ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Motoristas de aplicativos podem se cadastrar como microempreendedores

Data: 08/08/2019

Marcelo Casal - Agência Brasil

Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil  Brasília

Os motoristas de aplicativos como Uber e Cabify poderão se registrar como microempreendedores individuais (MEI) e, assim, contribuir para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Dessa forma, os motoristas passariam a ser classificados como trabalhadores formais.

A Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional, vinculado ao Ministério da Economia, foi publicada hoje (8) no Diário Oficial da União. A publicação de hoje altera a Resolução do comitê publicada em maio de 2018, que inclui a ocupação Motorista de Aplicativo Independente”. A Resolução já está em vigor.

Como trabalhadores formais, o tempo de serviço é considerado para fins de aposentadoria, bem como acesso a benefícios. Há que se respeitar, porém, os tempos mínimos de contribuição para conseguir cada benefício. A aposentadoria por invalidez, por exemplo, requer o mínimo de 12 meses de contribuição; para o salário-maternidade são dez meses e para auxílio-doença 12 meses de contribuição.

Para se cadastrar como MEI, é preciso ter faturamento de até R$ 81 mil por ano, não ser sócio, administrador ou titular de outra empresa e ter no máximo um empregado. Como MEI, o microempreendedor tem um CNPJ e pode abrir conta bancária, fazer empréstimos e emitir notas fiscais.

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

EUA reabrirão em novembro para viajantes estrangeiros vacinados

Pré-matrícula para escolas municipais começa no dia 1º de outubro

Governo do Estado começa a entregar o maior lote de vacinas contra a Covid-19

Pfizer-BioNTech: vacina contra covid protege crianças de 5 a 11 anos

Vulcão nas Ilhas Canárias poderia provocar tsunami no Brasil

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy