ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Merendeiras da prefeitura com o salário atrasado

Data: 13/11/2019

De acordo com o portal da transparência Prefeitura deve mais de R$ 10 milhões para empresa da merenda - Reprodução internet

Wanderley Peres

Uma Nota Oficial da Bem Nutritiva na manhã desta terça-feira, 12, tranquilizando as merendeiras quanto a garantia dos salários do mês vencido de outubro, trouxe a público a informação de que a administração municipal estaria inadimplente com a empresa contratada para o fornecimento da alimentação dos cerca de 23 mil alunos da rede municipal de ensino. Na Nota, a Bem Nutritiva dizia que iria pagar os salários nesta quinta-feira, 14, justificando "problemas financeiros de fluxo de caixa por conta dos atrasos nos recebimentos, o que ocasionou o atraso do pagamento dos salários do mês de Outubro/2019". 

No fim da tarde, em nova Nota Oficial, a empresa voltou a confirmar que faria o pagamento nesta quinta-feira, mas que o atraso não se dava por conta de atrasos de pagamentos por parte da prefeitura, que estaria honrando com o contrato. "A respeito do atraso do pagamento do salário do mês de Outubro/2019 das Merendeiras que prestam serviço nas creches e escolas Municipais de Teresópolis, a empresa Bem Nutritiva vem a público esclarecer que esse atraso não tem nenhuma relação direta com o nosso contrato firmado com a Prefeitura de Teresópolis, a qual vem honrando com os seus compromissos", diz a Nota.

Se a prefeitura vem cumprindo o contrato, não se justifica o atraso no pagamento dos salários das merendeiras. A estranha e providencial retratação, aliás, contraria o Portal da Transparência, onde está informado que a Bem Nutritiva teria um contrato com a prefeitura no valor de 17.127.794,35. Deste valor, na data de ontem, segundo o Portal, a empresa teria recebido 7 milhões e 100 mil da prefeitura esse ano, havendo débito da municipalidade com a empresa sim, e provavelmente seria esse débito o motivo dos atrasos nos pagamentos das merendeiras.

Faltando um mês e meio para o término do ano escolar, servidores das escolas municipais a serviço da Bem Nutritiva relataram à redação, na última semana, encontro promovido pela empresa no feriado do dia do servidor, 28 de outubro, quando as merendeiras foram chamadas ao galpão da empresa para treinamento, procedimento que era feito antes nos meses de fevereiro e julho, oportunidade que teriam assinado caderno de presença e folhas em branco, de suposto questionário do encontro. Mas, apesar de investigada em inquérito do Ministério Público, junto com a secretaria de Educação, por atrasos nas obrigações trabalhistas, por exemplo, a Bem Nutritiva estaria funcionando hoje melhor que no tempo de Tricano. "Tá muito mais bem organizado que antes, e estamos seguindo as recomendações da Educação direitinho. O problema é quando a prefeitura não paga à empresa, aí eles demoram a pagar a gente e a gente reconhece a dificuldade", confirma fonte da Educação a O DIÁRIO os atrasos de pagamento à Bem Nutritiva.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tribunal de Contas do Estado aponta para rombo financeiro na prefeitura

COPBEA tem mais de 80% de resolução das denúncias de maus tratos a animais

Piso da Casa de Cultura é recuperado para aulas de dança

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos pelo Brasil

Pescado: Comerciantes locais atentam para cuidados com origem do produto

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy