ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Detran intervém no posto de Petrópolis por irregularidades

Data: 23/03/2018

"Ter lisura é imprescindível. Por isso, criei o Detran Conduta, um programa que trabalha em parceria com a sociedade, que denuncia e nós apuramos. Também fechamos uma parceria com o MP para a checagem dos fatos", enfatiza Vinicius Farah, presidente do órgão

Desde a última terça-feira (20), o Detran interveio no posto de vistoria de Petrópolis. A decisão do presidente Vinicius Farah ocorreu devido a má conduta de funcionários, apurada pelo Detran Conduta. No total, 11 funcionários estavam envolvidos e aprovavam na vistoria carros com evidentes problemas, como vazamentos de óleo, sistemas de freio e iluminação falhos e mau estado de conservação. - Ter lisura é imprescindível. Por isso, criei o Detran Conduta, um programa que trabalha em parceria com a sociedade, que denuncia e nós apuramos. Também fechamos uma parceria com o Ministério Público para a checagem dos fatos - afirmou Vinicius Farah.
O Detran Conduta é um projeto implantado com o objetivo de acompanhar a atuação dos funcionários do departamento. São analisadas tanto as condutas positivas, que recebem premiações, quanto as negativas, que são punidas, inclusive com demissão.
O processo que levou ao afastamento dos funcionários de Petrópolis aconteceu entre fevereiro e março. O último afastado foi o chefe do posto nesta semana. O primeiro flagrante do Detran Conduta no posto aconteceu no dia 6 de fevereiro, a partir de denúncias da população. Apesar das demissões, o posto de vistoria está funcionando normalmente. Para não prejudicar a população, o Detran enviou uma equipe do Rio de Janeiro para Petrópolis, que ficará até nova equipe ser contratada e treinada.

Mais de 7,2 mil atendimentos
O Detran Conduta foi criado em setembro de 2017 e, em menos de seis meses de atuação já realizou até o momento 10 prisões, afastou 60 funcionários e fez mais de 7.200 atendimentos. Também foram instauradas 45 sindicâncias e feitas  30 conduções para a delegacia. Além disso, o programa também realizou 538 serviços de auxílio à justiça. O Detran Conduta une a Ouvidoria e a Corregedoria. Ao todo, 52 agentes visitam os postos de atendimento espalhados pelo estado, para fiscalizar a prestação de serviços. Até o fim de 2018, o Detran Conduta ganhará uma nova fase de ação. Uma central de monitoramento na sede do Detran vai fiscalizar todos os 52 postos do órgão, que receberão câmeras de vídeo.
Na última segunda-feira, foi assinado um convênio com o Ministério Público (MP) com objetivo de melhorar as ações de controle e combate às irregularidades no estado.  O Detran vai permitir ao MP acesso ao seu banco de dados para agilizar e facilitar as investigações do órgão. Enquanto isso, o MP dará apoio ao Detran Conduta. A população pode fazer suas notificações por telefone (0800 020 4041), no site (www.detran.rj.gov.br) ou presencialmente na sede do órgão. No Detran Conduta, reclamações ou elogios são mantidos em sigilo.

 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Veja as dicas da OMS para se proteger do novo coronavírus

Pessoas que tiveram contato com infectado por Covid-19 são monitoradas

Aumenta número de ocorrências de animais em estradas

Mesmo com chuvas, Prefeitura comemora "Carnaval Teresópolis 2020"

Coronavírus: ministro da Saúde descarta restrição a voos e cruzeiros

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ