ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Piscina natural do Parque Nacional é reaberta

Data: 12/10/2018

Formada pela gélida água que desce das mais altas montanhas da Serra dos Órgãos, a piscina natural é muito procurada pelos visitantes nos dias de calor. Em Teresópolis, eles podem aproveitar ainda outros locais para se refrescar, como cachoeiras e poços nos rios Paquequer e Beija-Flor -Marcello Medeiros

Marcello Medeiros

Findado o Inverno e já iniciando os primeiros dias de calor, mesmo estando ainda na Primavera, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos reabriu o seu principal atrativo da sede Teresópolis nesse período, a piscina natural. Formada pela gélida água que desce das mais altas montanhas da unidade de conservação ambiental, ela é muito procurada pelos visitantes – que ainda na parte baixa do PNSO podem aproveitar outros locais para se refrescar, como cachoeiras e poços nos rios Paquequer e Beija-Flor. Outra boa dica para os moradores de municípios vizinhos do parque – Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim – é se cadastrar para garantir desconto de 90% no valor do ingresso para tais atrativos. Apresentando comprovante de residência e deixando seus dados na portaria, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, o visitante passa a pagar apenas R$ 3 pelo ingresso (A partir de novembro, R$ 4. No boxe, veja sobre a autorização de reajuste).
A entrada principal do Parque Nacional da Serra dos Órgãos fica na área urbana de Teresópolis, na Avenida Rotariana s/nº (que interliga a BR 116 Rio-Bahia, na altura do km 89,5 à cidade), com acesso bem sinalizado, ao lado da ponte sobre o Rio Paquequer, na entrada da cidade, próximo ao Mirante do Soberbo e ao Pórtico. Além das piscinas e cachoeiras, a parte baixa da unidade de conservação tem bosques e trilhas de fácil acesso e vista deslumbrante, como a Mozart Catão, 360 e Cartão Postal.

Parte alta e biodiversidade
O Parque Nacional da Serra dos Órgãos é um dos melhores locais do país para a prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada, rapel e outros; além de ter fantásticas cachoeiras. O Parque tem a maior rede de trilhas do Brasil. São mais de 200 Km de trilhas em todos os níveis de dificuldade: desde a trilha suspensa, acessível até a cadeirantes, até a pesada Travessia Petrópolis-Teresópolis, com 30 Km de subidas e descidas pela parte alta das montanhas. Entre as escaladas destacam-se o Dedo de Deus, considerado o marco inicial da escalada no país, e a Agulha do Diabo, escolhida uma das 15 melhores escaladas em rocha do mundo. Foi criado em 1939 para proteger a excepcional paisagem e a biodiversidade deste trecho da Serra do Mar na Região Serrana do Rio de Janeiro. São 20.024 hectares protegidos nos municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim. O Parque abriga mais de 2.800 espécies de plantas catalogadas pela ciência, 462 espécies de aves, 105 de mamíferos, 103 de anfíbios e 83 de répteis, incluindo 130 animais ameaçados de extinção e muitas espécies endêmicas (que só ocorrem neste local).

Novos valores
O preço dos ingressos para acesso a unidades de conservação federais foram reajustados, bem como os valores cobrados por alguns dos serviços prestados nesses parques em todo o país - entre eles o único administrado pelo governo federal do município, o da Serra dos Órgãos A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (1º) pelo Ministério do Meio Ambiente. A partir dessa data, o ingresso para moradores dos municípios do entorno na sede Teresópolis ou Guapimirim passará de R$ 3,00 para R$ 4,00. 
Importante lembrar que as trilhas da parte alta o valor é diferenciado, passando de R$ 32 para R$ 35 para o público em geral. No caso dessa tarifa, brasileiros passarão a pagar R$ 18 (atualmente é R$ 16) e moradores dos países do Mercosul precisarão desembolsar R$ 26,00. Membros de clubes excursionistas filiados à Federação de Esportes de Montanha do Estado do Rio de Janeiro (FEMERJ) e outras associações do tipo ainda têm desconto de 50% para ingressar nas áreas de montanha.
Outras tarifas que serão reajustadas a partir do próximo mês são: Ingresso travessia (parte alta) - R$ 57; Ingresso travessia (parte alta) desconto Brasil - R$ 28; Ingresso travessia (parte alta) desconto Mercosul - R$ 42; Camping parte baixa - R$ 21; Camping parte alta (acampamento selvagem) - R$ 11; Estacionamento de carros - R$ 16;  Estacionamento de motos - R$ 10; Pernoite Abrigo (beliche) - R$ 43; Pernoite Abrigo (bivaque) - R$ 27; Banho quente no abrigo - R$ 16; Aluguel de barraca - R$ 32; Alojamento de Pesquisa - R$ 40; Alojamento de Pesquisa (estudante) - R$ 20; Alojamento Individual (diária) - R$ 200; Locação Capela Nossa Senhora do Soberbo (diária) - R$ 2.000; Locação para filmagens Museu von Martins, Sede Guapimirim - R$ 5.000; Locação Casa Montanhista (6 horas) - R$ 600.


 

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Caixa vai dar desconto de até 90% para clientes com dívidas

Região dos Lagos se recupera de temporal da semana passada

Ministério da Saúde prepara campanha de vacinação contra sarampo

TJ do Rio terá "juízes sem rosto" contra crime organizado

PM apreende mais de 500 quilos de maconha em Macaé

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ