ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Oficiais da PM são acusados de fraude na compra de material hospitalar

Data: 12/07/2018

 Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro

 
A Justiça do Rio aceitou denúncia contra sete oficiais da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e o administrador da empresa Megabio Hospitalar, acusados de fraude na compra de material para o Hospital da Polícia Militar de Niterói, região metropolitana do Rio. A decisão, da juíza Tula Correa de Mello, da 20ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça, tomada em março deste ano, não foi divulgada antes em razão de o processo ter sido colocado em segredo de Justiça para não interferir nas investigações. Nesta quarta-feira (11), a juíza mandou expedir mandado de citação e intimação dos oito acusados, estabelecendo prazo de 10 dias para que eles apresentem defesa prévia.

Os militares são acusados de participarem de fraudes em licitação, com a finalidade de beneficiar a empresa Megabio Hospitalar, no segundo semestre de 2014, quando estavam lotados no Hospital Central da PM e na unidade hospitalar de Niterói. A Megabio foi contratada em 2014 para fornecer 18 mil kits de substratos fluorescentes para o Hospital da PM de Niterói, embora a totalidade dos produtos não tenha sido efetivamente entregue.

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Justiça decide libertar delator de Sérgio Cabral

EUA elogiam postura de Bolsonaro na questão do Mais Médicos

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento

Três ataques de ladrões na região central do município

Secretaria de Saúde reforça combate ao mosquito Aedes aegypti

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ