ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Linhas intermunicipais passam a rodar com 60% da capacidade

Data: 27/08/2020

Viação Teresópolis já está atuando em quase todas as linhas intermunicipais de costume, com exceção de Carmo, Duque de Caxias e Nova Iguaçu - Marcello Medeiros

Marcus Wagner

A flexibilização das medidas restritivas por conta da pandemia da Covid-19 trouxe uma novidade para o setor de transportes com a liberação de uma ocupação maior dos ônibus que fazem as viagens intermunicipais. A prefeitura publicou no Diário Oficial Eletrônico de terça-feira que aumenta de 50% para 60% a capacidade de lotação para as linhas intermunicipais autorizadas a circular. Os teresopolitanos puderam recentemente voltar a ter vários destinos à disposição, porém ainda há dificuldades tanto para quem quer viajar quanto para quem oferece o serviço. 
Desde 14 de agosto, ficaram autorizadas a rodar quase todas as linhas, com a circulação iniciando às 5h. Estão permitidas as linhas Rio de Janeiro x Teresópolis, Castelo x Teresópolis, Barra da Tijuca x Teresópolis, Niterói x Teresópolis, Magé x Teresópolis, Guapimirim x Teresópolis, Petrópolis x Teresópolis, Nova Friburgo x Teresópolis, São José do Vale do Rio Preto x Teresópolis, Sapucaia x Teresópolis, Rio das Ostras x Teresópolis e Carmo x Teresópolis.
De acordo com Márcio Catão, diretor comercial da Viação Teresópolis, a empresa está conseguindo contornar as dificuldades para atender bem à população.
“Desde o mês de junho fomos autorizados a atender algumas linhas e no primeiro momento foram apenas cinco e só com 50% da capacidade. Para empresa isso é complicado, mas por conta da obrigatoriedade, precisamos cumprir. Para ter um equilíbrio econômico seria necessário chegar a 70% de ocupação, algo que já foi pedido ao governador. Porém, a partir do dia 26, já poderemos atender a 60%, o que não é o ideal, mas é melhor do que estava. São cinco poltronas a mais liberadas. Melhora um pouco a rentabilidade, ainda rodamos com prejuízo e estamos conversando com todos os envolvidos para evoluir e está tudo andando. Acredito que dentro de 2 a 3 meses tudo possa melhorar para liberar o nosso funcionamento completo”.

Manutenção de empregos 
Catão explicou também como é o desafio para a empresa conseguir se manter em atividade sem demitir funcionários ao mesmo tempo em que não teve nenhum tipo de ajuda do governo federal: “Temos uma cartola com vários coelhos, todas as empresas precisaram se reinventar para conseguir atender ao consumidor dentro dessa nova realidade.  Nós também tivemos que nos desdobrar, ficamos parados por alguns dias, mas não demitimos ninguém, trabalhamos para manter a fidelidade com esse grupo, algo que tem sido muito difícil porque não tem chegado nenhum tipo de ajuda para o setor. Também negociamos com parceiros e bancos para poder sobreviver até que venha uma ajuda do governo para o setor do transporte intermunicipal. Cada um tem que fazer sua parte, mas temos todos que caminhar juntos para poder chegar mais a frente”.

Atendimento 
Márcio Catão destacou que a empresa se preocupou em reforçar o atendimento com qualidade para orientar os usuários do transporte neste período ainda confuso de retomada: “O nosso 0800 funciona perfeitamente, assim como nosso site que é atualizado diariamente. Somente em Caixas e Nova Iguaçu que não transitamos pela pandemia, assim como Carmo, tirando esses, todos os outros nós estamos atuando. Estamos em um horário reduzido, mas estamos abrindo horários extras quando necessário para atender a demanda. Está crescendo a procura por passagens”. 

Expectativa para o final do ano
O diretor da Viação Teresópolis afirmou que espera uma recuperação tímida para as festas de final de ano: “Gostaríamos de voltar a rodar normal, seria importante para todos. Se conseguirmos ficar livre dessa doença até o final do ano, seria a glória. Com uma vacina facilitaria bastante nosso futuro. Acredito que não conseguiremos rodar o mesmo que foi no ano passado, nesse ritmo que estamos seguindo, mas se conseguirmos chegar a 60% já estará ótimo”.

Importância da antecedência
Catão também aconselhou que as compras de passagens sejam feitas com antecedência quando possível: “É bacana visitar o nosso site e efetuar a compra com antecedência. Não efetuando a viagem não há problemas, pode ser feita a troca. Compre antecipadamente para evitar problemas. Nesse momento a organização é fundamental não só na compra de passagens, mas para tudo”.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Procura por vacinas contra Covid-19 em clínicas particulares é grande em Teresópolis

Floração em tons de rosa e roxo deixa Teresópolis mais colorida

Circuito Terê-Fri, experiências no turismo rural, gastronomia e história

Covid-19: Fiocruz aguarda neste sábado insumo para 12 milhões de doses

BR-116 tem recuperação de pavimento no trecho da Baixada

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy