ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Piscina natural do Parque Nacional é reaberta

Data: 12/10/2018

Formada pela gélida água que desce das mais altas montanhas da Serra dos Órgãos, a piscina natural é muito procurada pelos visitantes nos dias de calor. Em Teresópolis, eles podem aproveitar ainda outros locais para se refrescar, como cachoeiras e poços nos rios Paquequer e Beija-Flor -Marcello Medeiros

Marcello Medeiros

Findado o Inverno e já iniciando os primeiros dias de calor, mesmo estando ainda na Primavera, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos reabriu o seu principal atrativo da sede Teresópolis nesse período, a piscina natural. Formada pela gélida água que desce das mais altas montanhas da unidade de conservação ambiental, ela é muito procurada pelos visitantes – que ainda na parte baixa do PNSO podem aproveitar outros locais para se refrescar, como cachoeiras e poços nos rios Paquequer e Beija-Flor. Outra boa dica para os moradores de municípios vizinhos do parque – Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim – é se cadastrar para garantir desconto de 90% no valor do ingresso para tais atrativos. Apresentando comprovante de residência e deixando seus dados na portaria, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, o visitante passa a pagar apenas R$ 3 pelo ingresso (A partir de novembro, R$ 4. No boxe, veja sobre a autorização de reajuste).
A entrada principal do Parque Nacional da Serra dos Órgãos fica na área urbana de Teresópolis, na Avenida Rotariana s/nº (que interliga a BR 116 Rio-Bahia, na altura do km 89,5 à cidade), com acesso bem sinalizado, ao lado da ponte sobre o Rio Paquequer, na entrada da cidade, próximo ao Mirante do Soberbo e ao Pórtico. Além das piscinas e cachoeiras, a parte baixa da unidade de conservação tem bosques e trilhas de fácil acesso e vista deslumbrante, como a Mozart Catão, 360 e Cartão Postal.

Parte alta e biodiversidade
O Parque Nacional da Serra dos Órgãos é um dos melhores locais do país para a prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada, rapel e outros; além de ter fantásticas cachoeiras. O Parque tem a maior rede de trilhas do Brasil. São mais de 200 Km de trilhas em todos os níveis de dificuldade: desde a trilha suspensa, acessível até a cadeirantes, até a pesada Travessia Petrópolis-Teresópolis, com 30 Km de subidas e descidas pela parte alta das montanhas. Entre as escaladas destacam-se o Dedo de Deus, considerado o marco inicial da escalada no país, e a Agulha do Diabo, escolhida uma das 15 melhores escaladas em rocha do mundo. Foi criado em 1939 para proteger a excepcional paisagem e a biodiversidade deste trecho da Serra do Mar na Região Serrana do Rio de Janeiro. São 20.024 hectares protegidos nos municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim. O Parque abriga mais de 2.800 espécies de plantas catalogadas pela ciência, 462 espécies de aves, 105 de mamíferos, 103 de anfíbios e 83 de répteis, incluindo 130 animais ameaçados de extinção e muitas espécies endêmicas (que só ocorrem neste local).

Novos valores
O preço dos ingressos para acesso a unidades de conservação federais foram reajustados, bem como os valores cobrados por alguns dos serviços prestados nesses parques em todo o país - entre eles o único administrado pelo governo federal do município, o da Serra dos Órgãos A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (1º) pelo Ministério do Meio Ambiente. A partir dessa data, o ingresso para moradores dos municípios do entorno na sede Teresópolis ou Guapimirim passará de R$ 3,00 para R$ 4,00. 
Importante lembrar que as trilhas da parte alta o valor é diferenciado, passando de R$ 32 para R$ 35 para o público em geral. No caso dessa tarifa, brasileiros passarão a pagar R$ 18 (atualmente é R$ 16) e moradores dos países do Mercosul precisarão desembolsar R$ 26,00. Membros de clubes excursionistas filiados à Federação de Esportes de Montanha do Estado do Rio de Janeiro (FEMERJ) e outras associações do tipo ainda têm desconto de 50% para ingressar nas áreas de montanha.
Outras tarifas que serão reajustadas a partir do próximo mês são: Ingresso travessia (parte alta) - R$ 57; Ingresso travessia (parte alta) desconto Brasil - R$ 28; Ingresso travessia (parte alta) desconto Mercosul - R$ 42; Camping parte baixa - R$ 21; Camping parte alta (acampamento selvagem) - R$ 11; Estacionamento de carros - R$ 16;  Estacionamento de motos - R$ 10; Pernoite Abrigo (beliche) - R$ 43; Pernoite Abrigo (bivaque) - R$ 27; Banho quente no abrigo - R$ 16; Aluguel de barraca - R$ 32; Alojamento de Pesquisa - R$ 40; Alojamento de Pesquisa (estudante) - R$ 20; Alojamento Individual (diária) - R$ 200; Locação Capela Nossa Senhora do Soberbo (diária) - R$ 2.000; Locação para filmagens Museu von Martins, Sede Guapimirim - R$ 5.000; Locação Casa Montanhista (6 horas) - R$ 600.


 

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Começa o pagamento do 5º lote do abono do PIS/Pasep

Mulher sofre queda de 20 metros em valão na Serra

Bolsonaro anuncia permanência de Wagner Rosário na CGU

Atendimento no Mamógrafo Móvel em Teresópolis

Amistoso entre Brasil e Argentina na Granja Comary

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ