ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Pediatria do SUS já em funcionamento na Beneficência

Data: 12/05/2020

Para receber a pediatria, o hospital está utilizando uma área que até então era dedicada ao atendimento particular - Ricardo Abreu

Teve início nesta terça-feira, 12, o atendimento do setor de pediatria do Sistema Único de Saúde de Teresópolis no Hospital Beneficência Portuguesa. O serviço era realizado na Unidade de Pronto Atendimento até então, mas com o registro de pacientes com suspeitas da Covid-19 na UPA a secretaria municipal de Saúde achou mais prudente transferir o setor para o hospital particular no bairro da Ermitage. Para receber a pediatria, o hospital está utilizando uma área que até então era dedicada ao atendimento particular. Segundo informado pelo secretário municipal de Saúde, Antonio Henrique, em uma entrevista realizada para emissora de tevê de fora da cidade, com a transferência da pediatria para a Beneficência a capacidade de atendimento diário está sendo dobrado, de 30 para 60 pacientes.  Com a transferência do setor infantil para a unidade particular, foi ampliado na Unidade de Pronto Atendimento o setor para atendimento de pacientes com suspeita do novo coronavírus.
De acordo com a prefeitura, as demais emergências seguem com atendimento na UPA, mas em uma área diferente e completamente isolada dos pacientes com suspeita de Covid-19. Fundada pela comunidade portuguesa residente na cidade de Teresópolis, o Hospital da Nossa Senhora da Saúde, mantido pela Beneficência Portuguesa, também conhecida como “Bené”, presta seus serviços à população desde 1961. Atualmente a Beneficência Portuguesa atende aos clientes do Sistema Único de Saúde, com destaque para as clínicas de maternidade e reabilitação, convênios, particulares e consultas populares em seu ambulatório (este no Centro). A Beneficência já era responsável pelo setor de ortopedia do SUS do município desde meados do ano passado.

Casos de Covid-19 na UPA
Sobre o número de pacientes com suspeita da Covid-19 internados na Unidade de Pronto Atendimento, aguardando transferência para o Hospital das Clínicas Constantino Ottaviano (HCTCO) ou Hospital São José, a Assessoria de Comunicação da PMT esclareceu ontem que até esta terça-feira eram três – e não 11 de acordo com informação recebida pelo Diário no dia anterior. Os 11 aguardando transferência, então, segundo melhor explicado posteriormente pelo setor da prefeitura, são os três pacientes com suspeita de contaminação pelo novo coronavírus e outros oito com outras enfermidades e também aguardando a liberação de leitos nos hospitais. Portanto, se compreende que continuam faltando leitos SUS no município – além dos extras contratados somente para a Covid-19. Também segundo informado, no caso das pessoas que podem estar com a nova doença, estas ficam em setor separado das demais. Nesta terça-feira uma empresa particular doou ao município o serviço de higienização da UPA. Em “live” realizada no gabinete no início da noite de ontem, o prefeito Vinicius Claussen informou que Teresópolis tem 18 leitos contratados nos hospitais para casos de atendimento geral.

 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Teresópolis vacina contra Covid-19 homens e mulheres de 59 anos completos com comorbidades

Programa dá apoio a jovens para abrir ou aprimorar negócios próprios

Prazo para trocar cartões do Riocard termina no dia 14

Teresópolis vai criar o programa "Agricultor Legal"

Ministério da Saúde receberá 8,2 milhões de doses de vacina até sexta

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy