meirelles, realizada pela Supervisão de Graduados. Os militares desconfiaram da procedência de uma moto sem placa e abordaram o condutor. Analisando a Honda CG Titan de cor azul, descobriram que se tratava de problema ainda maior: O número do chassi havia sido cortado do quadro. Segundo a numeração do motor, não se tratava de produto de roubo ou furto. O condutor, porém, não escapou de autuação criminal. Ele foi anotado no Artigo 311 do Código Penal Brasileiro, por adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo, crime que pode render de três a seis anos de cadeia. O jovem foi liberado para aguardar em liberdade o desenrolar do procedimento judicial.
Já na Avenida Oliveira Botelho, dois rapazes estavam em uma Yamaha YBR 125 de cor preta, sem placa. Em consulta ao sistema, nada de errado foi encontrado além da ausência da identificação obrigatória. Dessa forma, a YBR foi apreendida e os dois liberados após registro na 110 DP. Somente horas depois, porém, com atualização do sistema, apareceu o registro de furto do veículo no bairro do Meudon, no mesmo dia. Dessa forma a moto foi levada de volta para a delegacia, sendo feito o registro de recuperação e atualização em relação à nomenclatura do processo. Os jovens que estavam com a moto já tem passagem por tráfico de entorpecentes. 

Caminhão recuperado
No início da noite da última terça-feira (15), equipe da Secretaria Municipal de Segurança Pública conseguiu recuperar o caminhão VW modelo 24-250, equipado com caçamba e de propriedade da Prefeitura de Teresópolis, levado pela bandidagem no quilômetro 15 da RJ-130, em Venda Nova, na madrugada do mesmo dia. O Volks placa KMN-7074 estava na casa de um servidor, local onde ficaria diariamente com o objetivo de agilizar a realização de serviços no Terceiro Distrito. Incorporado à frota municipal recentemente, o caminhão foi encontrado no município de Montes Claros, Minas Gerais, a quase mil quilômetros de distância do local de onde havia sido furtado. “Ele estava abandonado e ninguém foi preso no momento da recuperação. O veículo já está sendo trazido para Teresópolis. A Polícia Civil continua a investigação”, informou a prefeitura ontem.
De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP), entre janeiro e outubro de 2018 foram registrados em Teresópolis 93 casos de furto de veículo, boa parte envolvendo caminhões. Os números dos últimos meses ainda não foram liberados, o que indica logicamente que a estatística relacionada a esse tipo de delito pode ser ainda pior.

CRÉDITO E LEGENDA

 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prefeitura de Teresópolis libera reabertura dos parques

Anticorpos contra covid-19 duram pelo menos sete meses, mostra estudo

Aos 80 anos, Pelé é homenageado pela Fifa

Eleições: PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

Estado repassa mais R$ 371 milhões para as prefeituras fluminenses

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy