ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

INSS: Atendimento continua suspenso em Teresópolis

Data: 14/09/2020

Mais uma vez beneficiários do INSS procuraram a agência de Teresópolis e encontraram as portas fechadas - Marcello Medeiros

A previsão era que as agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retomassem as atividades presenciais a partir desta segunda-feira, 14, em todo o país, mas não foi isso que aconteceu na grande maioria das cidades. “Nesta primeira fase de reabertura, somente os atendimentos agendados previamente serão realizados nas agências, incluindo, em alguns casos, a retomada da perícia médica previdenciária, que ocorrerá apenas em unidades específicas”, informou o Instituto, que previa que cerca de 600 agências fossem reabertas. Os peritos não retomaram o atendimento. Os médicos que fazem as perícias entregaram à direção da autarquia, na sexta-feira, uma série de exigências para retornar, como adaptações nos consultórios, mas não houve tempo hábil para as mudanças. Em outros estados, como São Paulo, uma decisão judicial atendeu a ação movida pelo Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência Social fazendo cobranças semelhantes e impediu a reabertura. Em toda a Região Serrana não há agências abertas e, segundo apurado pelo Diário, sequer previsão para retomada. Quem mora em Teresópolis tem como opção mais próxima somente a unidade de Guapimirim. Mesmo assim, é preciso tentar agendamento via 135 ou pelo aplicativo Meu INSS, situação que tende a ser complicada devido a grande demanda de toda a região.
“Além do número limitado de atendimentos, as pessoas que forem às agências devem usar máscaras e ter a temperatura corporal aferida por meio de termômetro infravermelho. Se for constatada temperatura acima de 37,5 graus, o segurado não poderá nem sequer entrar na agência e ainda será orientado a procurar um serviço médico”, divulgou o INSS. “As orientações incluem chegar pouco antes do horário marcado, para evitar a formação de filas, e manter o distanciamento mínimo de um metro das outras pessoas. Servidores do INSS estão usando equipamentos de proteção individual durante os atendimentos. No caso das agências que contam com o serviço de perícia médica previdenciária, houve um reforço ainda maior nos protocolos de higiene”, pontua a ainda nota divulgada no fim de semana.

Antecipação de benefícios
Desde março, quando o atendimento presencial foi suspenso, o INSS informou que foram concedidas antecipações de 186 mil benefícios de Prestação Continuada (BPCs), pago a pessoas com deficiência, e 876 mil antecipações de auxílios-doença. Ainda segundo a autarquia, o governo reduziu a quantidade de requerimentos que estavam sob análise do INSS desde o início da pandemia. Em junho do ano passado, quando a fila de requerimentos que dependiam de um parecer da autarquia chegou ao ápice, havia um total de 2,32 milhões de pedidos em análise. Em janeiro desse ano, a fila tinha caído para 1,635 milhão. No início da pandemia, em março, quando o INSS fechou o atendimento ao público, houve uma nova redução, para 1,30 milhão. Hoje, essa fila está em 758 mil. Apesar da redução do número de requerimentos sob análise do INSS, aumentou a quantidade de requerimentos em exigência, que são aqueles que dependem de uma informação complementar ou documento por parte do segurado. Atualmente, esses requerimentos somam 906 mil na fila.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TSE lança guia de segurança para candidaturas de mulheres

Covid-19 pressiona Reino Unido a seguir lockdowns de França e Alemanha

Contran publica requisitos para fiscalização da velocidade de veículos

Ceso promove "Drive Thru da Saudade e da Solidariedade"

TRE fiscaliza veículos de aplicativo com propaganda política

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy