ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

PMT diz que está reformando carretinha para recolher cavalos

Data: 29/08/2019

Na terça-feira a reportagem do jornal O Diário e Diário TV flagrou um cavalo comendo lixo na Rua Augusto dos Anjos, em 40 Casas

Em resposta a reportagem publicada pelo jornal O Diário de Teresópolis na edição desta quarta-feira (28), sobre o grande número de animais de grande porte soltos na região do Alto, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura  informou que está em andamento, com ajuda da iniciativa privada, a reforma e adaptação de uma carretinha para transportar até dois cavalos. “Assim que disponível o veículo, será realizado chamamento público para firmar contrato com currais de apreensão de animais de grande porte, através de licitação”, destacou a PMT em nota que chegou à redação do jornal no início da tarde de ontem.
Também de acordo com o documento, atualmente o recolhimento de animais de grande porte é realizado pela Secretaria de Segurança Pública, em atendimento a solicitação de verificação de abandono de animais em via pública, a fim de evitar danos ao animal e acidentes envolvendo usuários do sistema viário. “As denúncias devem ser apresentadas à Ouvidoria Municipal (por telefone, portal da PMT ou aplicativo E-ouve) que vai gerar um número de protocolo para acompanhamento pelo denunciante. Após a denúncia, a Ouvidoria encaminha a solicitação para a COPBEA, que analisa a situação, e, dependendo da avaliação feita, encaminha o caso ao órgão responsável”, explica o governo Claussen. 
Tanto nos casos de animais de pequeno porte, como cachorro e gato, quanto de grande porte, a orientação é que se busque identificar o proprietário do animal, a fim de notificá-lo sobre a inadequação da conduta, aplicar multa e advertência quanto a recolha compulsória em caso de reincidência. As características do animal deverão ser registradas para fins de controle e formação de cadastro municipal.
 
Problema recorrente
A situação não é novidade em Teresópolis. Há anos o fato é reclamado ao poder público, mas nem sequer campanhas de conscientização com os proprietários são realizadas – visto que o município assume a incapacidade em recolher e dar destinação correta aos bichos. Também não é algo novo a informação que boa parte desses cavalos é explorada nos fins de semana, para passeios com turistas, e, “nos dias que não tem utilidade”, solta em via pública para se alimentar de grama ou qualquer coisa que encontrar pelas calçadas. Nesta terça-feira pela manhã, por exemplo, a reportagem do jornal O Diário e Diário TV flagrou um cavalo comendo lixo na Rua Augusto dos Anjos, em 40 Casas, mesmo local que, em novembro do ano passado, havíamos encontrado outro exemplar solto e com grande machucado em uma das orelhas.
Alto, Granja Guarani, Santa Cecília, Ilha do Caxangá, Cascata Guarani, 40 Casas... São diversos bairros onde a situação acontece há anos e, por diversas vezes, foram registrados problemas para os animais e para os motoristas. O Diário já mostrou um caso onde um cavalo caiu de grande altura, no Caxangá, e precisou ser sacrificado, e outros onde condutores de motocicletas e veículos se machucaram após colisões em vias públicas.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Secretário adianta pontos da estratégia de vacinação para covid-19

UFRJ transfere para o dia 24 o início do período letivo remoto

RJ: Polícia Civil investiga vereador suspeito de desvio em combustível

Teresópolis Shopping realiza campanha pelo Dia dos Pais

Prorrogada suspensão das aulas presenciais até dia 20

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy