ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

PM apreende mais 8.270 papelotes de cocaína

Data: 18/09/2018

A operação que teve maior quantidade de droga recolhida e maior número de presos foi um trabalho em conjunto entre os quartéis do 30º e 34º BPM: Bando seguia de favela do Rio de Janeiro para entregar drogas no Perpétuo - Divulgação 30º BPM

Marcello Medeiros

Os bandidos que insistem em tentar a vida através do tráfico de entorpecentes, crime que pode gerar diversos outros ilícitos, como roubos e assassinatos, tiveram mais um fim de semana de muito prejuízo – dessa vez algo em torno de R$ 50 mil – graças ao forte trabalho da Polícia Militar nesse sentido. Foram retirados de circulação mais 8.270 papelotes de cocaína e grande quantidade de Cannabis sativa, a popular maconha, entorpecentes que seriam comercializados nas comunidades da Portelinha, Rosário e Perpétuo. A operação que teve maior quantidade de droga recolhida e maior número de presos foi um trabalho em conjunto entre os quartéis do 30º e 34º BPM.
Os militares de Magé estavam patrulhamento em sua área de atuação quando abordaram um veículo suspeito, um Logan de cor prata, onde estavam quatro pessoas. Ao revistar o Renault, eles encontraram 6.500 papelotes de cocaína e dois quilos de maconha, acondicionados em grandes tabletes. Questionados, eles confessaram ter saído da favela de Nova Holanda, no Rio de Janeiro, para entregar a grande carga no bairro do Perpétuo, em Teresópolis.
Com a informação, os agentes do 34º BPM acionaram o 30º BPM e iniciaram a segunda etapa da operação. Militares à paisana assumiram a direção do veículo do bandido e se dirigiram ao Perpétuo. Quando o carro adentrou na comunidade, dois homens fizeram sinal para que parasse. Porém, ao perceber que os ocupantes não eram comparsas do Rio de Janeiro, tentaram fugir. Como já havia outras equipes em prontidão, os dois acabaram presos em flagrante. Um deles seria gerente do tráfico no Perpétuo e estava em liberdade há pouco tempo. No total, seis pessoas foram presas, sendo duas mulheres. 

Dois casos na Portelinha
No fim de semana foram duas ocorrências com prisões por tráfico na comunidade da Portelinha, Fonte Santa. Na primeira, atuaram equipes da PATAMO e DPO São Pedro. Eles prenderam dois homens, ambos já com passagem pelo mesmo tipo de crime, e apreenderam 1.649 papelotes de cocaína. Apesar de mesmas guarnições, outras equipes em plantão pela PATAMO e DPO São Pedro prenderam outro rapaz na mesma comunidade. Ele estava com 24 papelotes de cocaína e R$ 30, que teria obtido com a venda do entorpecente, alegando aos militares que “estava traficando para pagar dívida com a boca de fumo”.

Mais uma no Rosário
O Rosário, uma das localidades que compõem o populoso bairro de São Pedro, tem sido uma das comunidades com maior número de registros de ocorrência do tipo e, no fim de semana, não foi diferente. Equipes do PATAMO, DPO São Pedro e Polícia Reservada receberam informações sobre uma residência utilizada por traficantes na Rua Otto de Alencar e montaram operação para tentar prender os denunciados. Cinco foram flagrados no local, sendo dois menores de idade. Eles estavam preparando para a venda 102 embalagens com maconha e 97 papelotes de cocaína. Um dos presos já era bastante “conhecido” da polícia porque foi apontado como autor de funk citando nomes e ameaçando PMs do quartel local. Todos já têm passagens por tráfico de entorpecentes.

Faça sua parte
Para tentar diminuir a incidência desse tipo de crime é preciso um trabalho mais amplo – envolvendo secretarias como Desenvolvimento Social, Saúde e Educação, por exemplo – do que apenas esperar que os policiais cumpram sua difícil missão de retirar das ruas apenas os traficantes, muitas vezes arriscando a própria vida para que isso aconteça. Para contribuir com a fiscalização, o “cidadão de bem” pode fazer denúncias anônimas ao quartel do 30º BPM pelos telefones 190, 2742-7755 e 99817-7508 (WhatsApp).

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Witzel assiste segundo dia de desfiles das escolas de samba

Mega-Sena acumula pela 16ª vez e prêmio vai para R$ 200 milhões

Cid Gomes tem alta e deixa Hospital Klinikum em Fortaleza

Coronavírus: brasileiros deixam quarentena na Base Aérea de Anápolis

Duas fontes com água imprópria para consumo

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ