ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Número de atendimentos no Pedrão cai para menos da metade

Data: 02/04/2020

Segundo a subsecretária de Atenção Básica à Saúde, Dra. Edneia Martuchelli, a redução de atendimentos está relacionada à recomendação ao isolamento social e também ao número de internações domiciliares oriundas da triagem dos sintomáticos - Ricardo Abreu

Desde o dia 19 de março funciona no Ginásio Poliesportivo Pedro Rage Jahara, o Pedrão, o Centro de Atendimento e Prevenção a COVID-19, oferecendo para a população uma referência para a assistência aos casos suspeitos e prováveis do coranavírus. No local não é realizado o exame para a doença em todas as pessoas, pois segundo a determinação do Ministério da Saúde, somente pacientes graves e profissionais da saúde devem realizar o teste para comprovação do vírus, mas os atendidos são orientados como devem proceder. A expectativa é que o município receba em breve testes rápidos. Segundo informado pela Secretaria de Saúde nesta quarta-feira (1º), o número de atendimentos vem declinando. Na primeira semana, houve uma média de 100 atendimentos por dia. E, na semana em curso, caiu para menos da metade, com cerca de 40 pacientes ao dia.
Segundo a subsecretária de Atenção Básica à Saúde, Dra. Edneia Martuchelli, a redução de atendimentos está relacionada à recomendação ao isolamento social e também ao número de internações domiciliares oriundas da triagem dos sintomáticos realizada no Centro. “Continuamos com as recomendações de higiene e de isolamento social, porque só assim poderemos enfrentar a pandemia. Entretanto, a Secretaria de Saúde, continua atenta e respondendo, através das unidades de saúde, às demandas para atenção às pessoas e ao combate a COVID 19”, disse Edneia em nota divulgada pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura.


Durante o atendimento, a Vigilância Epidemiológica permanece atuando em conjunto com os profissionais de saúde, acompanhando permanentemente os casos notificados de pacientes suspeitos e prováveis. O Município aguarda novas diretrizes do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde quanto à política de testes. Devem procurar o Pedrão pessoas com sintomas como falta de ar intensa, coriza ou febre. De acordo com o último boletim divulgado pelo gabinete de crise da PMT, no final da tarde desta quarta-feira, o município tem quatro casos confirmados, 38 suspeitos aguardando resultado do teste, sendo 15 internações (quatro em estado grave) e 46 descartados.
O último caso é uma mulher de 47 anos, sem histórico de viagem internacional, portanto havendo contaminação comunitária. Ela teve alta da internação hospitalar, passa bem e está em isolamento domiciliar. Os outros três registros também são de mulheres, de 32, 67 e 36 anos, sendo que as três fizeram viagens internacionais recentemente. O município também anunciou ontem o registro de um óbito suspeito. O paciente, um homem, de 87 anos, não tinha histórico de viagem internacional e havia feito o exame em laboratório particular. A Secretaria de Saúde aguarda contraprova do Lacen/RJ para saber se era Covid-19. Os testes realizados no município demoram cerca de 10 dias para resposta desse laboratório. A vigilância epidemiológica permanece em atenção, contando com apoio das Unidades Hospitalares, da UPA 24h, das Unidades Básicas e do SAD (Serviço de Assistência Domiciliar). 

Respiradores e outras ações
Em sua página na rede social Facebook, o prefeito Vinicius Claussen informou que estão a caminho de Teresópolis três novos ventiladores pulmonares. “São os equipamentos que garantimos na justiça que o fornecedor nos entregasse em vez de atender à requisição do Governo Federal”, explicou.
O Gabinete de Crise da PMT informa ainda que está fazendo a manutenção de ventiladores parados e esta semana três deles devem ser recuperados. Também foi informado sobre a ampliação da disponibilidade de leitos de UTI, passando de 18 para 46 vagas nos hospitais do município. Há expectativa ainda que o governo estadual disponibilize recursos para mão de obra, ventiladores e outros materiais para a construção de mais 109 leitos SUS.

 
 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tribunal de Contas do Estado aponta para rombo financeiro na prefeitura

COPBEA tem mais de 80% de resolução das denúncias de maus tratos a animais

Piso da Casa de Cultura é recuperado para aulas de dança

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos pelo Brasil

Pescado: Comerciantes locais atentam para cuidados com origem do produto

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy