ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Jackson Vasconcellos

Data: 10/08/2019

- Vou dizer uma coisa para você, sem paixão alguma: O Rodrigo Maia é o cara! 
- Faça isso com ele não! O último sujeito que foi chamado de "o cara", está preso. 
- Coisa muito diferente. 
- Diferente só porque foi o Obama que falou? 
- E você acha que o Obama lembra disso? 
- Bem, eu estava falando do Rodrigo Maia. O cara assumiu a cena na República. Ele é, sim, o cara. 
- Quem diria, né? Ninguém imaginou que ele seria a fera que é. 
- Pra mim, parece que ele tem uma "missão de clareza sobre a Terra". 
- Opa! José Ortega Y Gasset. 
- Acho que sim. "O homem é o homem e sua circunstância". 
- Maia, então não deveria ter dito o que disse ontem sobre o Bolsonaro. 
- O quê?
- Que a eleição dele foi produto dos nossos erros. 
- Nossos? 
- Foi o que ele disse. 
- Então, Rodrigo Maia tem que agradecer aos céus os nossos erros. Não? 
- Por quê? 
- Ora, se Bolsonaro é produto dos nossos erros e se há alguém que levou vantagem com isso, esse alguém é o Rodrigo Maia. É a tal da circunstância.
- Ah! sem dúvida. Se o candidato dele tivesse sito eleito...
- Quem foi o candidato dele? 
- Ué! O Geraldo Alckmin. 
- Você acredita mesmo nisso? 
- Acredito sim. Rodrigo pode até ter votado no Jair Bolsonaro no segundo turno, mas no primeiro..., eu não tenho dúvida, que votou no Alckmin. 
- Eu já acho bem possível ele ter votado no Haddad. 
- Impossível! 
- Nada é impossível na política. 
- OK. E se fosse o Alckmin ou o Haddad o Presidente da República? Rodrigo Maia estaria com essa bola toda? 
- Poderia estar até com mais. Sabe-se lá? Há méritos dele no que ele faz. 
- Tudo bem, mas eu duvido que o Alckmin deixaria o espaço aberto para o Rodrigo Maia fazer o que está fazendo. Duvido muito. 
- É a sua opinião. Eu gostei dessa história de "O homem é o homem e as suas circunstâncias"
- Você leu Ortega.
- Não li. Só li a frase que citei. Achei no Google.
- Pena você não ter lido. Você entenderia um pouco essa onda Bolsonaro. 
- Como assim? A Rebelião das Massas. A massa é um grupo de pessoas que perdeu a individualidade. Gente que age só por reflexos condicionados. Gente que só tem emoções, instintos, paixões. Razão, zero! 
- Tu sabes pra caramba, hein? 
- Não deboche. 
- Mas, a gente falava sobre Rodrigo Maia. 
- Que disse que a eleição do Bolsonaro é o resultado dos nossos erros. 
- E o Rodrigo Maia é o resultado dos erros do Bolsonaro, certo? Um presidente da república tosco e estúpido. 
- Não aceito essa história de o Bolsonaro ser um tosco, um estúpido. Quem é estúpido não chega a presidente. 
- Calma. Gostei dessa. Você poderia repetir? 
- Aí tem. 
- Tem o quê? Só confirma pra mim essa frase: "Quem é estúpido não chega a presidente". Você confirma? 
- Confirmo. 
- Acabamos de resgatar a Dilma. 
- Merda! Você sempre com essas pegadinhas...Enche o saco. 
#cronicasjv

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Três bombeiros morrem e um é ferido no combate a incêndio no Rio

Filhotes do Corpo de Bombeiros iniciam treinamento

Funcionários públicos que atendem à população deverão usar crachá

Bolsonaro diz que 13º do Bolsa Família estará na LOA a partir de 2020

HSJ e Coren oferecem palestra gratuita para profissionais de enfermagem

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ