ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

DIÁRIO TV entrevistou todos os prefeitáveis de Teresópolis

Data: 14/11/2020

As entrevistas estão no canal do Youtube da Diário TV - Divulgação

Marcello Medeiros

Depois de ouvir os candidatos ao cargo de vice, no último dia 04 a DIÁRIO TV iniciou a série com os prefeitáveis de Teresópolis. Passaram pelos nossos estúdios Rodrigo Koblitz (PSOL), Vinícius Claussen (PSC), Geraldo Menezes (PDT), Alex Castellar (DEM), Luiz Ribeiro (PSDB), Leandro Neves (AVANTE) e Pedro Gil (PATRIOTA). Todos tiveram o mesmo espaço para falar sobre suas propostas, sendo três blocos de 15 minutos e mais três para considerações finais, além de a explanação ser reproduzida no jornal e site do Diário (www.netdiario.com.br). A ideia foi apresentar ao teresopolitano as ideias daqueles que pretendem governar o município pelos próximos quatro anos, enfrentando uma missão que se tornou ainda mais difícil diante dos problemas gerados em consequência da pandemia da Covid-19. No próximo domingo, quando 125 mil eleitores devem ir às urnas em Teresópolis, jornal e TV estarão na cobertura de todo o pleito, desde o início da votação até a apuração da última urna. Todas as entrevistas, inclusive a dos vices, podem ser vistas no canal da DIÁRIO TV no YouTube. Abaixo, veja os principais tópicos destacados por cada candidato, na ordem que foram entrevistados.

RODRIGO KOBLITZ (PSOL) - 50
O candidato norteou a entrevista com um tema que há bastante tempo preocupa o teresopolitano e ganhou proporções ainda piores com os problemas gerados pela pandemia do novo coronavírus, a criação de empregos. O tema “desenvolvimento econômico” acabou abrangendo diversas áreas, mas a condução realizada pelo candidato mostrou a possibilidade de conexão entre elas e um crescimento que pode contribuir com a organização das contas públicas e a geração de vagas empregatícias. “A gente não vai reconstruir Teresópolis tendo como base o turismo. Quem fala isso mostra que não sabe para onde ir. A sabe para onde ir e como fazer, um atalho. A construção civil é o caminho e pode mudar a vida do trabalhador e da trabalhadora. Temos um projeto para criar quatro mil empregos diretos e com o chamado ‘efeito de renda’, pular para 12 mil empregos. Cada um novo trabalho na construção gera outros dois indiretos. A pessoa gasta o dinheiro na padaria, com alguém para cuidar do seu filho, comprando material de construção, entre outros”, enfatizou Koblitz.

VINÍCIUS CLAUSSEN (PSC) - 20
O postulante ao cargo máximo do governo municipal falou sobre como encontrou as contas, as conquistas obtidas nos últimos dois anos e projetou o que pretende realizar caso ganhe nova oportunidade de ser o responsável pela condução dos rumos do município – agora em um mandato completo. “Encontrei um município colapsado, terra arrasada, um povo sem esperança e com baixa estima. Em 2011 Teresópolis viveu uma tragédia natural e depois veio a tragédia política, que gerou uma crise econômica institucional. Foram sete prefeitos em sete anos, 23 secretários de saúde... Encontrei um cenário muito desafiador e muitas pessoas me perguntaram se eu realmente queria enfrentar uma situação tão adversa. Mas eu já sentia que conseguiria. Consegui vencer em Teresópolis e sempre defendi Teresópolis. Tenho certeza que é uma terra próspera, mas que infelizmente foi muito mal cuidada nos últimos anos”, disse Claussen.

GERALDO MENEZES (PDT) - 12
Procurador aposentado, professor universitário e com experiência em gestão pública, ele iniciou a conversa destacando o motivo que o fez se candidatar ao posto máximo do governo municipal no próximo dia 15: “É preciso dar voz às comunidades, governar dessas comunidades para a Reta”, pontuou. Seguindo o padrão de todas as entrevistas, o candidato pode escolher falar sobre três temas, mas, geralmente, os assuntos acabam se conectando a outros de interesse do cidadão teresopolitano. Dessa forma, Menezes começou falando sobre saúde, educação e geração de empregos e acabou apresentando também suas propostas para a Tereprev, Feirinha do Alto, esportes e para as localidades do interior, que considera esquecidas ou tratadas de forma inadequada. “É preciso colocar um asfalto de qualidade, dar melhores condições para que o produtor rural, que fornece alimento para todo o estado, tenha melhor renda”.

ALEX CASTELLAR (DEM) - 25
O representante do Democratas falou sobre saúde, educação e geração de emprego, sendo o último tópico motivo de preocupação muito grande dos teresopolitanos, visto que a situação de quem busca entrar ou se recolocar no mercado de trabalho piorou bastante devido às restrições previstas pela pandemia da Covid-19. Castellar citou a necessidade de investimento nas maiores potencialidades do município, turismo, agricultura e tecnologia, e em capacitação dos jovens para que esse quadro possa ser revertido em um período médio de tempo. Segundo o postulante ao posto máximo do governo municipal, é possível criar 10 mil novos empregos no período de quatro anos. “Se hoje o turismo tem cerca de 2.700 empregos, vamos ter outros 2.700, isso diretos, sem contar toda a cadeia que vem indiretamente”, citou.

LUIZ RIBEIRO (PSDB) - 45
Além do objetivo de construir um hospital no interior do município com 40 leitos, Luiz Ribeiro tem como uma de suas principais propostas oferecer um benefício de R$ 300,00 mensais às famílias que ficarão sem o auxílio emergencial do governo federal a partir de janeiro. Ele afirmou que irá reduzir o preço da passagem para R$ 3,50 já no começo do seu mandato, caso seja eleito. O representante do PSDB falou sobre Economia, Saúde e políticas para o interior do município, além de outros assuntos que são de grande interesse do teresopolitanos, como geração de empregos e a criação de um grande parque na área da antiga Sudamtex. Sobre a Saúde, destacou que pretende criar um hospital municipal para resolver o problema da dificuldade em se conseguir transferências no município.  Ele salientou ainda que é importante investir no bem estar dos moradores do interior do município que têm dificuldade para ter acesso a Saúde e Educação. Como forma de qualificar o jovem, o candidato quer recriar o Promaj com uma nova metodologia, oferecendo vagas para o primeiro emprego e cursos gratuitos.

LEANDRO NEVES (AVANTE) – 70
Policial Militar, que ficou conhecido no município pela realização da campanha local de Jair Bolsonaro, enfatizou que caso seja eleito já próxima semana irá viajar para Brasília para pedir apoio e conselhos para o presidente. De acordo com o candidato, as orientações presidenciais são fundamentais para a realização de projetos como a implantação de escolas cívico-militares em Teresópolis. “No Amazonas tem uma escola que era a pior do estado e rapidamente se tornou a segunda melhor. Queremos essas escolas funcionais aqui e também escola no modelo confessional, chamando padres católicos e pastores protestantes para gerenciar. Vamos ter jovens mudando hábitos, vamos voltar um pouco dos anos 80. Essa é a fórmula que dá certo, crianças uniformizadas e com a sensação de realmente estar sendo ensinadas”, disse o candidato.

PEDRO GIL (PATRIOTA) - 51
O candidato enfatizou as conquistas que obteve durante o período de 90 dias que esteve à frente do governo municipal – como era Presidente da Câmara, em 2018 ele assumiu a gestão depois do então ficha suja Mário Tricano perder liminar e ser afastado, ficando no cargo até o pleito  suplementar que elegeu Vinicius Claussen (PSC). "Quem colocou o salário do servidor municipal em dia fui eu. Também paguei o chamado vale coxinha, que não era muito, mas ajudou bastante”, destacou o vereador, que tem mandato em curso até o fim de dezembro. “Quando fui prefeito tinha duas ambulâncias, cinco carros de passeio, mais carros de transporte, tudo abandonado porque não pagavam documento. Isso porque carro público só paga seguro obrigatório, não tem IPVA. Chamei meus amigos e consegui regularizar isso”, completou.

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A história de Teresópolis, através da imprensa

Aulas presenciais só voltam quando Teresópolis estiver em bandeira amarela

Município do Rio vacina professores da rede pública com 55 anos ou mais

Grandes empreendimentos comerciais em Teresópolis

Quatro mortes num acidente com Palio Weekend na noite desta sexta-feira

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy