ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Firjan apresenta demandas para o governo estadual

Data: 09/08/2019

Firjan informou que vai trabalhar em parceria com o governo do estado para fortalecer o desenvolvimento econômico fluminense - Imprensa/RJ

O governador Wilson Witzel se reuniu, nesta quarta-feira (07), com líderes de 16 setores produtivos na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no Centro. Em rodadas de encontros de curta duração, os participantes apresentaram demandas. Witzel recebeu pleitos de cada setor produtivo e garantiu que irá estudá-los com o apoio de sua equipe. Também participaram das reuniões os secretários de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Relações Internacionais, Lucas Tristão, de Fazenda, Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho, e de Governo e Relações Institucionais, Cleiton Rodrigues. - Foi uma reunião bastante produtiva. Temos que trabalhar juntos, somos parceiros. Estas reuniões são importantes para colocarmos em dia informações sobre os setores e pensarmos em soluções – afirmou o governador.   
De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, a iniciativa reforça a parceria entre o poder público e o privado e estabelece contato direto com os diversos interlocutores que atuam em prol do desenvolvimento econômico do Rio de Janeiro. - Nossa atuação na secretaria é focada em aprimorar o ambiente de negócios e fortalecer toda a cadeia produtiva em nosso Estado, a fim de gerar mais receita, emprego e renda à população fluminense - declarou.
Para o presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, as rodadas de encontros foram proveitosas. Ele adiantou que a federação trabalhará em parceria com governo do estado para fortalecer o desenvolvimento econômico fluminense. - Não me lembro de um governador disponibilizar tanto tempo para atender às demandas dos setores dos mais variados. Foram três horas de conversa, onde perguntas foram colocadas na mesa. O Governo do Estado vai procurar respondê-las em trabalho conjunto conosco – disse Eduardo Eugênio.  O presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínios (Sindlat), Antônio Carlos Cordeiro, espera que a rodada de encontros se desdobre em novas reuniões de trabalho. - O modelo de encontro foi interessante como conversa inicial. Esperamos que seja o primeiro de muitos - disse.
Participaram da rodada de encontros representantes dos setores de Reparação Veicular, Cerâmica, Mármores e Granitos, Tecnologia e Comunicação, Audiovisual, Metal Mecânico, Borracha, Panificação, Gráfico, Alimentos, Plásticos, Moda, Construção Civil, Águas Minerais e Joias.  - Percebemos que o Governo do Estado está aberto a ajudar os empresários - afirmou o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Centro-sul fluminense, Waldir dos Santos Junior.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Seleção Brasileira em Teresópolis no próximo dia 27

Maio Amarelo: Governo alerta para a segurança no trânsito fluminense

Teresópolis tem 660 motoristas de aplicativo

Nova sede da OAB homenageia ex-presidente Sidley Fernandes Pereira

A importância da Consultoria de Imagem para homens e mulheres

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy