ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Mudanças em decreto geram dúvidas sobre barreiras sanitárias

Data: 17/07/2020

Barreira sanitária realiza abordagem para cobrar comprovante que permita entrada no município

Marcus Wagner

A retomada gradual das atividades em Teresópolis programada pelo governo municipal ganhou uma nova etapa com o decreto municipal publicado no dia 14 em que foi dada autorização para o funcionamento do setor de hospedagem do município: hotéis, pousadas e pensões. Mesmo assim, há ainda uma série de restrições e exigências para que pessoas de fora possam vir a Teresópolis, uma delas é a realização de reserva antecipada. Dessa forma, haverá uma comprovação para ser apresentada nas entradas do município que contam com barreiras sanitárias.
Desde a liberação, ficou a cargo das equipes que contam com agentes da Guarda Civil Municipal e do 30º Batalhão de Polícia Militar fazer a abordagem aos veículos que chegam a entrada da cidade e então é solicitada a apresentação de um comprovante de residência em Teresópolis ou do cupom impresso de reserva em algum estabelecimento de hotelaria.
Outras exceções para a autorização de ingresso no município envolvem pessoas que são proprietárias de imóveis em Teresópolis ou aqueles profissionais que venham realizar algum tipo de trabalho, como vendedores, por exemplo, uma vez que os estabelecimentos precisam reabastecer suas mercadorias, assim como profissionais da área da saúde entre outros, sempre condicionado à comprovação para tal.
Todos os procedimentos que atendem ao cumprimento das exigências do decreto deverão ter continuidade até pelo menos o próximo dia 28 de julho, quando vence o prazo das medidas e é possível que mais uma onda de liberações e flexibilizações seja determinadas pela prefeitura. Tudo vai depender da situação do atendimento aos casos de Covid-19 estar dentro do controle, com leitos disponíveis dentro da margem considerada adequada pelo gabinete de crise do município.
Esta possiblidade de começarem a retornar turistas a Teresópolis vem de encontro com o anseio das empresas que dependem fundamentalmente deste público, como aquelas da hotelaria e o expositores da feirinha que vem passando por dificuldades pelo baixo fluxo de visitação.
Trecho do decreto 
De acordo com o Decreto Municipal nº 5336, “o ingresso no Município de Teresópolis de ônibus, vans, táxis, veículos de transporte por crachá, identificação funcional ou outro documento emitido pelo Titular que identifique o colaborador. aplicativo, carros de passeio e demais veículos automotores, exceto, a entrada de moradores, proprietários de imóveis na cidade e pessoas que trabalham na Cidade de Teresópolis, hóspedes com comprovante”.
A Secretaria Municipal de Segurança Pública informou através de nota que “é feita a solicitação do comprovante de residência ou de reserva de hospedagem em hotel ou pousada, declaração de consulta médica, e, no caso de prestadores de serviços, a ordem de serviço. As barreiras do Quebra Frascos e do Soberbo têm escala 24h, sendo necessário, em alguns momentos, atendimento a ocorrências”.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prefeitura de Teresópolis libera reabertura dos parques

Anticorpos contra covid-19 duram pelo menos sete meses, mostra estudo

Aos 80 anos, Pelé é homenageado pela Fifa

Eleições: PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

Estado repassa mais R$ 371 milhões para as prefeituras fluminenses

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy