ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Parques naturais continuam com restrições para visitação

Data: 11/08/2020

Recentemente, o PETP realizou operação no local para evitar o acesso à trilha da Pedra do Elefante, nas proximidades do Soberbo

Após um longo período de quarentena – pelo menos para uma parcela da população – a procura por locais para a prática de atividades físicas e de lazer em ambientes que permitam um maior distanciamento social tem sido grande. Em Teresópolis, essa situação se encaixa nas três unidades de conservação ambiental que cercam o município, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, o Parque Estadual dos Três Picos e o Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis, que tem como símbolo e principal atrativo a Pedra da Tartaruga. Porém, justamente por conta da pandemia do novo coronavírus, os três espaços, administrados pelos governos federal, estadual e municipal, seguem com restrições para visitação. O primeiro, aliás, acaba de controlar um grande incêndio florestal e não tem sequer previsão para reabertura dos portões nas três sedes. PETP e PNMMT flexibilizaram o funcionamento e permitiram a realização de algumas atividades apenas, entre elas as caminhadas e a contemplação da natureza. Em dois dos parques, foram divulgadas nesta segunda-feira, 10, informações sobre a aplicação de multas para aqueles que insistirem em respeitar as regras previstas nesse período de preocupação com a propagação da Covid-19. Abaixo, veja como está a situação de cada um dos parques.

Tartaruga
O Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis foi o primeiro a reabrir, após três meses de portões fechados. As sedes Tartaruga e Santa Rita podem ser visitadas de terça-feira a domingo, das 8h às 17h. Porém, estão liberadas apenas as atividades de caminhada e contemplação da natureza. Camping, escalada e rapel continuam proibidos, estando os infratores sujeitos à notificação e multa em caso de desrespeito. Para evitar a invasão para acampamento, principalmente na sede onde fica o principal atrativo, a secretaria municipal de Meio Ambiente tem mantido equipes de prontidão até o início da madrugada. Falando em Tartaruga, esse núcleo acaba de inaugurar uma nova trilha, que tem 2,5 quilômetros de extensão (ida e volta) e permite acessar um mirante de onde se avista a formação rochosa que dá nome ao local. Para chegar até ele, o visitante passa por quatro pontes de madeira, um deles cortando um longo trecho rochoso por um antigo acesso da montanha, conhecido como costão. É cobrada a utilização de máscara para visitar o local.

Três Picos
O Parque Estadual dos Três Picos começou a liberar a visitação nesta segunda-feira, 10. A abertura será feita de forma gradual e, neste primeiro momento, será permitido o acesso apenas para algumas trilhas. “O uso de máscaras será obrigatório durante a permanência no local, assim como manter a distância de dois metros entre uma pessoa e outra”, divulgou o PETP. O acesso às cachoeiras, centro de visitantes (Cachoeiras de Macacu), banheiros, bebedouros e parques infantis permanecem suspensos. Algumas trilhas e locais também continuam com visitação proibida: Pico do Caledônia, Camping Vale dos Deuses, Branca de Neve, Dois Bicos, Vale dos Frades e Pedra do Elefante. A última trilha, aliás, acessada nas proximidades do mirante do Soberbo, recebe centenas de visitantes nos finais de semana. Recentemente, o PETP realizou operação no local para evitar o acesso à montanha. “Fotos publicadas em redes sociais do próprio usuário (onde ele assume publicamente o comportamento em desacordo com as regras do Parque, assim como à PORTARIA INEA 02/2020) ou imagens denunciadas, poderão ser utilizadas como provas no processo de autuação e multa”, divulgou ainda a unidade de conservação.

Serra dos Órgãos
Devido à pandemia da Covid-19, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos continua fechado para a visitação pública. “O fechamento abrange a totalidade do Parque, ou seja, suas três sedes localizadas nos municípios de Teresópolis, Petrópolis e Guapimirim, como também os atrativos sem controle de acesso, como Cachoeiras do Garrafão e da Concórdia e Complexo Dedo de Deus em Guapimirim, Morro da Bandeira, Mãe D'Água, Morro do Alcobaça, Castelinho, Cobiçado e Ventania em Petrópolis, Pedra da Galinha, Cadete e Mosteiro em Teresópolis”, divulgou nesta segunda-feira a direção do Parque, reforçando ainda: “Acessos a essas áreas durante o fechamento do PARNASO sujeitam os responsáveis a autuação com multa administrativa pelo enquadramento no Art. 90 do Decreto Federal 6.514/2008, cujo valor varia de R$ 500,00 a R$ 10.000,00”.

Incêndio
Além de trabalhar em um plano para reabertura gradual e segura, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos teve que deslocar boa parte do seu pessoal para combater um incêndio na parte alta, que destruiu cerca de 300 hectares nas proximidades da Pedra do Açu. Tudo indica que o fogo, controlado no último fim de semana, teve início após a queda de um balão. Equipes do PrevFogo/ICMBio,  Corpo de Bombeiros e voluntários de diversos outros órgãos trabalharam por quase uma semana para evitar danos ainda maiores para fauna e flora no primeiro trecho da travessia Petrópolis x Teresópolis.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Carnaval de rua no Rio em 2021 é adiado

Governo libera entrada de estrangeiros em todos os aeroportos do país

Presidente Jair Bolsonaro está sem febre ou dor após cirurgia

Bolsonaro fará cirurgia em São Paulo nesta sexta

Copa do Brasil: Atlético-GO marca nos acréscimos e elimina Fluminense

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy