ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Mais um flagrante de desmatamento em Teresópolis

Data: 21/01/2021

A equipe da 5ª Unidade de Policiamento Ambiental (Três Picos) encontrou na Rua Júlio Gameiro, Bairro Iúcas, uma área desmatada com cerca de dois mil metros quadrados

Uma denúncia feita ao Linha Verde (0300 253 1177) sobre extração irregular de árvores e desmatamento em Teresópolis, levou policiais militares a constatarem, na última sexta-feira, 15, a veracidade da denúncia. Segundo a equipe da 5ª Unidade de Policiamento Ambiental (Três Picos), na Rua Júlio Gameiro, Bairro Iúcas, os policiais observaram uma área desmatada com cerca de dois mil metros quadrados, mas sem que houvesse alguma placa indicativa de licenciamento e tampouco os responsáveis pelo ilícito. O local em questão fica nas proximidades da Pedra da Galinha e, consequentemente, na zona de amortecimento do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Com base no artigo 38 da lei de crimes ambientais, os policiais procederam à 110ª Delegacia de Polícia, onde a ocorrência foi registrada. “O Linha Verde solicita a população que denuncie crimes ambientais em Teresópolis através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo para celulares Disque Denúncia RJ”. Em todos os canais, o anonimato é garantido ao denunciante”, destaca a UPAM.
Em 2020, o Linha Verde recebeu 14.498 denúncias sobre ilícitos cometidos contra o Meio Ambiente em todo o estado do Rio de Janeiro, o maior número já atingido pelo programa desde sua criação, em 2013 e um aumento de cerca de 18% se comparado a 2019. Ou seja, as denúncias sobre meio ambiente recebidas no ano de 2020, representam pouco mais de 16% de todas as informações chegadas à central do Disque Denúncia.
Somente no mês de janeiro, foram contabilizadas 1555 denúncias sobre meio ambiente, sendo este o mês com maior incidência de informações, ao contrário de março, início da pandemia, quando o Linha Verde recebeu apenas 869 informações. Com essas informações que são repassadas pela população de forma anônima, o Linha Verde continua auxiliando a polícia no combate a esses ilícitos. Vale salientar que o Linha Verde recebe denúncias sobre queimadas, maus tratos contra animais, construções irregulares, caça e guarda de animais silvestres, fabricação e comercialização de cerol, linha chilena e balões, poluição das águas e do solo, extração irregular de árvores, extração mineral, desmatamento florestal, pesca irregular,  desvio de curso, comércio ilegal de água, captação clandestina de água, despejo de esgoto clandestino, desperdício de água, rinhas de galo, carvoarias clandestinas, loteamento irregular, contaminação do solo, aterramento de rios e lagoas e lixo acumulado. 
Fazendo uma análise sobre os tipos de assuntos denunciados ao Linha Verde, é possível constatar que “maus tratos contra animais” (6272), “extração irregular de árvores” (1765), “poluição do ar” (1757), “desmatamento florestal” (1738) e “construção irregular” (1209) foram os mais recorrentes. Outro assunto muito denunciado durante todo o ano de 2020, com mais do que o dobro de informações de 2019, foi relacionado a utilização e comercialização de cerol e linha chilena. Sobre isso, o Linha Verde registrou 765 denúncias.
No que se refere à distribuição territorial dessas quase 15 mil denúncias, o Linha Verde também constatou que a população do município do Rio de Janeiro foi a que mais denúncias fez, com 6451. Outras cidades que se destacaram no “ranking” do Linha Verde foram: Nova Iguaçu (434), São Gonçalo (801), Niterói (768), Duque de Caxias (728), Petrópolis (589), Maricá (441), Angra dos Reis (347), São João de Meriti (305) e Belford Roxo (260). 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Rio suspende vacinação de profissionais de educação e segurança

Programa de redução de salários preserva mais de 500 mil empregos

Covid-19: Brasil tem mais de 15 milhões de casos acumulados

Estudo mostra que máscaras de algodão têm eficiência de 20% a 60%

Teresópolis imuniza pessoas com Síndrome de Down, grávidas e mulheres que tiveram bebê recentemente, após 45 dias do parto

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy