ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Educação: Teresópolis ganha 255 novos `escritores e ilustradores´

Data: 11/12/2019

Novos escritores e ilustradores brindam pelo dia que receberam seus trabalhos, publicados pelo ?Estante Mágica?

A manhã desta terça-feira (10) foi de muita alegria para 255 estudantes da rede municipal de ensino, além, logicamente, de comemoração e emoção para pais e responsáveis. Os jovens alunos das escolas Anna Barbosa Moreira, no Loteamento Féo, Isabel Rita, no Parque do Imbuí, e José Adolfo Josetti, na Posse, foram contemplados com o projeto “Estante Mágica” e puderam produzir livros com suas histórias e ilustrações, concluindo o trabalho com um dia de autógrafos nas suas coloridas e inspiradas obras. Acompanhamos uma das solenidades de conclusão na escola Anna Barbosa, registrando as lágrimas e sorrisos daqueles que receberam suas fábulas impressas e dos familiares orgulhosos com os pequenos escritores e ilustradores. “Diante da massificação da tecnologia que estamos vivendo nos dias de hoje, é muito importante um projeto desses para promover o resgate do livro, incentivar o estudante a escrever o seu próprio livro, sua própria história. A intenção é plantar essa sementinha e ajudar a criar escritores e ilustradores. Nas comunidades carentes, principalmente, sentimos falta do livro na casa das pessoas e esse projeto ajuda nesse sentido, de contribuir também para mostrar o potencial desses jovens, que podem se tornar bons escritores e ilustradores. Identificamos isso em vários deles. As crianças participaram e gostaram bastante. Lá no futuro, quem sabe, teremos grandes autores”, relata a Diretora Sonia Regina Barbosa.


Participaram 125 estudantes do primeiro ao quinto ano no Anna Barbosa e outras 130 divididas entre o Isabel Veiga e o Adolfo Josetti. No processo criativo, os jovens puderam desenvolver múltiplas habilidades socioemocionais, como autoconfiança e curiosidade, produzindo seus textos e desenhos. Na escola do Loteamento Féo, a responsável foi a professora Luana Giudice, que falou sobre a importância do projeto em relação à escrita e leitura e também sobre o tema envolvido.  “A Estante Mágica é um projeto nacional e nos foi presenteado pela Secretaria Municipal de Educação. A gente tem todo o apoio da plataforma para enviar os projetos da escola e, esse ano o tema escolhido para os livros foi a sustentabilidade. O papel dos professores foi só orientar, a ajudar na produção do texto, realizar os ajustes ortográficos, mas construção da história e desenho foi toda deles, culminando hoje com o dia do autógrafo. Em relação ao tema, também plantamos uma sementinha que já estamos colhendo. No final vimos as crianças envolvidas na questão do meio ambiente, compartilhando publicações sobre o tema, as mães elogiando que em casa estão querendo fazer coleta seletiva, preferindo comprar produtos sustentáveis, aprendendo a ler rótulos de embalagens buscando as que tenham os símbolos da sustentabilidade e reciclagem, ou seja, tivemos a sensação de dever cumprido”, relata Luana.


As histórias contadas e ilustradas pelos estudantes envolveram a escola muito mais do que se imaginava que aconteceria. Entre os mais de 100 jovens que receberam seus livros nesta terça-feira estava o simpático Samuel Rios Pinheiro, de 10 anos. Portador de autismo, ele mostrou orgulhoso seu livro e fez questão de relatar o conto das abelhas que viviam em uma árvore que não deveria ter sido cortada. A mãe, Sheila Rios, foi às lágrimas ao ver o menino mostrando seu trabalho. “Estou muito emocionada, só tenho a agradecer a toda equipe do Anna Barbosa. Ele tem autismo e para mim é um progresso muito grande graças a essa equipe maravilhosa que abraçou meu filho. Eu nunca tinha visto essa interação dele, só tenho a agradecer a todos”, enfatizou. Em todo o país, o “Estante Mágica” já atendeu a mais de 400 mil alunos escritores, mais de quatro mil escolas parceiras e mil cidades alcançadas. 

Escolas com novos laboratórios de informática
O Cerom (Centro Educacional Roger Malhardes), no bairro de São Pedro, foi a segunda escola a receber o laboratório de informática do InovaLab. O projeto de modernização da rede de computadores das unidades de ensino começou a implantação na Manoel S. Medeiros Sobrinho, no Vale do Paraíso, e, em breve, novos InovaLabs serão inaugurados. 


Segundo a secretária de Educação Rosana Mendes, o município investiu na aquisição de 1.440 computadores novos para substituir os antigos equipamentos que algumas escolas tinham. Todos os computadores novos terão programas modernos e os professores estão recebendo formação para utilizarem o laboratório junto com os alunos.
Com 19 computadores novos, sistema Windows, cadeiras e mesas adaptadas para a atividade, o espaço recebeu o nome da professora aposentada Teresinha de Jesus Ferraz. “É uma honra receber essa homenagem. O projeto é um incentivo à Educação. Durante 38 anos de magistério lutei pela melhoria da qualidade do ensino dos nossos queridos alunos. Estou feliz com essa vitória da escola que me acolheu durante 25 anos da minha vida profissional”, disse emocionada a professora Teresinha de Jesus Ferraz.
Todos os equipamentos receberão pacote Office em breve. O InovaLab conta com o apoio da Secretaria de Ciência e Tecnologia e a parceria do Unifeso, que vem capacitando os professores para uso da tecnologia no ambiente escolar. Em breve, novos InovaLabs serão inaugurados.

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TSE lança guia de segurança para candidaturas de mulheres

Covid-19 pressiona Reino Unido a seguir lockdowns de França e Alemanha

Contran publica requisitos para fiscalização da velocidade de veículos

Ceso promove "Drive Thru da Saudade e da Solidariedade"

TRE fiscaliza veículos de aplicativo com propaganda política

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy