ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Número de casos de estelionato é cada vez maior em Teresópolis

Data: 11/03/2020

Números são referentes aos registros no setor de plantão da 110ª Delegacia de Polícia - Marcello Medeiros

Luiz Bandeira

O estelionato, previsto no Código Penal Brasileiro, e popularmente conhecido como artigo 171, crime econômico descrito como o ato de “obter, para si ou para outro, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil ou qualquer outro meio fraudulento”, vem sendo cometido cada vez mais em Teresópolis. Observando os dados do Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro (ISP-RJ), que traça um panorama dos crimes registrados nas delegacias dos municípios fluminenses, os números preocupam e batem tristes recordes constantemente. Os índices crescem ano a ano e já no primeiro mês de 2020 atingiu um crescimento mensal inédito, quando foram notificados, na 110ª DP, 54 casos desta modalidade criminosa. Para termos uma noção deste avanço, em comparação com janeiro do ano passado, houve um crescimento de 50% de ocorrências de estelionato, número nunca antes registrado.
Esse crescimento vem sendo constante e o órgão que estuda a segurança pública no estado mostra que em 2019 a polícia investigou 332 casos, 2018 foram 304 e, em 2017, 188. Quando analisamos estes três últimos anos percebemos um assustador crescimento de 77% de estelionatos denunciados na delegacia da cidade. Um dos motivos para a ampliação deste tipo de delito pode ser o avanço tecnológico, pois há um comércio virtual cada vez mais aquecido onde são oferecidos serviços e produtos aparentemente mais atrativos e baratos, um espaço que os bandidos já enxergaram como propício para ludibriar aqueles que não dominam os mecanismos de segurança econômica. 

Segurança no e-commerce
A Federação Brasileira de Bancos (Febraban), alerta que é importante tomar cuidado com as informações compartilhadas, especialmente na internet. Ofertas tentadoras podem esconder, às vezes, links maliciosos que capturam dados pessoais. Sites e e-mails falsos, ligações e mensagens são algumas das armadilhas usadas pelos golpistas para enganar as pessoas e ter acesso a informações pessoais como nome completo, CPF, número de cartão de crédito e dados bancários. Com essas informações os bandidos realizam transações, burlam bloqueios de segurança, desbloqueiam novos cartões e realizam a confirmação de dados pessoais da vítima. Outro cuidado que devemos ter na internet é com os aplicativos maliciosos e a técnica comumente conhecida como phishing. O golpe começa quando recebemos um e-mail desconhecido com um link, que ao ser clicado instala um vírus no dispositivo dando acesso total aos bandidos.

Whatsapp clonado
Com a popularização dos aparelhos smartphones, as quadrilhas criaram golpes específicos para a aproximação de estelionatários às vítimas através desta plataforma. O golpe de clonagem de whatsapp é um exemplo mais recente, onde o bandido envia mensagens para os contatos da pessoa, fazendo-se passar por ela, pedindo um favor de depositar certa quantia para suprir uma emergência. A forma de evitar esse golpe e habilitar no aplicativo a opção de “verificação em duas etapas”

Saidinha de Banco
Além dos ataques virtuais ou através de ligações telefônicas, ainda são frequentes os casos de “saidinhas de banco”, onde as pessoas, sobretudo as mais idosas, são abordadas nas proximidades de agências bancárias com promessas de algum tipo de benefício e, no final, acabam amargando um grande prejuízo. Recompensa por produtos encontrados e supostos bilhetes premiados da loteria são alguns dos tipos de abordagem mais conhecidos das autoridades policiais.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Estado permitirá que municípios sem coronavírus reduzam isolamento

Página do Facebook transmite ao vivo shows de músicos de Teresópolis

Governo começa a pagar auxílio emergencial de R$ 600 na quinta-feira

INSS antecipa pagamento de um salário mínimo de auxílio-doença

Bares: PMT pede que população denuncie funcionamento irregular

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy