ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Moradores se unem para melhorar comunidade

Data: 21/01/2019

Descarte de resíduos sólidos em local inadequado, e atraso frequente na coleta são motivos de reclamação há anos | Divulgação AMASC

Graças a mais uma ação da Associação de Moradores de Santa Cecília, a pracinha dessa comunidade, localizada na Rua Cecília Meirelles, está mais agradável e convidativa à visitação. Um grupo de residentes naquela região se reuniu no último domingo para a realização de uma limpeza geral no espaço público e início do trabalho organização do descarte de resíduos sólidos, que acabam sendo depositados em terreno ao lado da praça e, às vezes, até na área que deveria estar sendo utilizada nos horários de lazer. “Contamos com a colaboração dos moradores para a manutenção e limpeza da praça e descarte do lixo no local adequado”, divulgou a AMASC em sua página em rede social, citando ainda Mahatma Gandhi: “Seja a mudança que você quer ver no mundo".
Esta não foi a primeira ação do tipo realizada pela Associação e o resultado foi bastante elogiado pela comunidade. “Linda iniciativa! Parabéns pessoal! Agora só faltam os moradores colaborarem e manterem a limpeza do local, não jogando o lixo na calçada, quase na rua”,  comentou Valesca Bianquini. “Se quiserem podemos armar um grafitaço por ai”, se ofereceu o grafiteiro Victor Santos.
Além de realizar e incentivar a participação da comunidade na melhoria do bairro, a AMASC está organizando um "livro de ouro" para arrecadar dinheiro para compra de concreto a ser colocado no piso da lixeira e, na semana passada, protocolou na Secretaria de Obras e Serviços Públicos diversos pedidos para melhoria do bairro, entre eles a reforma da lixeira e da praça, limpeza e manutenção dos bueiros.
Recentemente, moradores da Cecília Meirelles divulgaram imagens de ação que deveria ter sido realizada pelo poder público pelo menos alguns meses atrás, antes do início do período de chuvas fortes: Preocupados com problemas causados pelos bueiros entupidos, eles mesmos abriram alguns deles, removeram todo o material que poderia obstruir a passagem da água e os fecharam novamente.

Até troca de lâmpadas...
Cansados de esperar ações efetivas do governo municipal, moradores de alguns bairros têm agido por conta própria para resolver problemas que se arrastam há meses. Imagens que circularam nas redes sociais nas últimas semanas mostram populares realizando a limpeza de bueiros e até se arriscando para fazer a troca de lâmpadas em postes – diante da preocupação com a possibilidade do aumento da violência por conta da escuridão gerada pela falta de preocupação do poder público.
Em uma das fotografias compartilhadas centenas de vezes, um homem no alto de uma escada, encostada em um poste na Rua Charruas, Meudon. Ele teria tido a iniciativa após diversos pedidos de socorro do governo Vinicius Claussen, sem nenhum tipo de resposta. A situação chamou a atenção de moradores de outros bairros, que alertaram para situação semelhante nos locais onde residem. “Cadê o meu dinheiro que é descontado pra taxa de iluminação pública? Se a luz da minha garage não ficar acesa, a rua fica totalmente escura”, frisou Irenice Vilela, residente na Fazendinha. “Já no Jardim Féo também está precisando”, completou Maria Brito. 
Outros alertaram para o risco do serviço, mesmo diante da revolta por conta da inoperância do governo municipal. “A intenção foi boa, mas não é certo, tem risco de se acidentar. Aí nem luz e nem atendimento medico. Não façam isso gente”, pontuou Jacqueline Thomaz. “Boa intenção meu amigo, porém muito perigoso. Já trabalhei nesta área e tem muito risco de descarga elétrica”, destacou Vinicius Marques.
Recentemente, a Prefeitura de Teresópolis divulgou que “mantém em ritmo acelerado a substituição de lâmpadas queimadas em ruas e avenidas de diversos bairros do município”, destacando alguns bairros que teriam sido contemplados até então. Entre eles, a Vila Muqui. Porém, na Rua Tabelião Luís Bessa três postes estão apagados há mais de cinco anos – apesar de diversas solicitações de reparos feitas em canais como o https://eouve.com.br , divulgado pelo próprio governo.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Procura por vacinas contra Covid-19 em clínicas particulares é grande em Teresópolis

Floração em tons de rosa e roxo deixa Teresópolis mais colorida

Circuito Terê-Fri, experiências no turismo rural, gastronomia e história

Covid-19: Fiocruz aguarda neste sábado insumo para 12 milhões de doses

BR-116 tem recuperação de pavimento no trecho da Baixada

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy