ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Economista dá dicas para não se complicar com gastos de início de ano

Data: 09/01/2018

A compra por impulso é uma das grandes inimigas da vida financeira saudável. Para evitar este hábito e manter as finanças sempre em dia, comece a planejar suas compras

Anderson Duarte

Sabe aquelas siglas que tiram o nosso sono neste início de ano, IPTU, IPVA, entre outras? É possível tornar essa luta por um orçamento doméstico mais equilibrado menos penosa com dicas simples e medidas mais fáceis que imaginamos. O economista Newton Golek, que participa semanalmente no programa Jornal Diário na TV do Canal 4, dá dicas importantes para não começar o ano endividado, ou então, minimizar os efeitos negativos de uma dívida na vida da família e das empresas. Segundo Golek, saber como controlar as finanças pessoais é uma questão de hábito, assim como nas empresas e quanto mais você pratica, mais simples fica e, melhor, suas finanças permanecem em equilíbrio. Impostos como o IPTU e o IPVA, além da matrícula da escola dos filhos são alguns dos gastos típicos de início de ano que devem ser considerados prioritários, mas existem gastos que podem ser reduzidos ou até evitados, como nos casos de cartões de créditos, empréstimos e o famigerado cheque especial.

Para evitar dor de cabeça em janeiro, o primeiro passo é organizar um diagnóstico preciso de todas as despesas que costumam ser pagas neste início de ano, e aqui, os extratos bancários e faturas de cartão de crédito de 2017 podem ajudar. "Todo nosso planejamento passa por uma minuciosa e detalhada organização do que é preciso ser pago e aquilo que já foi empenhado em anos anteriores”, explica Newton. Com esses dados em mãos, fica mais fácil de enxergar o peso desses compromissos no orçamento dos primeiros meses do ano e consequentemente como poderemos nos organizar melhor. O desconto para pagamento à vista de impostos costuma valer a pena, mas nem sempre, como no caso do IPVA em nosso estado, onde os proprietários de veículos contam com apenas 3% de desconto para o pagamento em cota única, ou seja, irrisório.

Os pais com filhos em idade escolar podem negociar a quitação antecipada do valor da matrícula e das mensalidades, o que também costuma garantir bons descontos, segundo o especialista, que lembro também que é importante se lembrar de outros gastos, como material escolar e uniforme. "Dependendo do colégio, esses itens acabam resultando em uma mensalidade a mais, por isso, pesquisar preços em diferentes estabelecimentos é sempre uma boa estratégia para a compra do material”, explica. Newton também acrescenta que as mensalidades da universidade também contam como despesas obrigatórias. No orçamento dos primeiros meses do ano, deve ser incluída, ainda, a contribuição anual para órgãos de classe, associações ou sindicatos, no caso de profissionais que estejam vinculados a entidades, como a OAB. E quem usou o cartão de crédito para comprar parte dos presentes de Natal também precisa considerar o valor da fatura na lista de despesas de janeiro.

“Quem não tem dívidas pode usar parte do 13º salário e de outros recursos extras como os bônus das empresas, por exemplo, para custear todas essas despesas de início de ano que vemos. Se a pessoa observar que a renda não será suficiente, uma saída é tentar enxugar alguns gastos, mas nunca, definitivamente, ou evitar ao máximo possível os empréstimos e linhas especiais criadas pelos bancos e instituições financeiras, sempre armadilhas com juros astronômicos e verdadeiras fábricas de endividamento", disse Golek. Recorrer a dinheiro poupado também é uma estratégia, mas o especialista sugere cautela, afinal o recurso está guardado para emergências e imprevistos. “E se no decorrer do ano você precisa comprar um remédio mais caro ou precisa fazer um exame, como fica? Isso deve estar no planejamento”, enaltece.

“Fazer o controle de finanças pessoais é o primeiro passo para organizar sua vida financeira, equilibrar de vez suas receitas e as despesas e conseguir economizar para ter segurança no futuro e realizar seus sonhos. Ao tornar o controle financeiro parte da sua rotina você consegue saber exatamente para onde seu dinheiro está indo, evita surpresas no final do mês e consegue planejar suas finanças de acordo com o que realmente pode gastar”, explica o economista. Outra dica fundamental dada pelo economista é anotar todos os gastos diários. “Essa é a melhor forma de identificar como você está gastando seu dinheiro e o processo é simples, ou seja, anote a despesa e, ao lado, o valor. Para funcionar, é importante não esquecer de registrar nem mesmo os pequenos gastos, como chicletes, pequenos lanches, revistas, passagens de ônibus. Por mais que o valor pareça muito baixo para impactar seu orçamento, quando somadas, estas pequenas despesas podem fazer a diferença no final do mês. Anotar os gastos diários também ajuda a identificar onde você está gastando o seu dinheiro, ver as categorias do orçamento em que estão as maiores despesas e onde é possível economizar”, explica.

A compra por impulso é uma das grandes inimigas da vida financeira saudável. Para evitar este hábito e manter as finanças sempre em dia, comece a planejar suas compras. “Eu sei que vai parecer um pouco difícil para as mulheres, mas precisa de um vestido novo? Espere pelo menos trinta dias para saber se ele é realmente necessário, ou não. Se ainda assim for, pesquise preços e, de preferência, prefira pagar à vista. Além de poder negociar um desconto maior você não corre o risco de cair na armadilha dos parcelamentos, que podem acabar desequilibrando seu orçamento como vimos no começo da conversa”, enaltece Golek. Para ter tranquilidade na hora de gerenciar suas finanças, comece planejando metas de gastos para o próximo mês. Defina quanto você pode gastar em cada categoria do seu orçamento, priorizando as despesas fixas essenciais, como aluguel, condomínio e mensalidade do colégio. Em seguida, parta para as despesas variáveis, mas assim essenciais, como conta de luz, gás e supermercado. Depois de definir os gastos essenciais, parta para aqueles relacionados ao estilo de vida, como cuidados pessoas, lazer e restaurantes, sempre tomando cuidado para se manter na meta definida. Mesmo os sonhos financeiros devem ser
 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

INSS divulga calendário de pagamentos de benefícios em 2021

Covid-19: volume de vacinas ainda é insuficiente para atender o Brasil

Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade

Caixa retorna valores não movimentados do saque emergencial do FGTS

Faperj investe em inseticida biológico criado a partir de um fungo

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy