ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Dupla é presa ao tentar praticar estelionato em delegacia no Rio

Data: 10/08/2019

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro

Policiais da 12ª Delegacia Policial, em Copacabana, zona sul do Rio, prenderam em flagrante hoje (9), dentro da unidade policial, Jonathan Ferreira Barbosa e Flávia Rubio Francisco, pela prática dos crimes de tentativa de estelionato e associação criminosa. 

A delegada Valéria Aragão, titular da delegacia de Copacabana, disse que a audácia da dupla é fora do comum. “Eles fazem vítimas servidores públicos acostumados a desconfiar, que conhecem os mais variados tipos de golpes. Mas esse é um golpe novo, que os servidores estão sendo vítimas”, disse.

De acordo com a Polícia Civil, a dupla compareceu à unidade para apresentar uma suposta proposta de “cessão de crédito” (nome dado pelos criminosos ao contrato ofertado) a um policial civil da própria delegacia, que foi abordado na porta da unidade na tarde de ontem (8) pelos estelionatários, que se apresentaram como consultores financeiros da empresa LDB Soluções Administrativas e Assistencial Pessoal. 

Após ouvir as explicações da dupla sobre o negócio jurídico que seria celebrado, o policial acreditou que as condições lhe seriam vantajosas e decidiu aderir à proposta. Contudo, por circunstâncias alheias à vontade dos autuados, o contrato não foi fechado, pois outros agentes intervieram ao perceberam que se tratava de uma fraude.

A dupla tentou obter vantagem indevida ao induzir em erro o policial civil para que ele celebrasse um negócio jurídico, sob a falsa promessa de que receberia 10% da quantia contratada em um empréstimo, tendo como contraprestação apenas repassar o restante do valor à empresa LDB Soluções Administrativas e Assistencial Pessoal, que ficaria encarregada de saldar a dívida.

Os agentes realizaram pesquisas no sistema policial e localizaram um registro de ocorrência feito no dia 24 de julho deste ano, no qual um bombeiro militar aposentado cita que foi vítima de crime de estelionato semelhante. A vítima denúnciou um golpe praticado por emissários da mesma empresa, tendo assinado um contrato que lhe foi apresentado por Flávia Rubio Francisco.

Os policiais arrecadaram junto dos criminosos uma listagem com endereços de batalhões da Polícia Militar, da Polícia Civil, da Administração Penitenciária, duas agendas com o nome de diversos servidores de órgãos da área de segurança do Estado e informações sobre outros contratos fraudulentos celebrados, além de panfletos e orientações de venda. Também foi apreendida uma via do contrato que seria assinado pelo policial civil.

Os agentes disseram que ficaram surpresos com a audácia da dupla e da associação que integram, por abordarem servidores públicos da área de segurança muitas vezes nos locais de trabalho e tentarem, inclusive, aplicar golpes no interior de uma delegacia de polícia.

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Parque Municipal vai receber equipamentos e materiais no início de 2020

Sancionada lei que aumenta limite do saque imediato do FGTS

TSE aprova normas para eleição municipal de 2020

Preconceito e discriminação afetam diagnóstico do HIV/Aids

Uma árvore tomba e prefeitura corta outras duas

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ