ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Polícia investiga dois homicídios ocorridos nesta semana

Data: 24/07/2020

Na noite de quarta-feira, 22, agentes do 30º Batalhão de Polícia Militar (BPM) foram acionados para averiguar a comunicação de um crime ocorrido no Bom Retiro, em um terreno ao lado da Rua Tenente Luis Meirelles e, ao chegarem ao local, constataram a ocorrência do homicídio de um homem que não portava documentos. Além da gravidade do fato, a ocorrência chama atenção também pelas escassas informações a respeito do que aconteceu. Não foram divulgados os nomes dos envolvidos, nem sequer motivação do crime.
De acordo com o que foi apurado, o autor do crime seria um policial militar, morador de Teresópolis, mas que presta serviço no Rio de Janeiro. Ele aguardou a chegada dos policiais ao local e teria confirmado a eles ter efetuado o disparo que resultou na morte da vítima. 
O acusado foi então encaminhado para a 110ª Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos e teria permanecido em silêncio diante dos questionamentos dos policiais civis, por orientação de seu advogado, reservando-se ao direito de falar apenas em juízo. Ele ficou detido e em seguida foi encaminhado para a unidade prisional específica para policiais militares.
Nossa reportagem não conseguiu conversar com o delegado de plantão para tentar esclarecer ou pelo menos obter informações adicionais sobre mais este grave crime em Teresópolis.

Dois homicídios na semana
Este caso do Bom Retiro foi o segundo homicídio ocorrido nesta semana em Teresópolis, após Daniel Gallo, de 32 anos, ter sido assassinado a tiros nas primeiras horas da manhã de terça-feira, 21. Ele era filho do ex-vereador Ângelo Gallo, mais conhecido como “Anjinho”. O brutal assassinato aconteceu nas proximidades do quilômetro 27 da rodovia Teresópolis-Friburgo, a RJ-130, e da casa da vítima na localidade de Bonsucesso, Terceiro Distrito do município.
Também pouco se sabia sobre este caso de homicídio. O Corpo de Bombeiros, que mantém quartel próximo ao local, chegou a ser acionado. Porém, não houve tempo para atendimento médico. Após perícia do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), departamento técnico da Polícia Civil, o corpo de Daniel foi removido para necropsia no Instituto Médico Legal (IML), que funciona no antigo prédio da delegacia de polícia, na Avenida Alberto Torres, e posteriormente liberado para sepultamento. 
Informações que possam levar ao paradeiro do autor, ou autores do crime, podem ser passadas para os telefones 190 e 2742-7755. Não é necessário se identificar.

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TJRJ determina que escolas se preparem para retorno, mesmo em greve

Cerca de 50% dos trabalhadores pretendem pagar dívidas com FGTS

UNIDADE GARDEN EM ALTA: Riooito registra aumento de 20% na procura

Rio de Janeiro ultrapassa 14,5 mil mortes por covid-19

Decreto Municipal que encerrou rodízio de CPF trouxe outras novidades

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy