ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Número de óbitos por Covid-19 registrado por cartórios é diferente do divulgado pela prefeitura

Data: 29/07/2020

Reprodução internet

A área do Portal da Transparência do Registro Civil que reúne informações dos cartórios de registro civil de todo o país disponibilizou uma plataforma com atualização, em tempo real, sobre os óbitos registrados com confirmação ou suspeita da covid-19. No site, os dados relativos a Teresópolis somavam, às 18h desta terça-feira, dia 28, um total de 110 óbitos suspeitos ou confirmados para o novo coronavírus, enquanto a prefeitura, neste mesmo horário, informou que o município teve 81 mortes pela doença.
Administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), a plataforma foi colocada no ar no dia 2 de abril e as informações são baseadas nos documentos médicos enviados aos cartórios para lavrar os óbitos. O procedimento pode levar de 5 a 10 dias para entrar no sistema.
Segundo a direção da Arpen-Brasil, o objetivo da plataforma é contribuir para a apuração de subnotificações de casos fatais da doença, ampliando o conhecimento e compreensão do impacto da pandemia do novo coronavírus na sociedade brasileira.
Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura para obter um esclarecimento sobre esse conflito de informações e recebemos a seguinte nota:  “A Secretaria Municipal de Saúde informa que o Portal da Transparência registra todos os óbitos suspeitos ou confirmação de Covid-19, de acordo com as anotações dos Cartórios de Registro Civil do Brasil. Porém, a investigação epidemiológica feita após o registro é que confirma ou afasta o diagnóstico de Covid-19. A Secretaria de Saúde calcula que os demais casos tenham sido descartados da etiologia do Covid-19 e, por isso, não constam da contagem oficial do município”.

Óbitos suspeitos
Na comparação com o número de óbitos relativos ao mesmo período de 2019, Teresópolis até registrou menos mortes em 2020: foram 577 no ano passado contra 561 neste ano. Entretanto chama atenção para os 3 casos de morte por Síndrome Respiratória Aguda Grave  e outros 4 por causa indeterminada neste últimos meses, duas situações que não ocorreram em 2019. De acordo com o próprio portal, casos de mortes como esses podem ter relação com o coronavírus.

Dados do país
A Arpen-Brasil ressalta que os números podem ser maiores, já que o prazo para registro de falecimento é de até 24 horas, mas pode chegar a 15 dias em alguns casos excepcionais, como quando a morte ocorre em local isolado e longe de cartórios de registro, a bordo de navios ou em missões militares. Os cartórios devem enviar os registros à Central Nacional em até oito dias.
A plataforma traz também informações sobre as mortes por insuficiência respiratória e pneumonia registradas no país, causas que podem estar associadas à pandemia do novo coronavírus. Casos de insuficiência respiratória em todo o país chegaram a 9.555 óbitos somente no mês de março, mas estão abaixo do registrado no ano passado, quando foram 11.230. Para pneumonia, foram 13.637 mortes em março e 14.833 no mesmo período do ano passado.
Desde o dia 16 de março, data das primeiras mortes confirmadas ou suspeitas por covid-19, foram 4.485 óbitos por insuficiência respiratória e 6.417 por pneumonia em todo território nacional. No mesmo período de 2019 foram 6.264 mortes por insuficiência respiratória e 8.324 por pneumonia.

 

 

 

 

 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Governo Vinicius já recebeu R$ 25 milhões para enfrentar a Covid-19

Atlético-GO supera Flamengo, que continua sem pontuar no Brasileiro

COPBEA resgata cachorro e gato abandonados

Fila gigantesca à espera de atendimento na Caixa ocupa calçada do Parque Regadas

PM apreendeu 50 quilos de maconha e 42 de cocaína no primeiro semestre

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy