ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Expectativa é que valor do pedágio na Rio-Teresópolis caia para R$ 12

Data: 01/06/2021

Bruno Nepomuceno/AsComPMT

Foi realizada na última sexta-feira, 28, audiência pública virtual da Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados para discutir o projeto da nova concessão da Rodovia Rio-Teresópolis – atualmente com a CRT, que está cumprindo apenas prorrogação temporária de contrato. Na oportunidade, foi discutido o processo de concessão federal do Sistema Rodoviário Rio de Janeiro (RJ) – Governador Valadares (MG), que compreende três rodovias federais: BR-116/RJ/MG – que abrange trecho da Estrada Rio-Teresópolis administrada pela CRT; BR-493/RJ; e BR-465/RJ. No caso do trecho que corta o nosso município devem ser incluídas no edital a construção do viaduto próximo ao Parque Ermitage – que já era previsto inclusive como obrigatoriedade para liberar o condomínio, portanto nenhuma novidade, a implantação de uma passarela subterrânea no Soberbo como incremento ao turismo na região e a demolição da praça de pedágio em Três Córregos. Também segundo o que foi apresentado na região, pode ser incluído um sistema de redução de tarifa para os usuários frequentes da rodovia, fazendo com que o valor caia dos atuais R$ 17,90 para algo em torno de R$ 12.

Os debates on-line foram conduzidos pelo Deputado Federal Hugo Leal diretamente do gabinete do Prefeito de Teresópolis, Vinicius Claussen. Prefeitos dos demais municípios cortados pela rodovia também apresentaram importantes demandas, como a prefeita de Guapimirim, Marina Rocha, que também participou do debate virtual. Hugo Leal, que é o segundo presidente da Comissão de Viação e Transportes, destacou que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) está na reta final de elaboração do edital de concessão, sendo necessário avaliar itens como os trechos rodoviários a serem duplicados, localização das praças de pedágio, tarifas diferenciadas e investimentos em infraestrutura.
Esses temas, entre outros relacionados ao modelo de concessão comum proposto pelo Governo Federal foram abordados e esclarecidos pela secretária de Fomentos, Planejamentos e Parcerias do Ministério da Infraestrutura, Natália Marcassa de Souza; o superintendente de Concessão da Infraestrutura, representando a ANTT, Renan Essucy Gomes Brandão; o secretário de Transportes do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Delmo Pinho; e pelo secretário de Fiscalização de Infraestrutura Rodoviária e de Aviação Civil do Tribunal de Contas da União (TCU), Luiz Fernando Ururahy de Souza.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Estudo alerta para aumento de internações de idosos por SRAG

Mutirão do Detran.RJ oferece 6,9 mil vagas no próximo sábado, dia 7

Vacina da UFRJ contra a covid-19 deve ter testes em humanos este ano

Portugal e Brasil analisam restrições a viagens

Covid-19: 45% dos casos do Rio de Janeiro são da variante Delta

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy