ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Ladrões prejudicam sinal de televisão e rádio em Teresópolis

Data: 14/08/2018

Novamente serviços prejudicados por conta de arrombamento e furto nas torres de TV na Vila Muqui - Grupo TerêRepórter

Marcello Medeiros

Geralmente quando ficamos sem o sinal de telefonia celular ou outro serviço, como o de tv digital, por exemplo, praguejamos as empresas responsáveis por prestá-los. Porém, às vezes, a culpa pela inexistência ou precariedade de tais sinais nem é de tais firmas. Atos criminosos como furtos e vandalismo têm prejudicado o atendimento em diversos municípios. No último fim de semana, por exemplo, bandidos arrombaram salas onde ficam aparelhos transmissores e outros equipamentos de televisão e rádio amador na parte mais alta do bairro da Vila Muqui, danificando inclusive sistemas utilizados na prestação de serviços como resgates e combate a incêndios.
Duas das salas instaladas próximas às torres foram arrombadas e vandalizadas, situação que já aconteceu diversas vezes na Vila Muqui. Também ficam no ponto estratégico, que permite repetição do sinal para vários pontos do município, as torres das principais empresas de telefonia celular habilitadas para atuar no estado do Rio de Janeiro. Por conta do grande número de ataques nos últimos anos, uma dessas empresas chegou a contratar, por um período, um segurança para ficar no local na parte da noite.
A parte mais alta da Vila Muqui é acessada por uma estrada de terra bastante precária, próximo ao encontro com o bairro de Paineiras. Muito provavelmente, quem praticou arrombamento e furto mora em alguma dessas comunidades. Importante lembrar que tanto quem pratica a apropriação de maneira ilícita quanto quem adquire tais produtos é passível de condenação criminal, podendo ficar de um a três anos atrás das grades. O receptador, aliás, tem mais chance de ser enquadrado de imediato do que o próprio ladrão: Se estiver de posse de algum produto identificado como de roubo o furto, a pessoa é presa em flagrante. Já o autor do furto, mesmo apontado como tal, pode responder em liberdade até julgamento. De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro (ISP), somente no primeiro semestre deste ano foram feitas no setor de plantão da 110ª Delegacia de Polícia 687 comunicações de furto. 

 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Vacinação contra gripe segue até dia 6 de junho

Problema elétrico deixa grande parte da cidade sem água

Teresópolis já tem mais casos que Friburgo e Petrópolis juntas

Gambá resgatado no centro da cidade

Crise: Senado aprova linha de crédito para profissionais liberais

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy